Saludos Amigos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Saludos Amigos
No Brasil
  • Alô, Amigos
Em Portugal
  • Olá Amigos
  • Olá, Amigos!
Estados Unidos
1942 •  cor •  42 min 
Direção
Produção Walt Disney
Roteiro
Narração Fred Shields
Elenco
Género animaçãomusical
Música
Companhia(s) produtora(s) Walt Disney Productions
Distribuição RKO Radio Pictures
Lançamento
Idioma inglêsportuguês[1]
Receita US$ 1.135 milhão[3]

Saludos Amigos (bra: Alô, Amigos[1][4]; prt: Olá Amigos ou Olá, Amigos![5][6]) é um filme estadunidense do gênero de animação, produzido por Walt Disney em 1942, e lançado internacionalmente pela RKO Radio Pictures. É o sexto longa-metragem de animação dos estúdios Disney, teve sua estreia no Rio de Janeiro em 24 de agosto de 1942,[1] nos Estados Unidos o filme foi lançado em 6 de fevereiro de 1943.[7] Situado na América Latina, o filme possui quatro diferentes segmentos; Pato Donald estrela dois e Pateta um. O filme mostra a primeira aparição de Zé Carioca.[8]

A produção do filme está relacionada com os esforços dos Estados Unidos para reunir aliados durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945),[9] esforço esse conhecido como "política da boa vizinhança".[10] Saludos Amigos foi tão popular que a Disney resolveu fazer outro filme sobre a América Latina, The Three Caballeros, que foi produzido dois anos depois.[11]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

No início de 1941, antes da entrada dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial,[12] Walt Disney e uma equipe de desenhistas foram ao Brasil, em 1942,[13] enviados por Franklin D. Roosevelt, presidente dos Estados Unidos na época, como forma de manter o Brasil no grupo de aliados em guerra contra o fascismo europeu.[14] Isso estava acontecendo, pois vários governos latino-americanos mantinham laços estreitos com a Alemanha Nazista[15] e o governo dos EUA queria contrariar esses laços.[16] Mickey Mouse e outros personagens da Disney eram populares na América Latina, com Walt Disney sendo o embaixador.[17] O filme incluiu várias sequências de cenas em live-action, incluindo modernas cidades latino-americanas com arranha-céus e moradores vestidos de maneira elegante.[18] Essas cenas surpreenderam muitos telespectadores contemporâneos dos Estados Unidos, que associaram essas imagens a cidade norte-americanas ou européias.[19] O historiador [de cinema] Alfred Charles Richard Jr. afirmou que Saludos Amigos "conseguiu consolidar uma comunidade de interesses entre os habitantes das Américas em poucos meses do que o Departamento de Estado dos Estados Unidos em cinquenta anos".[20][21]

O filme também inspirou o cartunista chileno René Ríos Boettiger a criar Condorito, um dos personagens de desenho mais onipresentes da América Latina.[22]

Segmentos do filme[editar | editar código-fonte]

Abertura do filme.

O filme possui quatro segmentos, cada um deles começa com imagens dos artistas da Disney visitando o país, fazendo desenhos da cultura local e dos cenários.[23]

  • Lago Titicaca: Nesse segmento, o turista americano Pato Donald visita o Lago Titicaca conhecendo os nativos e tendo problemas com uma lhama.[24]
  • Pedro: A sinopse de Pedro diz respeito ao pequeno avião partindo do Chile, em sua primeira viagem para pegar correspondência aérea em Mendoza, com resultados quase desastrosos.[25] Este segmento foi lançado depois como um curta-metragem independente em 13 de maio de 1955 pela RKO Pictures.[25]
  • El Gaucho Goofy: Nesse segmento, Pateta é um caubói norte-americano que vai misteriosamente para os pampas argentinos onde aprende sobre os nativos.[26]
  • Watercolor of Brazil: O final do filme, traz um novo personagem, Zé Carioca, passeando pela América do Sul o Donald e o ensinando o samba (com as canções "Aquarela do Brasil" e "Tico-tico no Fubá").[27]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Elenco original e dublagem em português[editar | editar código-fonte]

