STS-125

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
STS-125
Insígnia da missão
Estatísticas da missão
Ônibus espacial Atlantis
Base de lançamento Plataforma 39A do Centro Espacial Kennedy
Lançamento 11 de maio de 2009 às 18:01 UTC
Aterrissagem 24 de maio de 2009
Base de Edwards às 15:39 UTC
Órbitas 197
Duração 12 dias, 21 horas, 37 minutos e 9 segundos
Altitude orbital 570 Km
Inclinação orbital 28.5º
Distância percorrida 8.490.898,944 km
Imagem da tripulação
STS-125 crew portrait.jpg
Navegação
Último
Último
STS-119 STS-119 patch.png
STS-127 STS-127 patch.png
Próximo
Próximo
Atlantis e o Endeavour nas plataformas LC-39A e LC-39B durante a primeira tentativa de lançamento em 2008
Atlantis e o Endeavour nas plataformas de lançamento em 2009. Já são visíveis as alterações na Plataforma 39-B, preparatórias para o lançamento da nova geração de naves espaciais o Programa Constellation
O Hubble no compartimento de carga do Atlantis
O astronauta Andrew Feustel durante a primeira EVA
O Atlantis pousa na Base de Edwards

STS-125 foi a quinta e última missão de serviço ao Telescópio Espacial Hubble (HST) realizada pelo ônibus espacial Atlantis. O lançamento ocorreu no dia 11 de maio de 2009 [1] .

A STS-125 acidionou novos instrumentos ao observatório orbital e substituiu os giroscópios e as baterias que permitirão que o telescópio funcione até pelo menos 2014. A tripulação também instalou um dispositivo de acoplagem que permitirá ao final das operações do Hubble, que o mesmo seja guiado, com auxilio de um satélite propulsor, para uma desintegração em segurança, na atmosfera, e que os detritos caiam no mar.

Foi o 30º voo do Atlantis, e a última missão "solo" de um ônibus espacial, já que todas as futuras missões estão planejadas com destino à ISS. E também a primeira vez que um vaivém espacial, desde a explosão do Columbia em 1º de fevereiro de 2003, na fatídica missão STS-107, não acoplou à Estação Espacial Internacional (ISS) sendo o primeiro voo do Atlantis, desde a STS-66 em 1994, que não tinha como alvo uma Estação Espacial. Sendo a primeira e última vez que o Atlantis encontrou com o telescópio espacial. Curiosamente seria o Atlantis que estava escalado para colocar o Hubble em órbita, na missão STS-61-J, programada para voar em outubro de 1986. Contudo, com o desastre do Challenger, em 28 de janeiro de 1986, todo programa espacial da NASA ficou adiado e o HST só iria ao espaço em abril de 1990, num voo do Discovery.

Caso ocorre se sérios danos ao escudo de proteção térmica da nave, o Atlantis não teria como desembarcar na ISS. Desta forma o ônibus espacial Endeavour ficou de prontidão para um lançamento na plataforma 39B, numa missão de resgate da tripulação denominada como STS-400. Em razão disso e dos preparativos para a missão STS-125, o Endeavour foi possicionado na plataforma de lançamento, no dia 17 de abril [2] quase um mês antes do lançamento do Atlantis. Sendo a última vez que as duas plataformas de lançamento, a 39A e 39B, estiveram ocupadas ao mesmo tempo pelos ônibus espaciais.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Função Membro da Tripulação
Comandante Scott Altman
4º voo espacial
Piloto Gregory Carl Johnson
1º voo espacial
Especialista de missão 1 Michael Good
1º voo espacial
Especialista de missão 2 Megan McArthur
1º voo espacial
Especialista de missão 3 John Grunsfeld
5º voo espacial
Especialista de missão 4 Michael Massimino
2º voo espacial
Especialista de missão 5 Andrew Feustel
1º voo espacial

Toda tripulação da STS-125 era formada por astronautas da NASA.

