Saab 17

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Saab B17
Bombardeiro
Um Saab B17 restaurado em uma exibição aérea.
Descrição
Tipo / Missão Caça-bombardeiro monomotor a pistão, monoplano de asa-baixa
País de origem  Suécia
Fabricante Saab AB
Período de produção 19411944
Quantidade produzida 323 unidade(s)
Primeiro voo em 18 de maio de 1940 (77 anos)
Introduzido em 1942, com a Força Aérea Sueca
Aposentado em 1968, na Força Aérea da Etiópia
Variantes
Tripulação 2 (piloto e artilheiro)
Especificações (Modelo: B17C)
Dimensões
Comprimento 10 m (32,8 ft)
Envergadura 1,37 m (4,49 ft)
Altura 4,5 m (14,8 ft)
Área das asas 28,5  (307 ft²)
Alongamento 0.1
Peso(s)
Peso vazio 2,680 kg (5,91 lb)
Peso carregado 3,870 kg (8,53 lb)
Propulsão
Motor(es) 1 × motor a pistão Piaggio P.XIbis R.C.40D, de 9 cilindros, refrigerado a ar
Potência (por motor) 1,040 hp (0,776 kW)
Performance
Velocidade máxima 435 km/h (235 kn)
Velocidade de cruzeiro 370 km/h (200 kn)
Alcance bélico 1,700 km (1,06 mi)
Teto máximo 9,800 m (32,2 ft)
Razão de subida 10 m/s
Armamentos
Metralhadoras / Canhões 2 × metralhadoras Ksp M/22F de 8 mm (frontais)
1 × metralhadora Ksp M/22R de 8 mm (traseira; artilheiro)
Bombas 700 kg de bombas
Notas
Dados de SAAB Aircraft Since 1937.[1]

O Saab B17 foi um caça-bombardeiro e monomotor a pistão, desenvolvido durante a Segunda Guerra Mundial, sendo fabricado pela empresa sueca Saab AB durante o início dos anos 40.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O projeto de desenvolvimento começou no final dos anos 30 pela ASJA, e foi denominado como L-10, mas após a fusão da ASJA com a Saab em 1937, a aeronave foi rebatizado como Saab 17.[2] As asas foram reforçadas para torná-lo um bombardeiro de mergulho.[2] Como havia escassez de motores, a aeronave era levada até o seu destino, e após isso os motores eram removidos e devolvidos para uso na próxima entrega. A aeronave também foi fabricada em três versões com motores diferentes.[2]

Dois protótipos do L-10 foram encomendados, o primeiro era equipado com um Bristol Mercury XII de 880 cv (660 kW) fabricado sob licença pela NOHAB, e o segundo com um Pratt & Whitney R-1830 Twin Wasp de 1.065 cv (794 kW).

Para a produção do B17A, foram utilizados versões do Pratt & Whitney R-1830 Twin Wasp construídos na Suécia sob licença, o B17B foi equipado com o Bristol Mercury XXIV fabricados pela Svenska Flygmotor AB (SFA) sob licença, e o B17C foi equipado com o Piaggio P.XI.[3] A aeronave poderia ser equipada com trens de pouso, esquis (para operação em neve) ou flutuadores (para operação em mar). Uma característica única do Saab 17 foi a utilização do conjunto de carenagens de proteção do trem de pouso como freios de mergulho.

Histórico operacional[editar | editar código-fonte]

O primeiro voo de teste ocorreu em 18 de maio de 1940 e as primeiras entregas para a (Força Aérea Sueca) começaram em 1942. No entanto, o desenvolvimento das novas aeronaves equipadas com motores turbojatos significou que a aeronave teria um histórico de serviço curto.

