Sambódromo do Anhembi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Sambódromo do Anhembi visto de cima.

O Polo Cultural e Esportivo Grande Otelo[1][2], conhecido popularmente como Sambódromo do Anhembi, está localizado no Anhembi, no distrito de Santana, na Zona Norte da cidade de São Paulo, no Brasil.

Nele, são realizados, todos os anos, os desfiles dos três principais grupos das escolas de samba do Carnaval de São Paulo, organizados pela LigaSP, a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo.

Desde Janeiro de 2021, o Sambódromo do Anhembi é gerido não mais pela São Paulo Turismo, mas pela GL Events Brasil Participações, que ganhou a licitação para concessão durante 30 anos.[3] A empresa é responsável pela reforma, gestão, manutenção, operação e exploração comercial das estruturas.

Características[editar | editar código-fonte]

Projetado pelo renomado arquiteto Oscar Niemeyer[4], foi inaugurado em 01 de fevereiro de 1991[5]. Possui 530 metros de comprimento e 14 metros de largura. Conta com um piso de concreto estrutural antialagamento, além de ter capacidade para cerca de 30.000 pessoas.

Quando foi inaugurado em 1991, a passarela do samba tinha capacidade para apenas 10.000 pessoas. Em 1995, com a conclusão de alguns módulos de arquibancada, sua capacidade passou dos então 10 mil para 20 mil. Mas foi somente em fevereiro de 1996, com todos os setores concluídos, que foi entregue o Sambódromo com sua capacidade ampliada para 30.000 pessoas.

Eventos[editar | editar código-fonte]

Além de abrigar o desfile das escolas de samba paulistanas, o sambódromo já foi palco de outros acontecimentos, como: Programas televisivos (Popstars[6] e Ídolos)[7]; São Paulo Indy 300 (uma etapa da Fórmula Indy)[8] e a Oi Megarrampa (competição de skate).[9]

A popstar americana Miley Cyrus se apresentou no local em 26 de setembro de 2014, como parte de sua turnê Bangerz Tour.[10]

A banda canadense Arcade Fire se apresentou no sambódromo no dia 9 de dezembro de 2017, na turnê do disco Everything Now.[11]

É, ainda, o local onde ocorrem, anualmente, os desfiles oficiais de 7 de Setembro na cidade.[12]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Cópia arquivada». Abril Comunicações S.A. Consultado em 29 de janeiro de 2021. Arquivado do original em 8 de abril de 2008 
  2. «Cópia arquivada». SPTuris. Consultado em 29 de janeiro de 2021. Arquivado do original em 21 de janeiro de 2012 
  3. «Prefeitura de SP concede Anhembi para empresa por 30 anos». G1 Globo. Globo Comunicação e Participações S.A. 15 de janeiro de 2021. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  4. «Sambódromo do Anhembi, um projeto de Oscar Niemeyer». Anhembi | SPTuris. 6 de dezembro de 2012. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  5. «Sambódromo do Anhembi completa 22 anos nesta sexta-feira». Anhembi | SPTuris. 1 de fevereiro de 2013. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  6. «SBT seleciona novos aspirantes a "Popstar"». ESTADÃO. 18 de junho de 2003. Consultado em 2 de fevereiro de 2021 
  7. «Sambódromo do Anhembi recebe candidatos de todo o Brasil». R7 TV. 26 de junho de 2010. Consultado em 2 de fevereiro de 2021 
  8. «Carros que correrão o Grande Prêmio Indy 300 já estão no Anhembi». Prefeitura Municipal de São Paulo. 22 de abril de 2013. Consultado em 2 de fevereiro de 2021 
  9. «Megarampa promove encontro entre 'quarentão' e garoto de 13 anos». Folha de S. Paulo. 21 de novembro de 2008. Consultado em 3 de fevereiro de 2021 
  10. «Miley Cyrus faz show com alto nível de erotismo para 20 mil pessoas em SP». Folha de S. Paulo. 26 de setembro de 2014. Consultado em 1 de fevereiro de 2021 
  11. «Com hits e samba, Arcade Fire supera disco fraco com show marcante em SP». GQ Globo. 11 de dezembro de 2017. Consultado em 1 de fevereiro de 2021 
  12. «Veja a programação do desfile de 7 de setembro em São Paulo». G1 Globo. 6 de setembro de 2019. Consultado em 1 de fevereiro de 2021 
Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.