Trailer do longa-metragem, com alguns personagens.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora original do filme foi composta por Edward H. Plumb, Paul J. Smith e Charles Wolcott.[29] A canção-título, "Saludos Amigos", foi escrita por Charles Wolcott e Ned Washington.[30] O longas-metragem também contou com a canção "Aquarela do Brasil",[31] escrita pelo popular compositor brasileiro Ary Barroso[31] e interpretada por Aloysio de Oliveira,[32] e uma versão instrumental de "Tico-Tico no Fubá", de Zequinha de Abreu.[7] "Aquarela do Brasil" foi escrita e interpretada pela primeira vez em 1939, mas não obteve muito sucesso inicial.[33] No entanto, depois de aparecer neste filme, tornou-se um sucesso internacional,[34] tornando-se a primeira canção brasileira a ser tocada mais de um milhão de vezes nas rádios norte-americanas.[35]

A trilha sonora do filme foi lançada pela Decca Records em 1944 como uma coleção de disco de 78 rotações com três singles.[36]

Indicações[editar | editar código-fonte]

O longa-metragem foi indicado a três Óscar em 1943,[37] nas categorias de melhor trilha sonora,[38] melhor canção original por "Saludos Amigos"[39] e melhor mixagem de som.[37]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Cinemas[editar | editar código-fonte]

Saludos Amigos estreou no Rio de Janeiro em 24 de agosto de 1942.[1] Foi lançado nos Estados Unidos em 6 de fevereiro de 1943. Foi relançado nos cinemas em 1949.[40] O longa-metragem lucrou, em 1951, cerca de 1.135 milhões de dólares, no mundo todo,[41] No Canadá e nos Estados Unidos arrecadou 515.000 mil dólares.[42]

