Santana do Mato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
 Portugal Santana do Mato  
—  Freguesia  —
Brasão de armas de Santana do Mato
Brasão de armas
Santana do Mato está localizado em: Portugal Continental
Santana do Mato
Localização de Santana do Mato em Portugal
Coordenadas 38° 51' 08" N 8° 25' 12" O
País  Portugal
Concelho CCH.png Coruche
Administração
 - Tipo Junta de freguesia
 - Presidente Valter Manuel Barroso (PS)
Área
 - Total 103,06 km²
População (2011)
 - Total 1 148
    • Densidade 11,1 hab./km²
Orago Santa Ana

Santana do Mato é uma freguesia portuguesa do concelho de Coruche, com 103,06 km² de área e 1 148 habitantes (2011). A sua densidade populacional é 11,1 hab/km².

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Santana do Mato [1]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1 455 1 258 1 148

Criada pela lei nº 43/84, de 31 de Dezembro, com lugares desanexados da freguesia de Coruche

Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 120 179 621 338 9,5% 14,2% 49,4% 26,9%
2011 122 90 584 352 10,6% 7,8% 50,9% 30,7%

Média do País no censo de 2001: 0/14 Anos-16,0%; 15/24 Anos-14,3%; 25/64 Anos-53,4%; 65 e mais Anos-16,4%

Média do País no censo de 2011: 0/14 Anos-14,9%; 15/24 Anos-10,9%; 25/64 Anos-55,2%; 65 e mais Anos-19,0%

História[editar | editar código-fonte]

É de salientar a forma como se escreve Santa Ana do Mato – é uma povoação que remonta, não se sabe ao certo, ao século XIV. Pela carta do Padre Manuel de Matos da Silva, datada de 30 de Abril de 1758, a freguesia de Santa Ana do Mato possuía 98 fogos e 305 pessoas de comunhão e 58 menores; junto da igreja apenas se acolhiam 10 pessoas, mas pela freguesia havia moradas espalhadas pelas sesmarias.

Era seu orago a gloriosa Santa Ana que, segundo a lenda, foi encontrada no meio do mato, daí a associação de palavras Santa Ana do Mato. O padre da freguesia era "capelão de curar", tendo "de próprio" 4 moios de pão meados de centeio e 20 mil réis de rendimento uns anos por outros.

Tinha juiz de vintena e escrivão da mesma. Colhia apenas centeio, tendo o campo coberto de mato.

Servia-se do correio de Montemor-o-Novo. Passou a pertencer ao concelho de Coruche a partir do ano de 1490. É nos nossos dias uma povoação do concelho de Coruche, distrito de Santarém. Situada a 13 km de Coruche e 60 km de Évora é sede de freguesia com o mesmo nome desde 1985 (já havia sido sede de freguesia paroquial no século XV). É uma zona essencialmente ou quase totalmente agrícola, onde predominam culturas tais como: tomate, arroz, trigo, centeio, cevada, aveia, uva, produtos hortícolas, etc. Predomina como actividade mais produtiva nos meses quentes do ano a extração da cortiça (tirada de cortiça).

Actividades económicas[editar | editar código-fonte]

Extracção de lenha e cortiça, produção de carvão e agricultura diversa

Festas e romarias[editar | editar código-fonte]

Santa Ana (Julho)

Património cultural e edificado[editar | editar código-fonte]

  • Igreja de Santa Ana
  • Fontanário
  • Fontes de Pau e do Povo
  • Cruzeiro da Igreja
  • Sobreiro da Herdade da Afeiteira

Artesanato[editar | editar código-fonte]

Artigos em cortiça

Gastronomia[editar | editar código-fonte]

Cozido à portuguesa

Referências

  1. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes


Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.