Saeroen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Saeroen em 1958

Saeroen (Saerun na Ortografia Aprimorada) ou Kampret (morto em Bogor em 6 de outubro de 1962) foi um jornalista e roteirista indonésio.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Saeroen nasceu em Yogyakarta, então parte das Índias Orientais Neerlandesas, filho de um cortesão (abdi dalem).[1] Após um período trabalhando em estações ferroviárias na Batávia, tornou-se jornalista, por fim cofundando seu próprio jornal, Pemandangan, onde assinava com Kampret, mas este acabou sendo fechado pelos holandeses por seus textos anticoloniais. Continuou trabalhando com notícias,[2] até escrever seu primeiro filme, Terang Boelan, ao qual se seguiram muitos outros.[3] Parou de trabalhar em filmes durante a ocupação japonesa da Indonésia, período no qual sua produção é desconhecida,[4] mas ressurgiu em 1953, novamente escrevendo para jornais. Morreu em Bogor em 6 de outubro de 1962.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. I.N., 1981, p. 145
  2. a b «Saeroen». film indonesia 
  3. Biran 2009, pp. 169-171
  4. I.N. 1981, p. 150.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Biran, Misbach Yusa (2009). Sejarah Film 1900–1950: Bikin Film di Jawa. Jakarta: Komunitas Bamboo working with the Jakarta Art Council. ISBN 978-979-3731-58-2.
  • I.N., Soebagijo (1981). Jagat Wartawan Indonesia [Universe of Indonesian Journalists] (in Indonesian). Jakarta: Gunung Agung. OCLC 7654542.