Salyut 1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Salyut 1
Insignia da Missão
Salyut program insignia.jpg
Estatística da Missão
Nome da Missão: Salyut 1
Sinal de Chamada: Salyut
Lançamento: 19 de Abril de 1971
01:40:00 UTC
Baikonur,
U.S.S.R
Reentrada: 11 de Outubro de 1971
Grupos: 1
Ocupada: 24 dias
Em Órbita: 175 dias
Número de
Órbitas:
2 929
Apogeu: 138 mi (222 km)
Perigeu: 124 mi (200 km)
Período: 88.5 min
Inclinação 51.6 deg
Distância
Viajada:
~73 696 192 mi
(~118,602,524 km)
Massa Orbital: 18 425 kg
Salyut 1

Salyut 1 (DOS 1) foi a primeira estação espacial Salyut, e a primeira estação espacial feita pelo homem. Foi lançada em 19 de abril de 1971. Sua primeira tripulação foi lançada na Soyuz 10, mas não foi capaz de embarcar devido a uma falha no mecanismo de aterrissagem; sua segunda tripulação foi lançada na Soyuz 11 e ficou a bordo por 23 dias produtivos. Infelizmente, um válvula equalizadora de pressão da Soyuz 11 abriu prematuramente na reentrada, matando todos os três integrantes da tripulação. A Salyut 1 reentrou na atmosfera terrestre em 11 de Outubro de 1971.

Salyut 1


Especificações[editar | editar código-fonte]

  • Comprimento - 15.8 m
  • Diâmetro Máximo - 4.15 m
  • Volume Habitável - 90 m³
  • Peso no Lançamento - 18 900 kg
  • Veículo de Lançamento - Proton (três estágios)
  • Distancia entre painéis solares - cerca de 10 m
  • Área de painéis solares - 28 m²
  • Número de painéis solares - 4
  • Transportador de recarga - Salyut tipo-1 Soyuz
  • Número de portos de aterrissagem - 1
  • Total de missões tripuladas - 2
  • Total de missões tripuladas de longa duração - 1

Naves espaciais visitantes e grupos[editar | editar código-fonte]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

No lançamento, o propósito anunciado da Salyut era de testar os elementos do sistema de uma estação espacial e conduzir experimentos e pesquisas científicos. A nave foi descrita como tendo 20 m de comprimento, 4 m de diâmetro máximo, e 99 m³ de espaço interior com uma massa em órbita de 18 425 kg. De seus compartimentos, três eram pressurizados (100 m³ total), e dois poderiam ser ocupados pela tripulação. O primeiro, ou transferência, foi conectado diretamente com a Soyuz 11. Seu cone de aterrissagem tinha um diâmetro de 2 m na frente e um diâmetro de 3 m na parte posterir. O segundo compartimento , ou principal, tinha cerca de 4 m de diâmetro. As transmissões televisionadas mostram espaço o suficiente para oito grandes cadeiras (sete nos consoles de trabalho), vários painéis de controle, e 20 vigias (alguns desobstruidos por instrumentos). O terceiro compartimento pressurizado continha os equipamentos de controle e comunicações, a fonte de energia, o sistema de suporte de vida, e outros equipamentos auxiliares. O quarto, e último, compartimento (despressurizado) tinha cerca de 2 m de diâmetro e continha as instalações do motor e equipamentos de controle associados. A Salyut tinha baterias químicas, suprimentos reserva de água e oxigênio, e sistemas de regeneração. Montados externamente havia dois pares de painéis solares que se estendiam como asas dos menores compartimentos a cada fim, os radiadores para controle de calor, e dispositivos de orientação e controle.


Expedições na Salyut 1[editar | editar código-fonte]

Expedição Grupo Data de
Lançamento
Vôo de Subida Data de
Aterrissagem
Vôo de Descida Duration
- Dias -
Soyuz 11 Georgi Dobrovolski,
Viktor Patsayev,
Vladislav Volkov
6 de Junho de 1971
04:55:09 UTC
Soyuz 11 29 de Junho de 1971
23:16:52 UTC
Soyuz 11 23.77

Grupos e Missões[editar | editar código-fonte]

Depois de 24 horas de aproximação e alinhamento, a Soyuz 10 pousou na Salyut em 23 de Abril e permaneceu aterrissada por 5 horas e 3 minutos. O grupo não se transferiu para a estação espacial. A Soyuz 11 precisou de 3 h e 19 min em 7 de Junho para uma aterrissagem completa. O grupo se transferiu para a Salyut e sua missão foi anunciada como:

  1. verificação e teste da unidades, sistemas onboard, e equipamentos da estação orbital pilotada
  2. testar os métodos e autonomia da orientação e navegação da estação, assim como os sistemas controlando o complexo espacial enquanto se movimenta em órbita
  3. estudas objetos geológico-geográficos na superfície terrestre, formações atmosféricas, e a cobertura de neve e gelo sobre e Terra
  4. estudar características físicas, processos, e fenômenos na atmosfera e no espaço exterior em várias áreas do espectro da radiação eletromagnética
  5. conduzir estudos medico-biológicos para determinar as possibilidades de realizar uma série de trabalhos pelos cosmonautas na estação e estudar a influência dos vôos espaciais no organismo humano.

Em 29 de Junho, após voar 362 órbitas aterrissada na Salyut, o grupo da Soyuz 11 retornou para a Soyuz 11. A Salyut se moveu para uma órbita superior em Julho e Agosto de 1971 para garantir que não iria acabar prematuramente devido ao decaimento orbital. Em 11 de Outubro, os motores da Salyut foram ativados, pela última vez, para abaixar sua órbita e garantir a queda no Oceano Pacífico. Após 175 dias no espaço, a primeira verdadeira estação espacial morreu. Pravda (26 de Outubro de 1971) disse que os objetivos da Salyut feitos 75 porcento dos casos por meios ópticos, em 20 porcento por meios rádio-técnicos, e uma pequena quantia por meios magneto-métricos, gravitacionais, e outros estudos. Leituras sinópticas foram feitas nas partes visível e invisível do espectro eletromagnético.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Programa Salyut
Sucedido por
Salyut 2