Sangria (bebida)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jarra com sangria
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Sangria (bebida)

A sangria, também bastante conhecida como zurra,[1] é uma bebida ou coquetel feita com base numa mistura de vinho tinto ou vinho branco, sumo (ou suco) de fruta, pedaços de frutos e açúcar. Pode levar outras bebidas como aguardente (cachaça, no Brasil). Deve ser bebida bem fresca, recorrendo, se necessário, a gelo. Tradicionalmente, é uma bebida associada a Portugal e Espanha, que são os únicos países em que se pode produzí-la e exportá-la de acordo com as regras da União Europeia [2] e onde está presente desde pelo menos o início do século XIX.[3]

Em Portugal[editar | editar código-fonte]

Em Portugal, tradicionalmente, adicionam-se, à sangria, especiarias (pau de canela) e ervas aromáticas frescas (hortelã). Em algumas versões da sangria, é costume, misturar, também, outros tipos de bebidas alcoólicas, como por exemplo licor beirão ou macieira. Em Portugal, existem diversas variedades de sangrias: algumas, em vez de utilizarem vinho, utilizam, por exemplo, vinho espumante com frutos vermelhos, como bagas de groselha, mirtilo e framboesas.

Referências

  1. Sonoma. Disponível em https://sonoma.com.br/explorar/receitas/sangria-a-bebida-espanhola-que-da-o-que-falar. Acesso em 5 de outubro de 2018.
  2. «Where is Sangria originally from?». nativespanishtapas.com (em inglês). 22 de maio de 2018. Consultado em 27 de maio de 2020 
  3. Sonoma. Disponível em https://sonoma.com.br/explorar/receitas/sangria-a-bebida-espanhola-que-da-o-que-falar. Acesso em 5 de outubro de 2018.
Ícone de esboço Este artigo sobre bebidas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.