Santa Bárbara (telenovela)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Santa Bárbara
Nem tudo o que brilha é ouro
Informação geral
Formato Telenovela
Género Drama
Romance
Vingança
Duração ± 40 min
Estado Finalizada
Criador(es) Artur Ribeiro
País de origem Portugal Portugal
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Hugo de Sousa
Produtor(es) Plural Entertainment
Elenco Benedita Pereira
Albano Jerónimo
São José Correia
Marco D'Almeida
(ver mais)
Tema de abertura "Toma Conta de Mim", de Pedro Abrunhosa
Tema de encerramento "Toma Conta de Mim", de Pedro Abrunhosa
Exibição
Emissora de televisão original TVI
Formato de exibição 576i (SDTV)
Transmissão original 28 de setembro de 2015 – 1 de outubro de 2016
N.º de episódios 271 no total
126 (1.ª fase)
145 (2.ª fase)
Cronologia
Jardins Proibidos
A Impostora

Santa Bárbara é uma telenovela portuguesa produzida pela Plural Entertainment e transmitida pela TVI entre 28 de setembro de 2015 e 1 de outubro de 2016 em 271 episódios substituindo Jardins Proibidos e antecedendo A Impostora.[1][2] É da autoria de Artur Ribeiro e foi escrita por Artur Ribeiro, Nuno Duarte, Joana Pereira da Silva, Maria João Vieira, Renato Rocha e Sarah Lemonnier. Trata-se da adaptação do original mexicano La Patrona. Foi gravada entre a região do Porto e Trás-os-Montes, onde foi ambientada a vila fictícia de Santa Bárbara.[3][4] O título da telenovela foi baseado na própria figura religiosa Santa Bárbara, padroeira dos mineiros, principal tema da história. Foi também a primeira telenovela da TVI a ser transmitida integralmente no formato 16:9.[5]

Conta com Benedita Pereira, Albano Jerónimo e São José Correia nos papéis principais.

Santa Bárbara encontra-se em reposição na TVI Ficção desde 28 de junho de 2018.

Produção[editar | editar código-fonte]

A telenovela foi anunciada pela primeira vez em novembro de 2014, quando Artur Ribeiro foi relatado como o autor de outra nova telenovela da TVI. A telenovela deveria estrear em março de 2015. Dias depois, surgiram as primeiras sugestões de que seria uma adaptação de uma telenovela mexicana e La Patrona era a escolhida.

Margarida Marinho foi a primeira atriz pensada para interpretar Antónia Vidal, um dos personagens principais da trama original. Mas mais tarde ela se mudou para a emissora rival SIC para protagonizar a telenovela Poderosas (telenovela). Sara Matos e Pedro Teixeira também foram atores considerados como parte da telenovela, mas nunca foram confirmados. Rita Blanco também chegou a ser falada como a atriz que iria interpretar Antónia Vidal, mas tal não se chegou a confirmar pois a atriz começou a gravar a telenovela da SIC Coração d'Ouro.

Finalmente, em 2015, Benedita Pereira e Albano Jerónimo foram anunciadas como protagonistas (Gabriela e Alexandre). Em fevereiro, São José Correia substituiu o papel original de Margarida Marinho na telenovela (Antónia Vidal). Naquele momento, ela ainda estava gravando a telenovela Jardins Proibidos e a TVI teve que fazer algumas mudanças para que ela pudesse abandonar essa produção e se juntar ao elenco desta produção.

Também em fevereiro, a telenovela recebeu seu primeiro título, Santa Bárbara, que mais tarde foi anunciado como oficial. Santa Bárbara origina-se da figura espiritual real Santa Bárbara, que se acredita ser o protetor dos mineiros, que é uma das principais parcelas. A estreia foi então adiada para setembro porque TVI estendeu o comprimento de Jardins Proibidos (no ar na época).

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Das profundezas da terra aos píncaros da alta sociedade, Santa Bárbara é a história de Gabriela (Benedita Pereira), uma jovem a quem tiram tudo e que regressa para tudo reconquistar. Ao mesmo tempo, é a história de uma esquecida vila portuguesa do interior que vai encontrar um novo fôlego com a reabertura de umas antigas minas de ouro. Tal como a protagonista, que irá passar das maiores provações às maiores riquezas, em busca de um amor perdido, também a vila de Santa Bárbara irá ser o centro de todos os acontecimentos e de todos os amores e ódios, conflitos e sonhos, dramas e felicidades.

