Sandra Annenberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sandra Annenberg
Nome completo Sandra Annenberg Paglia
Nascimento 5 de junho de 1968 (48 anos)
São Paulo,  São Paulo
Residência São Paulo,  Brasil
Nacionalidade  brasileira
Progenitores Mãe: Débora Takser
Pai: Alexandre Annenberg Neto
Cônjuge Ernesto Paglia (1994-)
Filho(s) Elisa (2003)
Ocupação Jornalista e apresentadora de televisão
Prêmios 4 Troféu Mulher Imprensa

Sandra Annenberg Paglia (São Paulo, 5 de junho de 1968), mais conhecida como Sandra Annenberg, é uma jornalista e ex-atriz brasileira. É a apresentadora do programa Como Será? e atual âncora do Jornal Hoje[1], ao lado de Evaristo Costa, telejornal exibido de segunda a sábado pela Rede Globo (do qual também é editora-executiva).[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Sandra Annenberg é filha de Alexandre Annenberg Neto, um engenheiro eletrônico, com Débora Takser, uma produtora de TV e teatro.[3]

É casada, desde 1994, com o também jornalista global Ernesto Paglia. Em 2003, eles tiveram a primeira e única filha, chamada Elisa.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Formada pela Escola de Arte Dramática da USP [4], começou sua carreira antes mesmo de entrar na universidade, na TV em 1974, participando de um teleteatro na TV Cultura. Em 1982 foi repórter do programa Crig-Rá, dirigido pelo hoje cineasta Fernando Meirelles. Na Rede Bandeirantes, apresentou o Show do Esporte ao lado de Luciano do Valle e Juarez Soares e, em 1984, comandou o TV Criança. Na Cultura, ainda, foi apresentadora dos programas Grandes Concertos, Festivais da MPB e Vitória. Ela não fez participações no programa infantil Castelo-Rá-Tim-Bum como umas das patativas.

Cursou a Escola de Arte Dramática da ECA-USP, mas abandonou-a antes de concluir o curso, devido ao ritmo de trabalho. Posteriormente formou-se em jornalismo pela FIAM. Seus trabalhos como atriz foram em Bronco como parte do elenco fixo, nas minisséries A, E, I, O... Urca, Chapadão do Bugre e A República, e nas novelas Pacto de Sangue e Cortina de Vidro, além do seriado Tarcísio e Glória.

Algum tempo depois, trocou definitivamente a atuação pelo jornalismo; na Rede Record foi apresentadora do Sport Shopping Show, ao lado de Osmar Santos, além do Super Esporte e do TV Franchising.

Na Rede Globo[editar | editar código-fonte]

Entrou na Central Globo de Jornalismo em 1991. Começou como apresentadora da previsão do tempo e de edições regulares no telejornal local São Paulo Já. Como apresentadora da previsão do tempo, tornou-se a primeira mulher a participar da apresentação diária do Jornal Nacional. De 1993 a 1996 apresentou o Fantástico. Entre 1996 e 1997 apresentou o SPTV 1ª Edição. Cobriu as Olimpíadas de 1996, em Atlanta. Entre 10 de março de 1997 e 4 de fevereiro de 1998 acumulou as funções de apresentadora e editora-executiva do Jornal da Globo. Em seguida, passou a apresentar o Jornal Hoje, no último ano em que o telejornal foi apresentado no Rio de Janeiro. Transferiu-se para São Paulo junto com a redação do JH, que passou a ser transmitido da nova sede paulistana da emissora, na av. Dr.Chucri Zaidan.

Com a chegada de Ana Maria Braga à Rede Globo, em outubro de 1999, a direção da CGJ decidiu mudar o formato do Jornal Hoje. Sandra deixou a apresentação do jornal e, em janeiro de 2000 se mudou para Londres, para ser correspondente e coordenadora do escritório europeu da emissora.

Em 2002 voltou ao Brasil, apresentando o SPTV 1ª Edição ao lado de Chico Pinheiro. No ano seguinte, voltou a apresentar o Jornal Hoje, desta vez compartilhando a bancada com Carlos Nascimento. Nascimento foi para a Rede Bandeirantes em 2004, e foi substituído por Evaristo Costa.[5]

Participou das coberturas das Copas do Mundo-FIFA da Alemanha-2006 e da África do Sul-2010.

