Santa Croce alla Lungara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Igreja de Santa Cruz em Lungara
Santa Croce alla Lungara
Fachada da igreja.
Início da construção 1619
Religião Igreja Católica
Diocese Diocese de Roma
Geografia
País Itália
Região Roma
Local Rione Trastevere
Coordenadas 41° 53' 40.0" N 12° 27' 57.6" E

Santa Croce alla Lungara ou Igreja de Santa Cruz em Lungara é uma igreja de Roma, Itália, localizada no rione Trastevere, na via della Lungara. É dedicada à Vera Cruz e faz parte da paróquia de Santa Dorotea.

É também chamada de Santa Croce delle Scalette, por causa da presença de uma escada dupla (em italiano: scale - "escada") na entrada a partir da rua; ou ainda Chiesa del Buon Pastore, pois, desde o século XIX, a igreja e o claustro anexo foram colocados ao encargo das Irmãs do Bom Pastor de Angers.

História[editar | editar código-fonte]

A igreja foi construída em 1619 graças aos patrocínios do duque da Baviera e do cardeal Antônio Barberini, irmão do papa Urbano VIII; o claustro é mais antigo, de 1615, e foi fundado pelos carmelitas Domenico di Gesù e Maria "para remover mulheres indecentes do pecado"[1].

O interior da igreja é de nave única e a decoração foi alterada no século XIX para um estilo neoclássico. O altar-mor abrigava antigamente uma pintura de "Jesus carregando a cruz", hoje substituída por "Crucifixo", de Francesco Troppa; o mesmo autor pintou a "Anunciação" do altar da direita. Outra obra notável na igreja é "Maria Madalena", de Ciccio da Napoli.

O claustro, ampliado no século XIX por Virginio Vespignani, sempre manteve sua função de "casa de reabilitação" ou "de redenção"; em 1950, quando as freiras deixaram o instituto, o edifício foi transformado numa prisão feminina para pequenas infrações. Em 1979, o claustro foi entregue à Casa Internazionale delle Donne [2].

Referências

  1. Mariano Armellini, Le chiese di Roma dal secolo IV al XIX
  2. «Casa Internazionale delle Donne» (em italiano). Site oficial 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Armellini, M. (1891). Le chiese di Roma dal secolo IV al XIX (em italiano). Roma: [s.n.] p. 664-666 
  • Carpaneto, Giorgio (2000). I rioni e i quartieri di Roma. Rione XIII Trastevere (em italiano). 3. Milão: Newton & Compton Editori. p. 831-923 
  • Rendina, Claudio (2000). Newton & Compton Editori, ed. Le Chiese di Roma (em italiano). Milão: [s.n.] p. 134. ISBN 978-88-541-1833-1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]