Samarone Lima de Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Samarone Lima de Oliveira
Nascimento 3 de maio de 1969 (49 anos)
Crato,  Brasil
Prémios Prêmio Literário da Fundação Biblioteca Nacional (2014)
Género literário Poesia
Movimento literário Pós-modernismo

Samarone Lima de Oliveira (Crato, 3 de maio de 1969) é um jornalista e poeta brasileiro[1].

Vive no Recife desde 1987. Fez mestrado em Integração Latino-Americana na USP, com uma dissertação sobre a ação do grupo Clamor[2]. Foi duas vezes finalista do Prêmio Jabuti: na categoria Reportagem, com Viagem ao Crepúsculo[3], relato de sua viagem a Cuba[4], e na categoria Poesia, com A Praça Azul & Tempo de Vidro[5]. Seu segundo livro de poesias, O Aquário Desenterrado, ganhou o Prêmio Alphonsus de Guimaraens[6].

Obras[editar | editar código-fonte]

Reportagem[editar | editar código-fonte]

  • (1998)
  • Clamor (2003)
  • Viagem ao Crepúsculo (2010)

Crônicas[editar | editar código-fonte]

  • Estuário (1995)
  • Trilogia das Cores (2013)

Poesia[editar | editar código-fonte]

  • A Praça Azul & Tempo de Vidro (2012)
  • O Aquário Desenterrado (2014)

Referências

  1. A melodia às avessas de Samarone Lima. Revista Brasileiros, 6 de maio de 2014
  2. PROLAM/USP
  3. Samarone Lima é finalista do Prêmio Jabuti. Aqui, 1 de setembro de 2010
  4. Samarone fala sobre “Viagem ao Crepúsculo”. Substantivo Plural, 1 de março de 2010
  5. Conheça os finalistas do Jabuti. LeiaJá, 18 de setembro de 2013
  6. Nordestinos vencem o Prêmio da Fundação Biblioteca Nacional. Pernambuco.com, 2 de setembro de 2014

Ligações externas[editar | editar código-fonte]