Saison

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox grammar.svg
Esta página ou secção precisa de correção ortográfico-gramatical.
Pode conter incorreções textuais, podendo ainda necessitar de melhoria em termos de vocabulário ou coesão, para atingir um nível de qualidade superior conforme o livro de estilo da Wikipédia. Se tem conhecimentos linguísticos, sinta-se à vontade para ajudar.
Saison Dupont Vieille Provision, o modelo para as saisons modernas

Saison (francês, "estação", pronúncia francesa: [sɛ.zɔ]) é uma cerveja cujo teor alcoólico fica geralmente em torno de 7% ABV, altamente gaseificada, frutada e picante.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Como um estilo de cerveja, a Saison começou como uma pale ale fabricada nos meses mais frios, menos ativos em fazendas da Valônia, a região de língua francesa da Bélgica. A produção era armazenada para consumo nos meses de chuva.[1] Estas cervejas eram de um ABV menor do que as Saisons modernas - variavam de 3 a 3,5% ABV, em média, enquanto no início do século XX estes valores subiram para entre 4,5 e 6,5% ABV.[2]  Elas eram servidas aos trabalhadores agrícolas que tinham direito a até cinco litros para cada dia de trabalho.[1] Fazer a cerveja fora dos meses de verão era comum para todos os fabricantes antes da invenção da refrigeração, devido à probabilidade da deterioração da cerveja, quando fermentada no verão. Os agricultores, possivelmente, também fabricavam durante os meses mais frios para fornecer trabalho para o seu pessoal permanente durante o período mais calmo.[3] Depois da fabricação, a cerveja era armazenada até o verão, quando os principais consumidores seriam os trabalhadores sazonais ("saisonniers").[4]

Saison no Brasil[editar | editar código-fonte]

Algumas novas importações e criações de cervejas nacionais, como a Wäls Saison de Caipira – produzida no Brasil no fim de 2012 em parceria com o mestre cervejeiro da Brooklyn, de Nova York, Garett Oliver, e lançada em janeiro –, fizeram com que o estilo Saison ganhasse certa visibilidade no país. Pela sua refrescância e riqueza de sabores, é uma ótima opção para os dias quentes. No entanto, continua meio obscura para muitos cervejeiros, pois não é tão popular quanto a maioria das cervejas especiais.

Composição[editar | editar código-fonte]

O tipo de malte determina a cor da Saison, embora a maioria das "Saisons" sejam de uma cor dourada nebulosa como resultado do mosto ser principalmente malte claro ou pilsner. O uso de maltes escuros resulta em algumas Saisons avermelhadas-âmbar. Algumas receitas também usam trigo ou especiarias como as raspas de laranja, coentro e gengibre. Algum caráter picante pode vir devido à produção de ésteres durante a fermentação em temperaturas frias.[5] [6]

Referências

  1. a b c Phil Markowski (9 de setembro de 2011). The Oxford Companion to Beer. [S.l.]: Oxford University Press. p. 711. Consultado em 27 de novembro de 2012 
  2. Yvan de Baets (25 de dezembro de 2004). Farmhouse Ales: Culture and Craftsmanship in the Belgian Tradition. [S.l.]: Brewers Publications. p. 120. Consultado em 27 de novembro de 2012 
  3. Yvan de Baets (25 de dezembro de 2004). Farmhouse ales: culture and craftsmanship in the Belgian tradition. [S.l.]: Brewers Publications. p. 98 
  4. Yvan de Baets (25 de dezembro de 2004). Farmhouse ales: culture and craftsmanship in the Belgian tradition. [S.l.]: Brewers Publications. p. 99 
  5. Phil Markowski (2004). Farmhouse ales. [S.l.]: Brewers Publications. p. 166. Consultado em 12 de outubro de 2010 
  6. Farmhouse Ales: Culture and Craftsmanship in the European Tradition, pages 168–173, Phil Markowski, Brewers Publications (2004), ISBN 0-937381-84-5