Quando a aeronave terminou suas operações na Suécia durante o período de 1947-1950, 46 unidades foram vendidas para a Etiópia, permanecendo em serviço lá até 1968. Uma unidade do B17A foi vendida para a Força Aérea Austríaca em 1957,[2] e mais duas unidades do B17A foram vendidos para a Finlândia em 1959 e 1960, servindo como rebocadores-alvo para a Força Aérea Finlandesa, ambos sendo destruídos por acidentes com bastante rapidez.[2]

Por alguns meses no início de 1945, 15 unidades do B17A foram fornecidos para a DANFORCE (brigada dinamarquesa de 5,000 homens na Suécia). No entanto, à medida em que as coisas se desdobravam com a rendição alemã, não havia utilidade para estas aeronaves na libertação da Dinamarca, e os aviões foram devolvidos a Força Aérea Sueca alguns meses após a rendição alemã.

Variantes[editar | editar código-fonte]

O B17 teve 323 unidades produzidas em 5 variantes, são elas:

  • B17A: - Versão equipada com o motor Pratt & Whitney R-1830-S1C3G Twin Wasp, de 1,050-1,200 cv (780-890 kW); 132 unidades produzidas.
  • B17B: - Versão equipada com o motor Bristol Mercury XXIV de 980 cv (730 kW); 55 unidades produzidas.
  • B17C: - Versão equipada com o motor Piaggio P.XIbis RC40D de 1,040 cv (780 kW); 77 unidades produzidas.
  • S17BL: - Versão de reconhecimento com trem de pouso; 21 unidades produzidas;
  • S17BS: - Versão de reconhecimento com flutuadores; 38 unidades produzidas;

Operadores:[editar | editar código-fonte]

 Áustria

 Etiópia

 Finlândia

 Suécia

Exemplares sobreviventes:[editar | editar código-fonte]

Cinco exemplares do Saab B17 são conhecidos por terem sobrevivido atualmente.

O Museu da Força Aérea Sueca em Linköping tem duas aeronaves em sua coleção, um S17BL e um B17A, sendo esta última mantida em condições de voo.[2] Outro B17A está em exibição no Museu Dinamarquês de Ciência e Tecnologia em Helsingør.

Dois antigos B17A da Força Aérea da Etiópia foram restaurados na década de 90 e comprados por um colecionador sul-africano e transferidos para a Lituânia, mas seus estados atuais são desconhecidos.

Especificações (B17C):[editar | editar código-fonte]

Dados de SAAB Aircraft Since 1937.[4]

Características gerais

  • Tripulação: 2 (piloto e artilheiro)
  • Comprimento: 10 m
  • Envergadura: 13,7 m
  • Altura: 4,5 m
  • Área da asa: 28,5 m²
  • Peso vazio: 2,680 kg
  • Peso bruto: 3,870 kg
  • Motor: 1 × motor a pistão Piaggio P.XIbis RC40D, de 9 cilindros, refrigerado a ar;

Atuação:

  • Velocidade máxima: 435 km/h
  • Velocidade de cruzeiro: 370 km/h
  • Velocidade de aterragem: 125 km/h
  • Alcance: 1,700 km
  • Tecto de serviço: 9,800 m
  • Taxa de subida: 10 m/s
  • Carga de alar: 139 kg/m²

Armamento:

  • Metralhadoras/Canhões: 2 × metralhadoras Ksp M/22F de 8 mm (frontais); 1 × metralhadora Ksp M/22R 8 mm (traseira)
  • Bombas: 700 kg de bombas

Ver também:[editar | editar código-fonte]

Aeronaves de configurações, funções e características semelhantes:

Referências

  1. Andersson, Hans G. (1 de janeiro de 1989). SAAB Aircraft Since 1937 (em inglês). [S.l.]: Putnam. ISBN 9780851778310 
  2. a b c d e f «SAAB B 17». www.x-plane.org. Consultado em 22 de fevereiro de 2017 
  3. Webbstudio,www.avrosys.nu, © Lars Henriksson,Ljungskile. «B 17 - SAAB 17». www.avrosys.nu. Consultado em 22 de fevereiro de 2017 
  4. Andersson, Hans G. (1 de janeiro de 1989). SAAB Aircraft Since 1937 (em inglês). [S.l.]: Putnam. ISBN 9780851778310 
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.