Sandy Bridge

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Intel Sandy Bridge
Microprocessador


Produzido em: 2011 até o presente
Fabricante: Intel
Frequência do Processador: 1400 MHz a 3400 MHz
Lisura: 32 nm
Microarquitetura: Sandy Bridge
Soquete: 1155

A tecnologia Intel de processadores Intel Sandy Bridge foi chamada de segunda geração da familía Intel Core. A Intel foi capaz de alcançar com a nova arquitetura em base de 32 nanômetros e melhorias significativas na eficiência energética. O novo Vector Extensions Avançado (AVX) está em aplicativos de ponto flutuante (FPU) que prevêem um processamento mais rápido de instruções. As instruções AES que ensinam a criptografia correspondente a um aumento significativo na performance, não estão incluídas em todos os processadores Sandy Bridge. Só oferecem Core i5 e i7 esta unidade, que é apoiada por exemplo, TrueCrypt 7.0a. Core i3 e Pentium não possuem. Todos os processadores Sandy Bridge tem um núcleo gráfico integrado, que é equipado com doze threads, dependendo do CPU ou GPU e seis unidades. A solução para jogos exigentes, mas não energia suficiente. Os modelos K podem ser facilmente melhorados graças a o livre multiplicador de overclocking. Dada a função boost-turbo integrada é provável que essa propriedade para a maioria dos usuários, não desempenham um papel importante. S e T-35 variantes são, respectivamente, com 65 watts em comparação com os modelos padrão com 95 watts de energia mais eficiente.

A Intel tem feito mudanças técnicas nos âmbito dos núcleos de unidade central de processamento com isso ganhamos um desempenho considerável. Com sandy bridge a Intel incorporou a unidade de processamento gráfico para o silício mesmo que os núcleos da unidade central de processamento. A GPU se comunica com os núcleos por barramentos em anel de alta velocidade e este GPU é compatível com Microsoft directx 10.1 tambem mais rápido que o anterior gráfico integrador da Intel.

Micro arquitetura unificada[editar | editar código-fonte]

Os processadores da linha sandy brigde unificam tudo, incluindo os núcleos de processamento, controlador de memória, cachê do ultimo nível (LLC) e gráficos e processamento de media em um único chip.

Grafico e de mídia de desempenho[editar | editar código-fonte]

Essa tecnologia inclui um motor gráfico mais poderoso a fim de um aceleramento do processamento 3D, fornecendo um desempenho incomparável para video HD e gráficos de jogos em 3D. Essa tecnologia forneceu um salto gigantesco para usuários finais usarem e abusarem do nível de qualidade visual em sua época de lançamento

Um novo nível de controle[editar | editar código-fonte]

Os processadores Sandy Brigde controlam o desempenho de potência para as unidades de processamento central e a unidade de processamento gráfico, auxiliando exatamente onde o desempenho é necessário.

Processadores e desempenho[editar | editar código-fonte]

O overclock é possível, e aumenta o desempenho entre 5 a 7%, sem falhas em outros componentes. A Intel pretendeu lançar uma edição limitada da microarquitetura permitindo que os processadores atingam frequências de clock ainda maiores: Sandy Bridge rodando a 4,9 GHz no resfriamento a ar.

Arquitetura[editar | editar código-fonte]

Como já comentado anteriormente a arquitetura Sandy Bridge é uma evolução da arquitetura Nehalem usada anteriormente pela Intel.

A Sandy Bridge traz uma importante novidade a solução de integração do controle de vídeo e PCI Express que antigamente eram presentes nos processadores mas em encapsulamentos distintos, nessa arquitetura é integrado no mesmo chip do processador o controlador de vídeo e de PCI Express.

Os processadores com essa tecnologia possuem também um anel para se comunicarem, já que não existe uma comunicação direta entre os componentes as informações são colocadas nesse anel e ele é responsável para entregar ao destinatário. Esse anel é chamado de cache L3.

Com essa nova arquitetura veio também um novo Socket para os processadores que a usam, o Socket 1155 que substituiu o 1156..

Características[editar | editar código-fonte]

As principais características da microarquitetura Sandy Bridge estão resumidas abaixo:

  • Os primeiros modelos tem tecnologia de 32 nm;
  • Arquitetura em anel;
  • Novo cache de microinstruções decodificadas (cache L0, capaz de armazenar 1.536 microinstruções, o que equivale a mais ou menos 6 kB);
  • Cache L1 de instruções de 32 kB e cache L1 de dados de 32 kB por núcleo (nenhuma mudança em relação à arquitetura Nehalem);
  • O cache de memória L2 foi renomeado para “cache intermediário” (MLC, Mid-Level Cache) com 256 kB por núcleo;
  • O cache L3 agora é chamado “cache de último nível” (LLC, Last Level Cache) e não é mais unificado, e é compartilhado entre os núcleos do processador e o processador gráfico;
  • Nova geração da tecnologia Turbo Boost;
  • Novo conjunto de instruções AVX (Advanced Vector Extensions ou Extensões de Vetor Avançadas);
  • Controlador de vídeo aprimorado;
  • Controlador de memória DDR3 de dois canais redesenhado, suportando memórias até DDR3-1333;
  • Controlador de memória PCI Express integrado suportando uma pista x16 e duas pistas x8 (nenhuma mudança em relação à arquitetura Nehalem);
  • Os primeiros modelos utilizam um novo soquete com 1155 pinos.[1]

