Sanharó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Sanharó
Sanharó Pernambuco.jpg

Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 24 de dezembro
Fundação 1948
Gentílico sanharoense
Lema Um novo tempo, Novos caminhos
Prefeito(a) Heraldo de Sidônio (PSB)
(2017–2020)
Localização
Localização de Sanharó
Localização de Sanharó em Pernambuco
Sanharó está localizado em: Brasil
Sanharó
Localização de Sanharó no Brasil
08° 21' 39" S 36° 33' 57" O08° 21' 39" S 36° 33' 57" O
Unidade federativa  Pernambuco
Mesorregião Agreste Pernambucano IBGE/2008[1]
Microrregião Vale do Ipojuca IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Belo Jardim(ao leste) e Pesqueira(ao oeste)São Bento do Una
Distância até a capital 196 km
Características geográficas
Área 256,183 km² [2]
População 24 556 hab. estatísticas IBGE/2014[3]
Densidade 95,85 hab./km²
Altitude 653 m
Clima Semiárido BSh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,603 médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 126 444 mil IBGE/2012[5]
PIB per capita R$ 5 522 55 IBGE/2012[5]
Página oficial

Sanharó é um município brasileiro do estado de Pernambuco.

História[editar | editar código-fonte]

As terras onde hoje se localizam o município pertenciam à sesmaria de Ororubá, doada a José Vieira de Melo. No início do século XVIII, foi fundada a povoação de Sanharó por José Francisco Leite, no entorno da qual prosperavam fazendas de gado.

O distrito foi criado pela lei municipal nº 18, de 12 de novembro de 1912, subordinado ao município de Pesqueira. Foi elevado à categoria de município com a denominação de Sanharó, pela lei estadual nº 375, de 24 de dezembro de 1948, desmembrado de Pesqueira e instalado em 2 de janeiro de 1949.

O nome Sanharó veio de uma espécie de abelha negra existente neste local, denominada sanharó, que em vocábulo indígena significa zangado ou excitado.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 08º21'38" sul e a uma longitude 36º33'56" oeste, estando a uma altitude de 653 metros. Sua população estimada em é de 17.627 habitantes. Possui uma área de 256 km².

Sanharó é banhado pelo rio Ipojuca, que mais além deságua no Oceano Atlântico.

Economia[editar | editar código-fonte]

Famosa por ser uma das maiores bacias leiteiras do estado, é conhecida como a cidade do queijo e do leite.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Dentre as maiores festas está a do padroeiro; Sagrado Coração de Jesus, realizada no mês de outubro e do co-padroeiro; São Sebastião que se realiza no mês de fevereiro.

Pelo mês de setembro realiza-se a feira do leite, com vaquejadas, concurso leiteiro, rodeios e show ao vivo.

Outra atração da cidade é a Festa do Beco. Realizada sempre na última semana do ano. Participam pessoas de todas as idades, e de todas as tendências políticas e de várias condições sociais. É uma Festa exclusiva para homens. Nesse mesmo período do ano, a cidade também abrigava a divertida Festa do Peba, que também recebia com muito bom gosto as mulheres da cidade, especialmente as esposas dos frequentadores da Festa do Beco. Outra festa anárquica/etílico é de "sancoquinho", realizada sempre depois da festa de São Sebastião.

No mês de maio acontece a cavalgada das amazonas, reunindo mulheres de todos os municípios vizinhos. Já no mês de setembro é a vez dos homens colocarem suas montarias. O importante é que em ambas, terminam todos juntos numa grande festa.

No mês de junho acontece a Festa do Curral, que é uma grande confraternização de amigos no curral de gado da cidade onde acontece durante o ano inteiro nas teças feiras a tradicional feira de gado. Festa regada a musica regional e muita alegria.

Cultura[editar | editar código-fonte]

O município tem forte tradição na música, possui uma das mais antigas e tradicionais bandas de músicas do estado, a centenária Sociedade Musical Santa Cecília, fundada em 1908, pelos grandes e eternos músicos Manuel Fernandes Bezerra e Joaquim Francisco de Assis Aquino.

Em 1956 sobre a regência do grande mestre Ulisses de Souza Lima, a banda participou do tradicional Concurso Pernambucano de Bandas de Música do Interior, o "Salve a Retreta", e sob o solo de clarinetas em "O Guarani" de Carlos Gomes, conquistou o título de "Segunda Melhor Banda do Interior", falou-se até que merecia o primeiro lugar, conquistado pela Nova Euterpe, da cidade de Caruaru, por uma diferença mínima.

Outra importante manifestação cultural do município é o grupo cultural dos Bacamarteiros de Sanharó, que nos trazem toda a tradição e emoção dos tiros de bacamarte e espalham cultura e por onde passam. Possui também dentre outras coisas, o grupo de Coco da Barriguda; o bloco da porca e as as orquestras de frevo no carnaval; o Palhoção do Povo e as quadrilhas no São João; e a grandiosa Feira do Leite, que acontece todos os anos.

Esporte[editar | editar código-fonte]

A cidade de Sanharó possuiu um clube no Campeonato Pernambucano de Futebol, o Vasco da Gama do Sanharó [6]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «Estimativa Populacional 2014». Estimativa Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). agosto de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 01 de outubro de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2014 
  6. http://www.rsssfbrasil.com/tablesfq/pe1999l3.htm

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.