Safi Adine de Ardabil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Safi Adine de Ardabil
Nascimento 1252
Ardabil
Morte 12 de setembro de 1334 (82 anos)
Ardabil
Sepultamento Conjunto do Khānegāh e do Santuário do Xeque Safi al-Din
Cidadania Irã
Ocupação poeta, teólogo
Religião Islã, Sufismo

O xeque Safi Adine de Ardabil (1252 - 1334; em persa: شیخ صفی‌الدین ابوالفتح اسحاق اردبیلی ; transl.: Sheikh Safi al-Din Abu al-Fattah Ishaq Ardebili ; em curdo: Safiyedînê Erdebîlî[1]), epônimo da dinastia safávida, foi o herdeiro espiritual e genro do grande xeque Zahed Gilani, da cidade de Lahijan, província de Gilan, no norte do Irã.

De origem obscura, Safi al-Din era, possivelmente, de ascendência iraniana ou curda,[2][3] e seu nome, Ardebili, indica proveniência da cidade de Ardabil. Seguidor do sunismo de rito Shafi'i, numa época de sincretismo e grande efervescência religiosa, [4] a maior parte do que se sabe sobre ele vem do Safvat as-safa, uma hagiografia completada em 1358, escrita por Ibn al-Bazzaz al-Ardabili, discípulo do xeque Sadr-al-Din Ardabili, o filho e sucessor de Safi al-Din. [5][6]

Referências

  1. Segundo o sistema de transcrição ou transliteração empregado, o nome pode ser pronunciado nas formas Safi ad-Din, Safi al-Din, Safi Eddin, Safi od-Din, Safi El-Din ou Safieddin.
  2. Tapper, Richard. Frontier nomads of Iran: a political and social history of the Shahsevan, Cambridge University Press, 1997, ISBN 9780521583367, p. 39.
  3. Muḥammad Kamāl, Mulla Sadra's Transcendent Philosophy, Ashgate Publishing Inc, 2006, ISBN 0754652718, p. 24.
  4. Shaykh Safi al-Din Ardabili, Oxford Reference 
  5. Encyclopedia Iranica: "EBN BAZZAZ"
  6. "Ibn al-Bazzaz al-Ardabili". In Bosworth, Clifford Edmund et al. (eds.) The Encyclopaedia of Islam. New ed. Supplement. Fascicules 5-6. Leiden: E. J. Brill, 1982 , p. 382.