1.ª fase[editar | editar código-fonte]

A vila fictícia de Santa Bárbara, em tempos votada ao esquecimento, volta a estar no mapa com a reabertura oficial das suas antigas minas de ouro, explorada por um consórcio liderado pela poderosa Antónia Vidal (São José Correia), uma mulher que subiu na vida à custa de dois casamentos que terminaram mal para ambos os maridos – o primeiro morreu num acidente no mínimo suspeito, e o atual morre às suas mãos, logo após a inauguração da mina que agora fica sob o controlo exclusivo de Antónia e dos seus caprichos.

Contudo, com a morte do patriarca, Alexandre (Albano Jerónimo), o enteado de Antónia que vivia no Porto, volta a Santa Bárbara. E se as circunstâncias desta visita seriam apenas para o funeral do pai, quando Alexandre conhece Gabriela, a jovem mineira da terra, tudo vai mudar. Sobretudo quando os dois ficam presos num túnel da mina, após um desabamento, onde o facto de estarem ambos a correr risco de vida os irá ligar para sempre.

O amor que cresce entre Alexandre e Gabriela irá ser posto à prova quando Antónia começar maquiavelicamente a conspirar a ruína da mineira, que irá ser incriminada e internada compulsivamente numa clínica psiquiátrica, após uma explosão na mina que custa a vida ao seu próprio pai (Almeno Gonçalves), e também a Fernando (Carloto Cotta), o único filho de Antónia, a verdadeira responsável por aquela fatalidade. Separada de Alexandre e do seu filho, David (Gonçalo Oliveira), sozinha e sem aparentes hipóteses de continuar a sua vida naquela terra, a não ser fechada no hospício, Gabriela vai ter de fugir e desaparecer no estrangeiro.

2.ª fase[editar | editar código-fonte]

Sete anos depois, Santa Bárbara está irreconhecível. Com um campo de golfe e um hotel de luxo, repovoada com uma população jovem e empreendedora, com turismo rural, museu arqueológico das antigas minas romanas, praias fluviais com desportos aquáticos e grandes vivendas de férias de classe alta. E é a esta nova Santa Bárbara que uma igualmente nova Gabriela regressa.

Depois de anos em Itália onde conquistou uma fortuna, Gabriela está de volta, decidida não só a vingar-se de Antónia como também a repor a justiça e a paz naquela vila, sem nunca esquecer Alexandre e a esperança de reconquistar o seu amor perdido.[6][7]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Elenco infantil[editar | editar código-fonte]

  • Gonçalo Oliveira - David Soares (1.ª fase)
  • Sara Mestre - Marisa Vasques (1.ª fase)
  • Margarida Serrano - Rita Vidal (2.ª fase)

Elenco adicional[editar | editar código-fonte]

(†) Actor falecido

Lista de fases[editar | editar código-fonte]

Fases Episódios Exibição em Portugal
Estreia Final
1 271 126 28 de setembro de 2015 21 de março de 2016
2 145 22 de março de 2016 1 de outubro de 2016

Banda sonora[editar | editar código-fonte]

Santa Bárbara
Banda sonora de Vários artistas
Lançamento 2016
Idioma(s) português
Formato(s) CD
Gravadora(s) Farol Música

A banda sonora original da telenovela foi lançada em 2016 e traz 17 canções, incluindo o tema principal.[10]

N.º TítuloMúsicaPersonagem Duração
1. "Toma Conta de Mim"  Pedro Abrunhosa & Comité CaviarGenérico 4:58
2. "O Sopro Do Coração"  ClãAntónia Vidal 4:30
3. "Nunca Me Esqueci de Ti"  Rui VelosoAlexandre Vidal 3:05
4. "Quem És Tu Miúda?"  Os AzeitonasPatrícia Montemor 4:10
5. "Story Of My Life"  One DirectionAndré Neves 4:04
6. "Carousel"  Carolina DeslandesRute 2:47
7. "Invincible"  Kelly ClarksonGabriela Soares 3:58
8. "Strong For Too Long"  Leonor AndradeManuel e Rute 3:35
9. "Até Lá"  Jimmy PDavid e Sara 3:43
10. "Super Ego"  HMBPatrícia e Daniel 4:09
11. "Ela Queria"  Virgem SutaAlice 3:45
12. "Amor Errante"  DivaConstança Monte Claro 4:18
13. "Se Te Amo"  Quinta do BillAlexandre e Gabriela 3:28
14. "Pronúncia do Norte"  GNR & Isabel SilvestreFilipa e Rui 3:27
15. "(Bem) Na Minha Mão"  Susana FélixMacário e Aida 3:38
16. "Riû"  Cuca RosetaFrancisca e Bernardo 3:50
17. "Onde Quero Estar"  Paulo SousaAndré e Rute 3:38

