Sandro & Gustavo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sandro & Gustavo
Informação geral
Origem Catanduva, São Paulo
País  Brasil
Gênero(s) Música sertaneja
Período em atividade 1998–2000
2017–presente
Gravadora(s) Abril Music (1999-2000)
Atração Fonográfica (2017-presente)
Ex-integrantes
Sandro Rogério Ferreira das Neves ✝
Gustavo Coutinho Borges

Sandro & Gustavo foi uma dupla sertaneja formada pelos cunhados Sandro Rogério Ferreira das Neves e Gustavo Coutinho Borges, que estouraram no Brasil inteiro em 1999 devido ao sucesso da música de duplo sentido "A Garagem da Vizinha".

Biografia[editar | editar código-fonte]

Antes de serem uma dupla, os cunhados já vinham de outros projetos (embora já se conhecessem desde 1990). Sandro começou a carreira na dupla Sandro & Saulo e depois gravou um disco solo com músicas evangélicas. Gustavo formou a dupla Augusto & Gustavo em 1987 e gravou o primeiro disco no ano seguinte pela RGE e chegou a lançar um total de quatro discos.

Em 1998, iniciaram suas atividades como Sandro & Gustavo. E já no ano seguinte, ao passarem pelo Domingão do Faustão, emplacaram o que seria seu maior sucesso até hoje, "A Garagem da Vizinha", e conseguiu aqueles curiosos sucessos rápidos pouco comuns na música sertaneja. Em poucas semanas, a música figurava entre as mais tocadas nas rádios e ganhou uma versão de Frank Aguiar, garantindo aos músicos uma demanda de 15 shows mensais pelo Brasil, fazendo com que a dupla aparecesse em programas televisivos populares da época e impulsionando a venda de 150 mil cópias do disco de estreia deles, lançado em 1999.[1] Nesse disco, a dupla repetiu o sucesso com a romântica "Imã", que também figurou entre as mais tocadas nas rádios em 2000.

Porém, o sucesso repentino da dupla terminou em uma tragédia naquele mesmo ano. Sandro, que fazia a segunda voz, foi diagnosticado com hepatite C e teve que se desligar da dupla. O tratamento no Instituto Neurológico de Goiânia, no entanto, não surtiu efeito e o músico morreu no dia 15 de dezembro de 2000 após ter sido mantido por uma semana com um coágulo no cérebro.[2] Gustavo, por sua vez, continuou com a carreira solo, fazendo lançamento dessa nova etapa também no mesmo programa da Rede Globo, onde a dupla se lançou. Sem o parceiro de estrada, Gustavo partiu a para carreira solo e já no primeiro CD de estreia, que trouxe como música de trabalho "Pra Abrir Meu Coração", recebeu o disco de ouro pela vendagem histórica de 100 mil cópias. O sucesso se repetiu também em 2005, no lançamento do segundo CD, com mais um disco de ouro, desta vez pela vendagem superior a 70 mil cópias. O cantor sertanejo Gustavo lançou um CD e DVD em 2008, comemorativos aos 20 anos de carreira.[3]

Após quase 10 anos longe da mídia, Gustavo retomou o projeto Sandro & Gustavo com um novo parceiro (paralelo com a carreira solo) e ambos lançaram um disco intitulado A História Continua, que contém algumas inéditas e outras canções do repertório da formação original da dupla, como a própria "Garagem da Vizinha".[4]O álbum tem a produção musical de César Augusto.[5]

Entretanto, Gustavo continua focado na carreira solo. Em 2019, com o nome Gustavo Borges, lançou o CD Depois, que contém inéditas e regravações.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Biografia - Sandro & Gustavo». Consultado em 9 de fevereiro de 2020 
  2. «Morre o cantor sertanejo Sandro, da dupla Sandro e Gustavo - Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: cultura & lazer». Jornal Diário do Grande ABC. Consultado em 11 de fevereiro de 2020 
  3. «Por onde anda Gustavo, de "A Garagem da Vizinha"?». UOL Música. Consultado em 11 de fevereiro de 2020 
  4. «Dupla de A Garagem da Vizinha retoma carreira após tragédia». R7.com. 11 de maio de 2018. Consultado em 11 de fevereiro de 2020 
  5. TOP, Sertanejo (22 de agosto de 2018). «Sandro & Gustavo retomam carreira e lançam CD pela Atração Fonogáfica». Sertanejo Top. Consultado em 11 de fevereiro de 2020