STS-51-C

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
STS-51-C
51-c-patch.png
Informações da missão
Operadora NASA
Ônibus espacial Discovery
Astronautas Ken Mattingly
Loren Shriver
Ellison Onizuka
James Buchli
Gary Payton
Base de lançamento Plataforma 39A, Centro
Espacial John F. Kennedy
Lançamento 24 de janeiro de 1985
19h50min00s UTC
Cabo Canaveral, Flórida,
Estados Unidos
Aterrissagem 27 de janeiro de 1985
21h23min23s UTC
Centro Espacial John F.
Kennedy
, Cabo Canaveral,
Flórida, Estados Unidos
Órbitas 49
Duração 3 dias, 1 hora, 33 minutos,
23 segundos
Altitude orbital 341 quilômetros
Inclinação orbital 28,4 graus
Distância percorrida 2,01 milhões de quilômetros
Imagem da tripulação
Atrás: Payton, Buchli e Onizuka Frente: Shriver e Mattingly
Atrás: Payton, Buchli e Onizuka
Frente: Shriver e Mattingly
Navegação
STS-51-A
STS-51-D

A STS 51-C foi um voo espacial tripulado norte-americano, a décima quinta missão do Programa do Ônibus Espacial da NASA e o terceiro voo do Discovery. Foi lançado em 24 de janeiro de 1985 do Centro Espacial John F. Kennedy em Cabo Canaveral, Flórida, pousando no mesmo local três dias depois no dia 27. Foi a primeira missão do Ônibus Espacial dedicada a uma carga do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, dessa forma muitos detalhes da missão permanecem secretos.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Parâmetros da missão[editar | editar código-fonte]

Hora de acordar[editar | editar código-fonte]

Principais fatos[editar | editar código-fonte]

A primeira missão dedicada ao Departamento de Defesa do Estados Unidos. o Air Force Inertial Upper Stage (IUS) foi lançado a atingiu os objetivos da missão. Os feitos da missão são classificados devido às natureza do trabalho.

De acordo com a Aviation Week, a STS-51-C lançou um satélite Magnum ELINT (ELectronic INTtelligence) secreto em uma órbita geossíncrona. Um outro satélite idêntico também foi lançado pelas STS-33 e STS-38.

Também de acordo com a Aviation Week, o veículo inicialmente entra em uma órbita de 204 km x 519 km a uma inclinação de 28.45º do equador. Ele então executa três disparos do OMS (sistema de manobra orbital), o último na quarta órbita. O primeiro disparo foi para circularizar sua órbita a 519 km.

O satélite foi lançado na sétima órbita e então disparou o foguete IUS na parte ascendente da oitava órbita, para coloca-lo em uma órbita geossíncrona de transferência.

A carga classificada foi lançada com sucesso e manobrada para sua órbita operacional pelo propulsor Inertial Upper Stage (IUS), de acordo com um anúncio da Força Aérea.

O lançamento ocorreu em 24 de janeiro de 1985, às 2:40 p.m. EST—a primeira das dez missões deste ano. Ela estava originalmente agendada para 23 de Janeiro, porém foi atrasada devido às condições climáticas congelantes. a Challenger havia sido escolhida para este voo, porém esta foi substituída pela Discovery devido a problemas com a proteção térmica encontrados na Challenger.

O grupo da 51-C incluía Thomas K. Mattingly como comandante; Loren Shriver como piloto; dois especialistas da missão, James Buchli e Ellison Onizuka; e GaryPayton, o especialista da carga.

A missão teve a duração de 3 dias, 1 hora e 33 minutos. A Discovery aterrissou na Runway 15 no KSC em 27 de janeiro às 4:23 p.m. EST.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
STS-51-A
Programa de Ônibus espaciais
Sucedido por
STS-51-D