Salgado Filho (Belo Horizonte)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Salgado Filho (Belo Horizonte)
—  Bairro do Brasil  —
Distritos
 - IDH 0,825
Energia elétrica (%) 100
Água encanada (%) 100
Coleta de lixo (%) 100
Fonte: Não disponível

Salgado Filho é um bairro da Região Oeste de Belo Horizonte.

De acordo com a Prefeitura de Belo Horizonte, a origem do bairro, ao que consta, vem do loteamento aprovado em 1941 pelo prefeito Juscelino Kubitschek, que criou naquela ocasião a Vila Operária Fazenda do Mato da Lenha, no local onde outrora existia uma parada de tropeiros.

O nome Salgado Filho, adotado em 1950, foi uma homenagem a Joaquim Pedro Salgado Filho, ministro da Aeronáutica do Governo Getúlio Vargas que, por ironia do destino, morreu em um acidente aéreo naquele ano.

Transportes[editar | editar código-fonte]

O bairro Salgado Filho fica mais ou menos em um "vale", então a maioria das linhas de ônibus de bairros próximos a ele passam na rua principal, Lagoa da Prata, (2033, 2034, 5250, 1404-A, 1404-B, 1404-C, 3054, 9211, 9214, S22). Ônibus 7110 e 7120, região de contagem, também passam no bairro Salgado Filho na rua Lagoa da Prata com sentido Betânia-BH/Riacho-Contagem

Mas ele só tem 2 linhas de ônibus fixas, 4205 (Ermelinda / Salgado Filho) e 2152 (Salgado Filho / Cruzeiro).206(Circular Oeste )

Infraestrutura e Comércio[editar | editar código-fonte]

O Bairro possui fraco potencial econômico dado a seu escasso comércio, constituído apenas de bares, papelarias, açougues, oficinas mecânicas regulares e irregulares, feiras e galpões vazios que, mais tarde, se tornam igrejas evangélicas. Aliás, igrejas evangélicas têm sido outro aspecto dominante do Salgado Filho. Em 2012, foram criadas as agências bancárias da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil na Rua Lagoa da Prata, valorizando o bairro e reforçando o seu potencial de crescimento.

Saúde[editar | editar código-fonte]

O bairro possui o Hospital Espírita André Luiz "HEAL" e o posto de Saúde Salgado Filho. O bairro também possui duas praças, sendo que em uma delas está instalada uma Academia da Cidade. Também é sede de alguns públicos como a SLU, a logística do Hospital Sarah Kubitschek e o Tribunal de Contas da União.

Educação[editar | editar código-fonte]

O bairro tem a Escola Estadual Cândido Portinari, Escola Estadual Alzira Albuquerque Mosqueira, Escola Estadual José Mendes Corrêa e Escola Municipal Salgado Filho cuja entrada é pelo bairro Havaí.

Cultura[editar | editar código-fonte]

O bairro e a Regional Oeste ganharam em dezembro de 2008 o Centro Cultural Salgado Filho. O espaço surgiu após luta dos moradores da região e mantém infra-estrutura propícia ao desenvolvimento e compartilhamento das artes da cultura local. O Centro funciona nas antigas dependências da Escola Municipal Salgado Filho, transferida para o bairro Havaí. O local possui um auditório multiuso com capacidade para 100 pessoas, além de Biblioteca e salas de oficinas de artes plásticas.

Bairros Limitrófes[editar | editar código-fonte]

Betania, Havaí, Nova Cintra, Nova Suissa, Jardim América.


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.