Samba-rap

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Samba-rap é um renovado gênero do samba que se desenvolveu em 1990 a partir da mistura da marcação do samba com a do hip hop, carregando algumas influências do funk.[carece de fontes?] O samba Deixa isso pra lá de Edson Menezes e Alberto Paz, gravado em 1964 por Jair Rodrigues, é apontado como o primeiro rap gravado no Brasil.[1][2]

O samba-rap apresenta melodia falada durante o samba e elementos pesados na música.[carece de fontes?]

Este gênero não tem grande expressão musical como samba-canção, pagode, samba rock e bossa nova. Porém, é muito popular entre as comunidades periféricas e entre aqueles que apreciam as músicas produzidas nas favelas.[carece de fontes?] Os artistas mais famosos deste gênero são Marcelo D2,[3] Rappin Hood, O Rappa, Emicida e Criolo.[carece de fontes?]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Cerigatto, Mariana (4 de agosto de 2019). «Jair Rodrigues: Inventei o rap?». Cultura. Consultado em 9 de dezembro de 2019 
  2. Rodrigues e a Música como Metáfora
  3. «Samba-rap: samba dá molho ao rap de Marcelo D2». www.samba-choro.com.br. Consultado em 22 de Janeiro de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.