Santa Maria além do Tibre (título cardinalício)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Santa Maria além do Tibre
Coat of arms of Franciscus.svg        Brasão de Carlos Osoro Sierra
Título presbiterial
Santa Maria além do Tibre
Basílica de Santa Maria em Trastevere
Titular: Carlos Osoro Sierra
criado: 112
Instituído pelo Papa Alexandre I
Dados do Anuário Pontifício

O título cardinalício de Santa Maria em Trastevere (em latim, Sanctae Mariae trans Tiberim) foi instituído pelo Papa Alexandre I em torno de 112. Tradições posteriores apresentam os nomes dos primeiros protetores do "titulus" e, retroativamente, atribuem a eles o título de cardeal: assim, na época da fundação, o cardeal protetor desta basílica seria, conforme estas tradições, teria sido São Calepódio. Papa Calisto I confirmou o título por volta de 221 e o Papa Júlio I mudou seu nome para "Iulii". Então, em 595, tornou-se o título de Júlio e Calisto ("Ss. Callisti et Iuliani"). Na primeira metade do século VIII, o título era conhecida como a Santa Mãe de Deus e, finalmente, durante o pontificado do Papa Leão III, assumiu o nome de Santa Maria in Trastevere. Sua igreja titular é a Basílica de Santa Maria em Trastevere.

Titulares protetores[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]