Em 2008, Sandra recebeu o prêmio Mulher Imprensa com melhor "âncora" (jornalista que apresenta e edita o telejornal) do país. Voltou a ganhar o prêmio em 2009,2014 e 2016.

Em 2013 Sandra Annenberg ganhou o troféu de Melhor Jornalista na premiação Melhores do Ano do Domingão do Faustão referentes ao ano de 2012. Sandra Annenberg ganhou o troféu de Melhor Jornalista na premiação Melhores do Ano do Domingão do Faustão de 2012. Ainda em 2013, voltou a fazer parte do rodízio de apresentadores do Jornal Nacional, após a ida de Renata Vasconcellos ao Fantástico[6]

Em 2012, substituiu Serginho Groisman na apresentação do Globo Cidadania, programa que engloba as iniciativas de responsabilidade social da TV Globo. Em 2014, o programa mudou de formato, passando a englobar as edições semanais do Globo Ciências, Globo Ecologia, Globo Universidade e Globo Cidadania. Sandra continuou na apresentação do novo programa, que passou a chamar-se "Como será".

Entrevista à Contigo[editar | editar código-fonte]

Em Junho/2016, durante uma entrevista à Revista Contigo, a apresentadora revelou que já sofreu discriminação, preconceito e até foi vítima de Assédio Sexual[7]. As revelações de Sandra repercutiram em todo o país.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Telesséries[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
1968 Peixes-Banana Não tinha nome [1]
1977 Um Dia Muito Especial
1982 A República
1987 Bronco Julinha, a Gata Cabocla
1988 Chapadão do Bugre[1] Vicença
1988 Tarcísio e Glória Samanta
1990 A, E, I, O... Urca Carmencita

Telenovelas[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
1989 Pacto de Sangue[1] Celeste
1990 Cortina de Vidro Ângela

Telejornais[editar | editar código-fonte]

Ano Título
1991-1993 São Paulo Já
1993-1996 Fantástico
1996-2002 SPTV
1997-1998 Jornal da Globo
1998-presente Jornal Nacional
1998-1999 e 2003-presente Jornal Hoje
2012-2014 Globo Cidadania
2014-presente Como Será?

Como apresentadora eventual[editar | editar código-fonte]

Programas[editar | editar código-fonte]

Ano Título
1997-1999 Fantástico

Telejornais[editar | editar código-fonte]

Ano Título
1991-19961999-2000 Jornal da Globo
1994-19971998-1999

2002 e 2003- presente

Jornal Hoje
1996-2000 e 2002-2011

2013-presente

Jornal Nacional

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Indicação Resultado
2012 Melhores do Ano Melhor Jornalista Venceu
2014 Melhores do Ano Indicado
2015 Melhores do Ano Indicado
2016 Melhores do Ano Pendente

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «Entrevista com Sandra Annenberg - Tpm - RevistaTrip». Consultado em 24 de fevereiro de 2016. 
  2. «SANDRA ANNENBERG». Memória Globo. Consultado em 15 de Março de 2016. 
  3. a b «Sandra Annenberg no Purepeople - Biografia, notícias e todas as fotos!». Purepeople.com.br. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  4. Personalidades que estudaram na USP
  5. «Apresentadores do Jornal Hoje». 
  6. Planetatv (27/09/2013). «Urgente: Renata Vasconcellos assumirá o "Fantástico" a partir de outubro». Consultado em 08/10/2013. 
  7. «'Já sofri assédio sexual', revela Sandra Annenberg em entrevista - APOP - Para você, para o mundo.». APOP - Para você, para o mundo. 2016-06-21. Consultado em 2016-06-22. 
Precedido por
Dóris Giesse
Apresentação do Fantástico
1993 - 1996
Sucedido por
Pedro Bial
Precedido por
Mônica Waldvogel
Apresentação do Jornal da Globo
1997 - 1998
Sucedido por
Lilian Witte Fibe
Precedido por
Mônica Waldvogel
Carla Vilhena
Apresentação do Jornal Hoje
19981999
2003 -
Sucedido por
Carlos Nascimento
presente
Precedido por
Patrícia Poeta
Apresentação do SPTV
2002 - 2003
Sucedido por
Carla Vilhena
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.