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Exibições por data de estreia
País Canal Título adaptado Estreia Final Horário
Portugal TVI Santa Bárbara 28 de setembro de 2015 1 de outubro de 2016 Segunda a Sexta, às 23:00
Angola TVI África Santa Bárbara 5 de outubro de 2015 8 de outubro de 2016 Segunda a Sexta, às 21:30
Moçambique Segunda a Sexta, às 22:30

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • São José Correia consagrou-se na pele vilã Antónia Vidal;
  • A trama foi dividida em duas fases com divisão de sete anos uma entre si;
  • Em sua reta final foi exibida por volta das 23h30, logo após a terceira temporada da novela A Única Mulher;
  • Mesmo sendo a 2.ª telenovela da noite, em 270 episódios Santa Bárbara passou sempre de 1 milhão se telespectadores, sendo a novela da década de 2010 mais vista da TVI nesse horário;
  • Muitos atores desta novela aparecem em Mulheres.

Audiências[editar | editar código-fonte]

Na estreia, dia 28 de setembro de 2015 (segunda-feira), Santa Bárbara foi líder e marcou 12,7% de rating e 31,3% de share, sendo um dos resultados mais fracos de uma estreia da TVI.[11][12] Ao contrário do habitual, a telenovela é transmitida desde o 1.º episódio no horário das 22h30, substituindo Jardins Proibidos.[13] A telenovela é líder no seu horário, tal como a antecessora. Ao fim de 271 episódios exibidos, o episódio final de Santa Bárbara registou 13,5% de rating e 32,2% de share e foi exibido dia 1 de outubro (sábado) às 21h40, liderando o horário.[14]

Média Episódios
exibidos
Rating Shrare Ref.ª
2015 Setembro 3 12,0% 30,6% [15]
Outubro 22 10,6% 27,4%
Novembro 21 9,1% 25,5%
Dezembro 21 9,2% 24,6%
2016 Janeiro 22 9,1% 24,1% [16]
Fevereiro 21 9,3% 24,9%
Março 23 10,9% 28,6% [17]
Abril 22 12,5% 33,1%
Maio 23 11,4% 30,0% [18]
Junho 22 11,1% 29,1% ...
Julho 21 10,6% 28,7% ...
Agosto 24 10,5% 29,3% ...
Setembro 24 10,5% 31,0% [19]
Outubro 1 13,5% 32,2%
Total 271 10,7% 28,5%

Nota: Cada ponto de rating equivale a 95 000 espetadores. Estes dados não incluem visualização em diferido.

Referências

  1. «'Santa Bárbara' estreou a 24 de setembro de 2015 e terminou a 1 de outubro de 2016» 
  2. «Apresentação do 1.º Episódio de "Santa Bárbara"». Consultado em 30 de setembro de 2015. 
  3. «TVI aposta em nomes do cinema para nova novela». Consultado em 16 de setembro de 2015. 
  4. «Promoções de 'Santa Bárbara' já arrancaram na TVI». Consultado em 16 de setembro de 2015. 
  5. «"Santa Bárbara" vai ser emitida em formato 16:9». Consultado em 24 de setembro de 2015. 
  6. «Santa Bárbara» (PDF). Consultado em 16 de setembro de 2015. 
  7. «Santa Bárbara - Sinopse». Consultado em 16 de setembro de 2015. 
  8. «Santa Bárbara - Elenco». Consultado em 16 de setembro de 2015. 
  9. «Joaquim de Almeida dá nega à TVI». Consultado em 16 de setembro de 2015. 
  10. «Santa Bárbara (Banda Sonora Original)». Consultado em 28 de abril de 2016. 
  11. «TVI estreou "Santa Bárbara". Veja o resultado!». Consultado em 3 de outubro de 2015. 
  12. «'Santa Bárbara' estreia-se a liderar no horário nobre». Consultado em 3 de outubro de 2015. 
  13. «Oficial: Conheça o horário de "Santa Bárbara", a nova novela da TVI». Consultado em 3 de outubro de 2015. 
  14. Coelho, Pedro Miguel (2 de outubro de 2016). «'Santa Bárbara' esmaga 'Amor Maior' na despedida». Espalha-Factos. Consultado em 7 de janeiro de 2017. 
  15. «Telenovelas TVI // Audiências de outubro de 2015». Consultado em 6 de março de 2016. 
  16. «Saiba como foram as audiências das novelas em fevereiro de 2016». Consultado em 6 de março de 2016. 
  17. «Saiba como foram as audiências das novelas em março de 2016». Consultado em 7 de abril de 2016. 
  18. «Saiba como foram as audiências das novelas em maio de 2016». Consultado em 21 de junho de 2016. 
  19. «"A Impostora" mantém-se à frente de "Amor Maior": saiba como foram as audiências das novelas em outubro de 2016 – Zapping». www.zapping-tv.com. Consultado em 6 de novembro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.