Salomão Malina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2019). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Salomão Malina
Nascimento 16 de maio de 1922
Morte 31 de agosto de 2002 (80 anos)
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Político

Salomão Malina (16 de maio de 1922 - 31 de agosto de 2002) foi presidente nacional do Partido Comunista Brasileiro entre 1987 e 1991.

Último Secretário Geral do Partido Comunista Brasileiro (PCB) antes da cisão que deu origem ao PPS (Partido Popular Socialista). Ingressou no PCB no início dos anos 1940. Durante sua vida passou vários anos presos e 35 anos na clandestinidade. Combateu, como Oficial, na Segunda Guerra Mundial; tendo sido condecorado, por sua bravura, com a Cruz de Combate de Primeira Classe, a maior condecoração de guerra do Exército Brasileiro. [1] [2] Assumiu a direção do PCB em 1987 por ocasião do VIII Congresso do Partido. Foi diretor do jornal Imprensa Popular, também do PCB.

Morreu na madrugada de 31 de agosto de 2002, na antevéspera de receber a Medalha Anchieta e o Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo. Teve o corpo velado na Assembleia Legislativa de São Paulo naquela data de seu óbito. [1] [2]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Respectivo arquivamento, via Archive.is, de 30 de setembro de 2017
Respectivo arquivamento, via Archive.is, de 30 de setembro de 2017
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.