Sala de Sintra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pintura das Armas dos Almadas, mandadas executar por D. Manuel I no Palácio Nacional de Sintra, editada por Anselmo Braamcamp Freire no seu Livro dos Brasões da Sala de Sintra,

O Rei Dom Manuel I fez reunir todos os brasões e insígnias existentes no reino para organizar e normatizar o uso de armas e da concessão de brasões. Este material foi reunido em um livro e escolhidos os 72 brasões das famílias principais da alta nobreza de Portugal, famílias essas, consideradas ilustres em honra, história e bens. Estes 72 brasões foram pintados no teto da Sala dos Brasões do Paço Real de Sintra, atualmente denominado Palácio Nacional de Sintra.

Também conhecida como Sala de Armas, é um dos melhores exemplos da afirmação do poder real. No centro do teto desta sala que mede aproximadamente 14 por 13 metros, estão representadas as armas do Rei Dom Manuel I, circundadas por seis brasões representando sua descendência masculina (os príncipes) e dois brasões em lisonja (em forma de losango) representando sua descendência feminina (as princesas). Abaixo destes estão os setenta e dois brasões da mais notável nobreza da época, dispostos em ordem de importância, que estão assentes no ventre de veados sobre cujas cabeças repousa o timbre de cada família.

Listagem dos Brasões e sua correspondente localização na Sala de Sintra
A - Armas do Rei Dom Manuel I 3 - Castro 36 - Miranda
B - Infante Dom Yoam 7 - Castro (da Penha Verde) 6 - Meneses
C - Infante Dom Luis 63 - Cerveira 44 - Mota
D - Infante Dom Fernando 59 - Coelho 29 - Moura
E - Infante Dom Afonso 32 - Corte-Real 54 - Nogueira
F - Infante Dom Enrique 45 - Costa 1 - Noronha
G - Infante Dom Duarte 2 - Coutinho 47 - Pacheco
H - Infante Dona Isabel 8 - Cunha 10 - Pereira
I - Infanta Dona Beatriz 5 - Eça 46 - Pessanha
42 - Aboim 69 - Faria 57 - Pestana
27 - Abreu 18 - Febos Monis 64 - Pimentel
71 - Aguiar 61 - Ferreira 67 - Pinto
23 - Albergaria 53 - Gama 60 - Queiróz
14 - Albuquerque 65 - Góios 34 - Ribeiro
24 - Almada 56 - Góis 31 - Sá
16 - Almeida 68 - Gouveia 39 - Sampaio
15 - Andrade 21 - Henriques 62 - Sequeira
66 - Arca 33 - Lemos 52 - Serpa
4 - Ataíde 19 - Lima 13 - Silva
25 - Azevedo 49 - Lobato 48 - Sotomaior
58 - Barreto 30 - Lobo 9 - Sousa
55 - Bethancourt 40 - Malafaia 37 - Tavares
72 - Borges 17 - Manuel 20 - Távora
28 - Brito 38 - Mascarenhas 50 - Teixeira
35 - Cabral 41 - Meira 51 - Valente
43 - Carvalho 12 - Melo 11 - Vasconcelos
26 - Castelo-Branco 22 - Mendonça 70 - Vieira

Esta sala e respectivos brasões de armas foram bem descritos por Anselmo Braamcamp Freire, no seu "Livro Brasões da Sala de Sintra".