Saint Michel-Auber93

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saint Michel-Auber93
Denain - Grand Prix de Denain, 24 mars 2019 (C024).JPG
Informações
Estatuto
equipa pro (-)
UCI Trade Team II (d) (-)
UCI Trade Team I (d) ()
UCI Trade Team II (d) ()
UCI Trade Team III (d) ()
continental (a partir de )
Código UCI
desconhecido (), AUB (de a ), BIG (de a ), AUB (de a ), BIG (de a ) e AUB (a partir de )
Disciplina
País
Fundação
Temporadas
29Visualizar e editar dados no Wikidata
Pessoas chave
Director geral
Stéphane Javalet (d) (a partir de )
Director(s) desportivo(s)
Designações anteriores
Aubervilliers 93
-
Aubervilliers 93-Peugeot
-
BigMat-Auber 93
-
Auber 93
-
Big Mat-Auber 93
Auber 93
-
BigMat-Auber 93
Auber 93
-
HP BTP-Auber 93
a partir de
Saint Michel-Auber 93
Equipamento
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
equipamento

Saint Michel-Auber93 (código UCI: AUB) é uma equipa ciclista francesa de categoria Continental.

História[editar | editar código-fonte]

A equipa foi fundada em 1994 na comuna de Aubervilliers nos subúrbios de Paris. Criou-se com o apoio da Federação Francesa de Ciclismo e a Liga Francesa de Ciclismo Profissional para formar jovens em resposta a um défice de ciclistas profissionais franceses.

Denominado Aubervilliers 93-Peugeot nos primeiros anos, foi seleccionado em 1996 para participar no Tour de France conseguindo uma vitória na 4.ª etapa por intermédio de Cyril Saugrain.

Em 1997 produz-se a chegada de um novo patrocinador (BigMat) e a equipa passa a chamar-se BigMat-Auber 93.

No ano 1999 pode considerar-se como um ano relativamente de sucesso. Além de uma vitória de Guillaume Auger na terceira etapa do Tour do Mediterrâneo, o sprinter Christophe Capelle foi terceiro na luta pela camisola verde do Tour de France.

No ano 2000 BigMat-Auber 93 conseguiu mais vitórias que em anos anteriores, isto se deveu principalmente ao contratar o velocista britânico Jeremy Hunt. Christophe Capelle, coroou-se o campeão nacional de estrada. No entanto, não participou na Volta a França.

Em 2001, BigMat novamente participou no Tour de France levando como novo líder a Stéphane Heulot.

No ano 2002 BigMat investiu mais dinheiro. Contratrou aos espanhóis Félix García Casas e Aitor Kintana e a equipa ascendeu à primeira divisão. Apesar destes investimentos foram poucos os sucessos, com só três vitórias em toda a temporada.

Em 2003 os cortes da pre-temporada de BigMat foram significativos, pelo que a participação nas grandes voltas já não era possível. Para 2004 BigMat decidiu retirar-se e a equipa passou a denominar-se Auber 93.

A partir de 2005 com a criação dos Circuitos Continentais UCI, a equipa registou-se na categoria Continental e continuou denominando-se Auber 93. Durante as seguintes temporadas a Auber 93 conseguiu algumas vitórias destacadas em carreiras de categoria.1 como a Tro Bro Leon (2005), o Tour de Finisterre (2007), Circuito de Lorena ou a Paris-Tours sub-23 (2008).

Em 2010, Big Mat voltou a patrocinar à equipa e novamente passou a chamar-se BigMat-Auber 93. Sem vitórias destacadas nesse ano, em 2011 conseguiu o Grande Prêmio de Plumelec-Morbihan por intermediário de Sylvain Georges.

Para 2012, pela segunda vez voltou ao seu antigo nome de Auber 93, já que Big Mat passou a patrocinar à equipa Pro Tour FDJ, ainda que a empresa seguiu apoiando à equipa feminina e amadora, continuando estes com o nome BigMat-Auber 93.

Corredor melhor classificado nas Grandes Voltas[editar | editar código-fonte]

Ano Giro d'Italia Jersey pink.svg Tour de France Jersey yellow.svg Volta a Espanha Jersey red.svg
1994 - - -
1995 - - -
1996 - 62.º

França Thierry Bourguignon

-
1997 - 28.º

França Thierry Bourguignon

-
1998 - 26.º

França Thierry Bourguignon

-
1999 - 48.º

França Thierry Bourguignon

-
2000 - - -
2001 - 40.º

França Stéphane Heulot

-
2002 - - 8.º

Espanha Félix García Casas

2003 - - -
2004 - - -
2005 - - -
2006 - - -
2007 - - -
2008 - - -
2009 - - -
2010 - - -
2011 - - -
2012 - - -
2013 - - -
2014 - - -
2015 - - -
2016 - - -
2017 - - -
2018 - - -

Material ciclista[editar | editar código-fonte]

A equipa utiliza bicicletas Look. Anteriormente utilizou BH (2004-2008), Gitane (2002-2003).

Classificações UCI[editar | editar código-fonte]

UCI Europe Tour[editar | editar código-fonte]

Temporada Classificação por equipas Melhor corredor Posição
2010-2011 22º França Sylvain Georges 40º
2011-2012 41º França Steven Tronet 71º
2012-2013 32º França Mathieu Drujon 96º
2013-2014 32º França Stéphane Rossetto 56º
2015 24º França Steven Tronet 55º
2016 22º França Romain Feillu 33º
2017 14º França Flavien Dassonville 58º
2018 21º França Damien Touzé 126º

Palmarés[editar | editar código-fonte]

Palmarés 2019[editar | editar código-fonte]

Circuitos Continentais UCI[editar | editar código-fonte]

Datas Circuito Carreiras Ganhador

Elenco[editar | editar código-fonte]

Elenco de 2019[editar | editar código-fonte]

Nome[1] Nascimento Nacionalidade Equipo 2018
Nicolas Baldo 10/06/1984  França Saint Michel-Auber93
Romain Feillu 16/04/1984  França Saint Michel-Auber93
Tony Hurel 01/11/1987  França Sojasun espoir
Alo Jakin 14/11/1986  Estónia Saint Michel-Auber93
Kévin Le Cunff 16/03/1988  França Saint Michel-Auber93
Anthony Maldonado 09/04/1991  França Saint Michel-Auber93
Flavien Maurelet 16/03/1991  França Saint Michel-Auber93
Yoann Paillot 28/05/1991  França Saint Michel-Auber93
Camille Thominet 22/06/1990  França Saint Michel-Auber93
Morne van Niekerk 17/08/1995 África do Sul Neoprofesional

Ciclistas formados[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Saint Michel-Auber93