Objetivos[editar | editar código-fonte]

A STS-125 foi a sexta e última missão de um orbitador que teve como objetivo o Telescópio Espacial Hubble (HST). A primeira foi realizada pelo Discovery, na missão STS-31 em abril de 1990, que satelizou o Hubble, seguiram-se mais quatro missões de manutenção, a STS-61, em dezembro de 1993, a STS-82 em fevereiro de 1997, a STS-103, em dezembro de 1999 e a STS-109 em março de 2002 e a STS-125 a quinta e a última.

A tripulação do Atlantis instalou dois novos equipamentos no HST, a COS (Espectrógrafo de Origens Côsmicas) e a WFC 3 (Câmara de Campo Amplo 3). Foi substituído as baterias, os giroscópios, um circuito elétrico do Espectrógrafo do Hubble, um conjunto de protetores térmicos e o sistema de Unidade de Controle de Instrumentos e de Transmissão de Dados. A tripulação consertou a ACS (Câmera Avançada de Varredura) e por fim, instalou um novo dispositivo de acoplagem, na parte inferior do HST, que permitirá ao final das operações que o mesmo seja guiado para uma desintegração em segurança.

Pré-lançamento[editar | editar código-fonte]

O lançamento estava planejado para dia 28 de agosto de 2008, foi atrasado inicialmente devido a Tempestade tropical Fay. Contudo a demora na entrega do tanque de combustível forçou um novo adiamento para 8 de outubro, sendo novamente postergado para não antes que 14 de outubro do mesmo ano, devido aos estragos provocados pelo Furação Hanna no KSC.

Contudo em 29 de setembro de 2008, a NASA [3] informou que ocorreu um sério problema na Unidade de Controle de Instrumentos e de Transmissão de Dados do Hubble. Obrigando a agência espacial a rever os procedimentos na missão enquanto retornava o contato com o telescópio espacial. O ônibus espacial voltou ao "Vehicle Assembly Building" (VAB). A indefinição sobre a gravidade do problema do HST forçou o adiamento do início do voo do Atlantis e deu espaço para o lançamento da missão STS-126 em direção à ISS.

Em 31 de março de 2009 o Atlantis foi novamente posicionado na plataforma de lançamento 39-A. A NASA agendou o data do lançamento para 12 de maio, que foi atencipada para o dia 11, para que caso ocorresse novos adiamentos haveria uma janela maior para novas tentativas de lançamento [4] .

Dia a dia[editar | editar código-fonte]

11 de Maio - Segunda-feira

O ônibus espacial Atlantis decolou com sucesso em direção ao Telescópio Espacial Hubble (HST). Após entrar em órbita os astronautas abriram as portas do compartimento de carga, acionaram a antena da Banda ku e testaram o braço robótico da nave

12 de Maio - Terça-feira

A tripulação do Atlantis realizou, utilizando o braço robô, a checagem no escudo térmico da espaçonave, bem como deram continuidade aos preparativos para o encontro com HST, previsto para quarta. A Nasa informou [5] que uma área localizada no lado estibordo da blindagem térmica da nave espacial, sofreu pequenas avarias provocadas por estilhaços de material isolante do tanque de combustível durante o lançamento. Contudo os danos são pequenos e a princípio não irão comprometer a continuidade do voo.

13 de Maio - Quarta-feira

Dando continuidade aos preparativos para a missão de manutenção, o centro de controle da missão fechou a portinhola protegendo desta forma o espelho do Hubble e recolher as antenas. A tripulação do Atlantis, usando o braço rôbo da nave, capturou o telescópio às 17h14 UTC. Foi feito uma inspeção, com auxilio das câmeras presentes no braço robótico, com o objetivo de avaliar as condições do HST. Os astronautas Grunsfield e Feustel iniciaram os procedimentos para primeira caminhada espacial.