Modelos[editar | editar código-fonte]

Desktop[editar | editar código-fonte]

[2][3][4][5]

Mercado
alvo
Núcleos
(Threads)
Processador
Marca e modelo
CPU Clock Gráficos Clock Cache L3 TDP Lançamento
Data (ano-mês-dia)
Preço
(Dólar)
Placa-mãe
Normal Turbo Normal Turbo Soquete Interface Memória
Extremo /
Alto desempenho
6 (12) Core i7
Extreme
3960X 3.3 GHz 3.9 GHz 15 MB 130 W 2011-11-14 $999 LGA
2011
DMI 2.0
PCIe 3.0
Até quatro
canais
DDR3-1600[6]
Core i7 3930K 3.2 GHz 3.8 GHz 12 MB $583
4 (8) 3820 3.6 GHz 3.9 GHz 10 MB Q1 2012[7] $294
Performance 2700K 3.5 GHz 850 MHz 1350 MHz 8 MB 95 W 2011-10-24 $332 LGA
1155
DMI 2.0
PCIe 2.0
Até dois
canais
DDR3-1333
2600K 3.4 GHz 3.8 GHz 2011-1-9 $317
2600 $294
2600S 2.8 GHz 65 W $306
4 (4) Core i5 2500K 3.3 GHz 3.7 GHz 1100 MHz 6 MB 95 W $216
2500 $205
2500S 2.7 GHz 65 W $216
2500T 2.3 GHz 3.3 GHz 650 MHz 1250 MHz 45 W
2400 3.1 GHz 3.4 GHz 850 MHz 1100 MHz 95 W $184
2405S 2.5 GHz 3.3 GHz 65 W 2011-5-22 $205
2400S 2011-1-9 $195
2320 3.0 GHz 95 W 2011-9-4 $177
2310 2.9 GHz 3.2 GHz 2011-5-22
2300 2.8 GHz 3.1 GHz 2011-1-9
Mainstream 2 (4) 2390T 2.7 GHz 3.5 GHz 650 MHz 3 MB 35 W 2011-2-20 $195
Core i3 2120T 2.6 GHz 2011-9-4 $127
2100T 2.5 GHz 2011-2-20
2130 3.4 GHz 850 MHz 65 W 2011-9-4 $138
2125 3.3 GHz $134
2120 2011-2-20 $138
2105 3.1 GHz 2011-5-22 $134
2102 Q2 2011
2100 2011-2-20 $117
2 (2) Pentium G860 3.0 GHz 2011-9-4 $86
G850 2.9 GHz 2011-5-24
G840 2.8 GHz $75
G632 2.7 GHz Q3 2011
G630 2011-9-4 $75
G622 2.6 GHz Q2 2011
G620 2011-5-24 $64
G630T 2.3 GHz 650 MHz 35 W 2011-9-4 $70
G620T 2.2 GHz 2011-5-24
Celeron G540 2.5 GHz 850 MHz 1000 MHz 2 MB 65 W 2011-9-4 $52
G530 2.4 GHz $42
G530T 2.0 GHz 650 MHz 35 W $47
1 (1) G440 1.6 GHz 1 MB $37

Significado sufixos:

  • K - Desbloqueado (multiplicador da CPU ajustável até 57X)
  • S - Desempenho otimizado (baixa potência com 65W TDP)
  • T - Baixo comsumo de energia (35-45W TDP)
  • X - Extreme performance (multiplicador da CPU ajustável (não tem limite)

Roadmap[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Intel Tick-Tock

Referências

  1. Por dentro da Microarquitetura Intel Sandy Bridge
  2. «Intel's Sandy Bridge E-Series in Q4 2011». Tom's Hardware. 11 de fevereiro de 2011. Consultado em 13 de fevereiro de 2011 
  3. «Additional Details on Sandy Bridge-E Processors, X79, and LGA2011». Anandtech. 26 de abril de 2011. Consultado em 30 de abril de 2011 
  4. «Products (Formerly Sandy Bridge)». Official product web site. Intel. Consultado em 11 de novembro de 2011 
  5. «Intel i7 3930k and 3960x». Intel. 22 de novembro de 2011. Consultado em 22 de novembro de 2011 
  6. Chris Angelini (12 de setembro de 2011). «Intel Core i7-3960X (Sandy Bridge-E) And X79 Platform Preview». Tom's Hardware. Consultado em 14 de novembro de 2011 
  7. LG Nilson (31 de outubro de 2011). «Sandy Bridge-E and X79 available for (pre-)order». VR-Zone Technology beats. Consultado em 12 de novembro de 2011