Sandovalina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Sandovalina
Bandeira de Sandovalina
Brasão de Sandovalina
Bandeira Brasão
Hino
Gentílico sandovalinense
Prefeito(a) Amanda Lima de Oliveira Fetter (DEM)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Sandovalina
Localização de Sandovalina em São Paulo
Sandovalina está localizado em: Brasil
Sandovalina
Localização de Sandovalina no Brasil
22° 27' 21" S 51° 45' 46" O22° 27' 21" S 51° 45' 46" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Presidente Prudente IBGE/2008[1]
Microrregião Presidente Prudente IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Estrela do Norte, Pirapozinho, Mirante do Paranapanema, Tarabai e Presidente Bernardes
Distância até a capital 541 km
Características geográficas
Área 455,393 km² [2]
População 3 699 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 8,12 hab./km²
Altitude 424 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,773 elevado PNUD/2000[4]
PIB R$ 148 613,721 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 44 203,96 IBGE/2008[5]

Sandovalina é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 22º27'22" sul e a uma longitude 51º45'47" oeste, estando a uma altitude de 424 metros. Sua população estimada em 2004 era de 3.441 habitantes. Possui uma área de 456,47 km².

Historia[editar | editar código-fonte]

Sandovalina teve início como povoado por volta do ano de 1950,pela fundação da vila pelo fazendeiro Antônio Sandoval Neto, proprietário de uma vasta área de terras na região.Com o preparo da terra para o café,algodão e outras culturas,muitas famílias da região vieram para trabalhar na lavoura.Com o passar do tempo também se desenvolveu o cultivo da erva-mate.Conforme a agricultura crescia,o povoado também crescia,e o comércio acompanhava o ritmo,prevendo o futuro da cidade Antônio Sandoval Neto, loteou uma área para a construção da futura cidade.Sandovalina se tornou município em 31 de dezembro de 1.958, instalando-se oficialmente em 1 de janeiro de 1960. Mercê de suas reivindicações deu-se a criação do Distrito de Paz de Sandovalina, criado no Município de Presidente Bernardes, com sede e povoado de igual nome e com território desmembrado do Distrito de Nova Pátria, pelo Decreto nº 2456, de 30 de dezembro de 1953.Não parou aí o desejo da população de Sandovalina. Alguns anos após, pleitearam a criação do município; assim, Sandovalina foi elevada a Município, com sede na mesma vila e de igual nome, pela Lei nº 5285 de 18 de fevereiro de 1959, instalando-se o Município em 1º de janeiro de 1960.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População total: 3.089

  • Urbana: 1.750
  • Rural: 1.339
  • Homens: 1.530
  • Mulheres: 1.559

Densidade demográfica (hab./km²): 6,78

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 11,15

Expectativa de vida (anos): 73,96

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,90

Taxa de alfabetização: 86,22%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,773

  • IDH-M Renda: 0,656
  • IDH-M Longevidade: 0,816
  • IDH-M Educação: 0,847

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]