14 de Maio - Quinta-feira

Foi realizada a primeira Caminhada Espacial EVA da missão STS-125. Os astronautas Grunsfield e Feustel removeram a antiga WFPC 2 (Câmara Planetária de Campo Amplo 2) e instalaram a nova WFC 3, contudo houve problemas ao retirar um parafuso "teimoso" [6] . Mas, após o uso de várias ferramentas os astronautas tiveram êxito no trabalho. Foi substituída a Unidade de Controle de Instrumentos e de Transmissão de Dados. A pane na antiga unidade foi o que provocou o cancelamento da missão no final do ano passado. Finalmente, foi instalado um novo dispositivo de acoplagem, este localizado na parte inferior do HST, servirá de engate para um satélite-propulsor que ao final da vida útil do Hubble, o mesmo seja guiado para uma desintegração na atmosfera e que os detritos caiam no Oceano Pacífico.

15 de Maio - Sexta-feira

A segunda caminha espacial foi realizada pelos astronautas Massimino e Gold. Os astronautas substituíram o primeiro conjunto de três baterias e cinco dos seis giroscópios do Hubble. Houve problema na substituição do sexto e desta forma os engenheiros da Nasa optaram pela manutenção do antigo modelo [7] . A caminhada durou 7 horas e 56 minutos, tornando-se a oitava mais longa da história.

16 de Maio - Sábado

Os astronautas Grunsfield e Feustel na terceira caminhada espacial removeram o antigo COSTAR, instalado pela missão STS-61, em dezembro de 1993, substituindo pelo COS (Espectrógrafo de Origens Côsmicas). Os astronautas consertaram também a ACS (Câmera Avançada de Varredura).

17 de Maio - Domingo

A quarta caminhada espacial teve início às 13h16 UTC e se estendeu até 21h47 UTC. O objetivo dos astronautas Massimino e Gold era substituir um circuito elétrico do Espectrógrafo de Imagens Telescópicas Espaciais (STIS), que estava sem funcionar desde 2004. A principio, a Nasa não havia planejado que este STIS seria reparado em órbita, desta forma fechou o instrumento com 111 parafusos. Contudo, problemas na retirada de um parafuso de um corrimão do STIS atrasou o andamento da caminhada. Massimino finalmente consegui realizar a tarefa manualmente e terminou o reparo. Contudo a demora fez com que a caminhada durasse 8 horas e 2 minutos, a sexta mais longa do programa espacial norte-americano. O atraso impediu que os astronautas substituíssem um conjunto de protetores térmicos, que estava prevista para esta EVA.

18 de Maio - Segunda-feira

A quinta e última caminhada espacial desta missão foi concluída às 19h22 UTC. Os astronautas Grunsfeld e Feustel concluíram a substituição das novas baterias, de um novo sensor de sintonia fina (que permite que o Hubble aponte com precisão os objetos celestes) e removidos antiga proteção térmica e substituição por uma nova. Foi também substituída a capa de proteção da antena do HST. Foi a vigésima terceira EVA dedicado ao Hubble e a última de um ônibus espacial dedicado a este telescópio.

19 de Maio - Terça-feira

Finalizado as atividades de modernização do Hubble, a tripulação do Atlantis utilizando o braço robôtico da nave soltou o HST às 12h57 UTC [8] e iniciou o processo de retorno à Terra. A Nasa espera que Hubble possa operar até pelo menos 2014, quando já estará em atividade o Telescópio Espacial James Webb.

20 de Maio - Quarta-feira

Concluída as atividades da missão a tripulação do Atlantis tirou um dia de folga. Foi realizado uma conferência com a impressa e os astronautas da Atlantis conversaram com a tripulação da expedição 19 da ISS [9] .

21 de Maio - Quinta-feira

São finalizados os preparativos para o retorno do Atlantis, prevista para próxima sexta-feira no KSC.

22 de Maio - Sexta-feira

O pouso do Atlantis é adiado para sábado devido as condições climática desfavoráveis no KSC [10] .

