Sala do Trono (Museu Nacional)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Visão geral da Sala do Trono, no Museu Nacional, em fevereiro de 2018.

A Sala do Trono de Pedro II, ou apenas Sala do Trono, era um dos espaços do Museu Nacional, destruído pelo incêndio de 2018. Na sala, ficavam em exposição o trono do imperador Dom Pedro II; era aliás nesse local, no Palácio São Cristóvão, na Quinta da Boa Vista, que o imperador recebia seus súditos para o beija-mão.[1]

As paredes e o teto tinham uma decoração de destaque, com representações mitológicas, como Júpiter, Vênus, Cupido, Mercúrio e Minerva. Essas representações, em estilo renascentista, foram realizadas por Mario Bragaldi, com uma técnica chamada trompe l'oeil, que faz as pinturas parecerem em alto relevo.[2]

Na sala, estavam também representadas a Justiça, a Fortaleza, a Temperança e a Prudência.[2]

No museu, a Sala do Trono estava situada no Segundo Pavimento, ao lado do espaço Entre Dois Mundos, também conhecida como Sala dos Diplomatas.[3]

Galeria[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sala do Trono (Museu Nacional)

Referências

  1. «Conheça algumas das peças únicas destruídas no incêndio do Museu Nacional». MegaCurioso - As curiosidades mais interessantes estão aqui. 3 de setembro de 2018 
  2. a b «As ilusões da Sala do Trono de Pedro II». O Globo. 11 de julho de 2018 
  3. «Veja como era o prédio do Museu Nacional antes de incêndio». Folha de S.Paulo. 4 de setembro de 2018 

Ligação externa[editar | editar código-fonte]