Referências

  1. a b c d e «Alô, Amigos». no AdoroCinema 
  2. Growther, Bosley (13 de fevereiro de 1943). «THE SCREEN; 'Saludos Amigos,' a Musical Fantasy Based on the South American Tour Made by Walt Disney, Arrives at the Globe». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  3. «Richard B. Jewell's RKO film grosses, 1929–51: The C. J. Trevlin Ledger: A comment.». Historical Journal of Film, Radio and Television, Volume 14, Issue 1, 1994. 
  4. «Alô, Amigos (1942)». Cineplayers. 27 de novembro de 2018. Consultado em 27 de junho de 2020 
  5. Olá Amigos no DVDPT (Portugal)
  6. Olá, Amigos! no SapoMag (Portugal)
  7. a b «FILMOGRAFIA - SALUDOS AMIGOS». bases.cinemateca.gov.br. Consultado em 27 de junho de 2020 
  8. Ferreira, Camila Manduca (2012). «Zé Carioca: um papagaio na periferia do capitalismo». Revista Novos Rumos. 49 (1). ISSN 0102-5864 
  9. «Brasil na Segunda Guerra Mundial - educação». História - educação. Consultado em 27 de junho de 2020 
  10. «Política da Boa Vizinhança». Toda Matéria. Consultado em 27 de junho de 2020 
  11. «The Three Caballeros». Variety (em inglês). 1 de janeiro de 1945. Consultado em 27 de junho de 2020 
  12. «World War II: America's Motivation and Impact». IDCA (em inglês). 25 de julho de 2018. Consultado em 27 de junho de 2020 
  13. «Cultural Exchange in the Forging of Brazil's Special Relationship with the U.S. | Brazil: Five Centuries of Change». library.brown.edu (em inglês). Consultado em 27 de junho de 2020 
  14. Diesendruck, Elcan (2000). Com licença. [S.l.]: NBL Editora. p. 35. 96 páginas. ISBN 9788521310921 
  15. «Nazi Germany and Latin America». www.historia.ro (em inglês). Consultado em 27 de junho de 2020 
  16. Klein, Christopher. «How South America Became a Nazi Haven». HISTORY (em inglês). Consultado em 27 de junho de 2020 
  17. «What Walt Disney Learned From South America». NPR.org (em inglês). Consultado em 27 de junho de 2020 
  18. Pitts, Michael R. (2015). RKO Radio Pictures Horror, Science Fiction and Fantasy Films, 1929-1956 (em inglês). [S.l.]: McFarland. p. 261. 408 páginas. ISBN 9780786460472 
  19. Watts, Steven (2013). The Magic Kingdom: Walt Disney and the American Way of Life (em inglês). [S.l.]: University of Missouri Press. p. 245. 550 páginas 
  20. Noriega, Chon A. (1 de julho de 1993). «Review: The Hispanic Image on the Silver Screen: An Interpretive Filmography from Silents into Sound, 1898-1935 by Alfred Charles Richard, Jr.». Film Quarterly (em inglês). 46 (4): 65–65. ISSN 0015-1386. doi:10.2307/1213191 
  21. «In 1942, Disney Made a Latin Movie to Fight Nazis | Film, Remezcla». Remezcla (em inglês). 8 de outubro de 2012. Consultado em 27 de junho de 2020 
  22. Corvalán, Francisco (6 de agosto de 2019). «A 70 años de Condorito: la mejor caricatura de Chile». La Tercera (em espanhol). Consultado em 27 de junho de 2020 
  23. Alô, Amigos: Curiosidades, AdoroCinema, consultado em 27 de junho de 2020 
  24. «PAPAGAIO NASCEU NA DISNEY, EM 1941». Folha de S.Paulo. 5 de janeiro de 1996. Consultado em 27 de junho de 2020 
  25. a b «Crítica | Alô, Amigos». Plano Crítico. 25 de janeiro de 2018. Consultado em 27 de junho de 2020 
  26. El gaucho Goofy (S) (1943) (em inglês), consultado em 27 de junho de 2020 
  27. Hits, Smashed (25 de junho de 2014). «Smashed Hits: Aquarela do Brasil». BBC News (em inglês) 
  28. a b c d «Alô Amigos / Saludos Amigos Brazilian Portuguese Voice Cast». WILLDUBGURU (em inglês). Consultado em 27 de junho de 2020 
  29. «Saludos Amigos (1943) - Music - TCM.com». Turner Classic Movies (em inglês). Consultado em 27 de junho de 2020 
  30. «Nascido no Copacabana Palace, Zé Carioca completa 70 anos». Folha de S.Paulo. 25 de novembro de 2012. Consultado em 27 de junho de 2020 
  31. a b «Ary Barroso: Uma breve biografia do compositor de "Aquarela do Brasil"». educacao.uol.com.br. Consultado em 27 de junho de 2020 
  32. «Cultura Brasil - Estúdio F - 25 anos sem Aloysio de Oliveira». cmais+. Consultado em 27 de junho de 2020 
  33. Teles, José (14 de outubro de 2019). «Aquarela do Brasil nasceu numa noite de temporal». JC. Consultado em 27 de junho de 2020 
  34. «Aquarela do Brasil completa 80 anos». EBC Rádios. 29 de agosto de 2019. Consultado em 27 de junho de 2020 
  35. McAuley, Paul (2017). Brazil. Col: BFI Film Classics (em inglês). 1. [S.l.]: Editora Bloomsbury. p. 86. 96 páginas. ISBN 9781844577965 
  36. «Walt Disney's Latin American Features on Records – Part 1 |». cartoonresearch.com (em inglês). Consultado em 27 de junho de 2020 
  37. a b «The 16th Academy Awards | 1944». Oscars.org (em inglês). Consultado em 27 de junho de 2020 
  38. Carden, Andrew (30 de julho de 2018). «Oscar Flashback: Best Original Songs of the early 1940s, including 'White Christmas' and 'You'll Never Know'» (em inglês). GoldDerby. Consultado em 27 de junho de 2020 
  39. «1943 Best Original Song - God Bless Ethel Waters». The Awards Connection (em inglês). Consultado em 27 de junho de 2020 
  40. «Saludos Amigos (1942) | UC Berkeley Library». www.lib.berkeley.edu. Consultado em 27 de junho de 2020 
  41. «Saludos Amigos». The Movie Database (em inglês). Consultado em 27 de junho de 2020 
  42. «aquarela do brasil disney». lewesecoopenhouses.org.uk (em inglês). Consultado em 27 de junho de 2020 
Precedido por
Bambi
Lista de filmes de animação da Disney
1940
Sucedido por
The Three Caballeros