23 de Maio - Sabado

A aterrissagem do Atlantis é novamente adiada em um dia, devido ao mau tempo em Cabo Canaveral. A Nasa agora planeja realizar o pouso no próximo domingo.

24 de Maio - Domingo

Após mais um adiamento da aterrissagem no KSC, o Atlantis pousou na pista 22 da Base de Edwards, na Califórnia às 15h48 UTC. A NASA havia postergado durante dois dias o pouso da nave com o objetivo de evitar o translado do vaivém da costa oeste até a costa leste dos EUA e economizar cerca de 2 milhões de dólares [11] . Contudo com o clima desfavorável no Kennedy Space Center, a agência norte-americano não teve outro recurso e autorizou o pouso.

Caminhadas espaciais[editar | editar código-fonte]

EVA # Astronautas Início (UTC) Fim (UTC) Duração
EVA 1
John Grunsfeld
Andrew Feustel
14 de maio
12:52
14 de maio
20:12
7 horas, 20 minutos
Instalação da WFC 3 (Câmara de Campo Amplo 3), de uma nova Unidade de Controle de Instrumentos e de Transmissão de Dados e de um dispositivo de acoplagem, na parte inferior do HST
EVA 2
Michael Massimino
Michael Good
15 de maio
12:49
15 de maio
20:45
7 horas, 56 minutos
Instalação das novas baterias e dos giroscópios
EVA 3
Grunsfeld
Feustel
16 de maio
13:35
16 de maio
20:11
6 horas, 36 minutos
Instalação da COS (Espectrógrafo de Origens Côsmicas) e reparos na ACS (Câmera Avancada de Varredura)
EVA 4
Massimino
Good
17 de maio
13:45
17 de maio
21:47
8 horas, 2 minutos
Substituição de um circuito elétrico do Espectrógrafo do Hubble
EVA 5
Grunsfeld
Feustel
18 de maio
12:20
18 de maio
19:22
7 horas, 2 minutos
Finalização da instalação das novas baterias, do novo sensor de sintonia fina, remoção da antiga proteção térmica e substituição por uma nova e troca da capa de proteção da antena do HST.

Hora de acordar[editar | editar código-fonte]

No que se tornou uma tradição nas missões espaciais, é tocada uma música no começo de cada dia, escolhida especialmente por terem uma ligação com algum tripulante ou mesmo com a situação de momento

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. BBC Brasil: "Atlantis parte em missão no Hubble". Página visitada em 16 de maio de 2009. [1]
  2. NASA: "STS-400: Ready and Waiting", Página visitada em 14 de maio de 2009, em inglês. [2]
  3. Folha de S.Paulo: "Telescópio Hubble "trava" e faz Nasa adiar missão de reparo" [3]
  4. NasaSpaceflight: "Shuttle managers decide to advance STS-125 launch target to May 11" Página visitada em 3 de maio de 2009, em inglês. [4]
  5. NASA: "Heat Shield Survey Complete". Página visitada em 12 de maio de 2009, em inglês [5]
  6. Estado de São Paulo: "Câmera que tornou o Hubble famoso será colocada em museu". Página visitada em 14 de maio de 2009. [6].
  7. Estado de São Paulo; "Astronautas substituem sistema de estabilização do Hubble". Página visitada em 16 de maio de 2009 [7]
  8. Estado de São Paulo: "Astronautas liberam telescópio Hubble de volta ao espaço". Página visitada em 19 de maio de 2009.[8]
  9. NASA "STATUS REPORT : STS-125-18". Página visitada em 22 de maio. Em inglês [9]
  10. Folha de S.Paulo: "Mau tempo na Flórida faz Nasa adiar pouso da nave Atlantis na Terra". Página visitada em 22 de maio. [10]
  11. Folha de S.Paulo: "Ônibus espacial Atlantis aterrissa na Califórnia após missão de 13 dias" [11]
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre STS-125

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
STS-119
Programa de Ônibus espaciais
Sucedido por
STS-127