Samuel P. Huntington

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Samuel Huntington)
Ir para: navegação, pesquisa
Samuel P. Huntington
Nome completo Samuel Phillips Huntington
Nascimento 18 de abril de 1927
Nova Iorque, Estados Unidos
Morte 24 de dezembro de 2008
Nacionalidade Flag of the United States.svg Americano
Ocupação cientista político, internacionalista

Samuel P. Huntington (Nova Iorque, 18 de abril de 1927Martha’s Vineyard, 24 de dezembro de 2008) foi um economista americano, muito influente nos círculos politicamente mais conservadores [1].

Tornou-se conhecido por sua análise do relacionamento entre os militares e o poder civil, por suas investigações acerca dos golpes de estado e, principalmente, por sua polêmica teoria do choque de civilizações, inspirada pelo historiador e filósofo polonês Feliks Koneczny, segundo a qual os principais atores políticos do século XXI seriam civilizações e não os estados nacionais, e as principais fontes de conflitos após a guerra fria, não seriam as tensões ideológicas mas as culturais.

O conceito do choque de civilizações apareceu pela primeira vez em um artigo publicado em 1993 na revista Foreign Affairs. Posteriormente, Huntington ampliou sua tese no livro "O choque de civilizações", publicado em 1996 e traduzido em mais de 39 idiomas.

Samuel Huntington foi autor, co-autor e editor de 17 livros e mais de 90 artigos acadêmicos sobre seus principais temas de trabalho.[2] Mais recentemente, analisou as ameaças que a imigração representa para os Estados Unidos. Ele é considerado um importante autor conservador contemporâneo.[3]

Vida acadêmica[editar | editar código-fonte]

O mapa das principais civilizações, segundo Huntington.
vermelho escuro: Civilização sínica
vermelho: Civilização nipônica
laranja: Civilização hindu
amarelo: Civilização budista
verde: Civilização islâmica
azul escuro: Civilização ocidental
roxo: Civilização latinoamericana
azul claro: Civilização ortodoxa
marrom: Civilização subsaariana
cinza: antigas colônias do Reino Unido
turquesa: Turquia
azul: Israel
marrom claro: Etiópia
verde claro: Haiti

Huntington graduou-se pela Yale University e obteve um doutorado da Harvard University, onde lecionou até 2007. Nos anos 1960, tornou-se um acadêmico destacado ao publicar Political Order in Changing Societies, uma obra que desafia a visão convencional dos teóricos da modernização de que a economia e o progresso social produziriam democracias estáveis em países recentemente descolonizados. Como consultor do presidente Lyndon Johnson, publicou, em 1968, um influente artigo no qual justificou o pesado bombardeio das áreas rurais do Vietnã do Sul como forma de impelir os defensores dos Vietcong para as cidades.

Também foi co-autor de The Crisis of Democracy: On the Governability of Democracies, um relatório lançado pela Comissão Trilateral em 1976. Entre 1977 e 1978, Huntington foi Coordenador do Planejamento de Segurança da Casa Branca para o National Security Council.

Obras selecionadas[editar | editar código-fonte]

  • The Soldier and the State: The Theory and Politics of Civil-Military Relations (1957)
  • The Common Defense: Strategic Programs in National Politics (1961)
  • Political Order in Changing Societies (1968)
  • The Crisis of Democracy: On the Governability of Democracies (1976)
  • American Politics: The Promise of Disharmony (1981)
  • The Third Wave: Democratization in the Late Twentieth Century (1991)
  • The Clash of Civilizations and the Remaking of World Order (1996). Publicada no Brasil como O choque das civilizações e a recomposição da nova ordem mundial. Rio de janeiro: Objetiva, 1997.
  • Who Are We? The Challenges to America's National Identity (2004)
  • America is not a lie; it is a disappointment. (2004)

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

(em português)

(em inglês)

(em espanhol)

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cientista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.