Santigold

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Santigold
Santigold apresentando-se em fevereiro de 2008.
Informação geral
Nome completo Santi White
Também conhecido(a) como Santogold
Nascimento 25 de setembro de 1976 (41 anos)
Origem Philadelphia, Pennsylvania
País  Estados Unidos
Data de morte 20 de dezembro de 2017
Nacionalidade Estadounidense
Gênero(s)
Ocupação(ões) Cantora
Compositora
Produtora musical
Rapper
Instrumento(s) Vocal
Guitarra
Bateria
Teclados
Período em atividade 2003 - atualmente
Gravadora(s) Lizard King Records
Atlantic Records
Downtown Records
Roc Nation
Afiliação(ões) Stiffed
N.A.S.A.
The Lonely Island
Amanda Blank
Spank Rock
Major Lazer
David Byrne
Beastie Boys
Jay Z
Diplo
Basement Jaxx
Red Hot Chili Peppers
ASAP Rocky
Karen O
Björk
Página oficial Site Oficial

Santi White (Filadélfia, 25 de setembro de 1976), mais conhecida pelo seu nome artístico Santigold, é uma cantora, compositora e produtora musical nascida nos Estados Unidos. A artista lançou em 2008, seu álbum de estreia Santogold, através da Atlantic Records, que recebeu críticas positivas.[5] No ano de 2012, ela acabou por distribuir seu segundo disco de estúdio Master of My Make-Believe, pela mesma gravadora.[6]. Em fevereiro de 2016, White lançou seu terceiro álbum de estúdio, 99¢.

Vida[editar | editar código-fonte]

Santigold nasceu em Filadélfia, Pensilvânia. Ela têm descendência afro-americana. Estudou na Germantown Friends School, na Filadélfia, e mais tarde, frequentou a faculdade na Universidade Wesleyan, onde formou-se em estudos musicais e afro-americanos. White é casada com Trevor Andrew, com quem ela têm um filho chamado Radek, nascido em 2014.

Início de carreira[editar | editar código-fonte]

Ela obteve seu pseudônimo na década de 1990, depois que um amigo lhe presenteou com um apelido. Ela trabalhou para a Epic Records como representante da A & R, mas deixou o cargo de co-escritora e produtora executiva de "How I Do", o álbum de estreia da cantora Res.

Ela era a vocalista da banda de punk rock Stiffed, baseada na Filadélfia, que lançou os álbuns Sex Sells (2003) e Burned Again (2005): ambos foram produzidos pelo baixista de Bad Brains, Darryl Jenifer. Enquanto na banda, à White foi oferecido um contrato solo por Martin Heath, do rótulo independente, baseado em Londres, Lizard King Records.

Carreira Solo[editar | editar código-fonte]

Santogold, turnês e outras performances (2007-2010)[editar | editar código-fonte]

Seus primeiros singles em carreira solo, "Creator" e "L.E.S. Artistes", receberam atenção dos meios de comunicação da Internet em 2007, e seu álbum de estreia "Santogold", concebido com o colega John Hill, membro da Stiffed, foi publicado em abril 2008. O disco apresentou aparências e trabalhos de produção de Chuck Treece, Diplo, Switch e Jonnie "Most" Davis, entre outros. Combinando uma variedade de gêneros musicais que vão desde new wave ao rock alternativo e ao reggae, o álbum foi muito bem recebido por críticos após a liberação e foi conhecido por sua "confiança entre gêneros".

"Santogold" foi aclamado pela crítica por Entertainment Weekly e Spin, enquanto "L.E.S. Artistes" atingiu a segunda posição na lista "Singles of the Year", da Rolling Stone. Santogold atingiu o sexto lugar na lista de "Álbuns do Ano" da revista. "Creator", juntamente com "Lights Out", apareceu em comerciais nos EUA e no Reino Unido.

Durante o verão de 2008, ela lançou um CD mixtape, Top Ranking: A Diplo Dub, que foi bem recebido por Pitchfork e NME. Para sustentar a turnê do álbum Santogold, ela fez turnês com M.I.A e Björk, e, em junho de 2008, Coldplay a convidou para ser a atração que realizou a abertura dos shows da banda, nos EUA. Sua própria turnê dos EUA foi chamada de "Goldrush Tour", e, após sua conclusão, ela apoiou Jay-Z e Kanye West em uma série de shows, e The Streets, no festival de música Electric Proms da BBC. Ela terminou a abertura da turnê para Beastie Boys com três concertos no turno da Swing State Tour.

Em fevereiro de 2009, White anunciou a mudança de seu nome artístico (Santogold) para Santigold, por razões relacionadas a uma possível ação judicial do diretor Santo Victor Rigatuso, que produziu o filme de S. Gold's Blood Circus em 1985. Ela terminou a segunda etapa da turnê em agosto de 2009 no Festival Lollapalooza em Chicago, com o Billboard observando, que "entregou um conjunto brilhante e atraiu uma platéia de tamanho" para um show no final da tarde. Antes de deixar o palco, ela anunciou que estava se preparando para escrever seu próximo álbum.

Master of My Make-Believe (2011-2013)[editar | editar código-fonte]

Em 2011, ela publicou a música "Go!", com participação da Karen O, do Yeah Yeah Yeahs. A faixa foi produzida por Switch, Q-Tip e ela mesma, e a NME elogiou-a como uma faixa "frágil e brilhante" com "grandes 'booms' militaristas de tambor".

Ela anunciou que o sucessor do Santogold estrearia na primavera de 2012: foi gravado, em parte, na Jamaica e co-produzido, em parte, com a TV no Dave Sitek da Rádio. Ela descreveu o Master of My Make-Believe como "sonicamente eclético, mas com algumas bolas curvas épicas lançadas na mistura". A cantora disse ainda: "Quero que seja sobre a criação de sua própria realidade. Eu tenho uma música chamada 'The Keepers': 'Nós somos os guardiões, enquanto dormimos na América, nossa casa está queimando'". "Big Mouth", a primeira faixa e o vídeo do álbum foram publicados no final de janeiro com download gratuito. Em fevereiro, um vídeo animado para "Disparate Youth" foi lançado em seu canal oficial do YouTube, como o primeiro single do álbum. Também foi lançado no iTunes nos EUA e mais tarde, juntamente com vários remixes, no Reino Unido. Master of My Make-Believe foi lançado no final de abril. Para aclamação da crítica, "Disparate Youth" foi apresentado em um anúncio de dezembro de 2012 para o 2013 Honda Civic e uma versão para piano da música foi usada em um anúncio de 2012-2013 para o seguro Direct Line. Ela então foi em turnê e abriu alguns shows dos EUA para a banda Red Hot Chili Peppers na "I'm With You Tour". Em maio e junho, ela encabeçou seus próprios shows dos EUA antes de uma turnê europeia de verão. Em 15 de agosto de 2012, ela atuou no convés do USS Intrepid como parte de "Stephest Colbchella '012: Rocktaugustfest" no The Colbert Report, e em 9 de maio de 2013, ela apareceu como ela no episódio do "The Office AARM". Em 2013, ela gravou a música "Girls" para a trilha sonora da série de mesmo nome. Ela fez uma aparição especial como Millie na "Adult Swim"

Dois anos após encerrar a turnê de seu segundo álbum de estúdio, em 2015, a faixa "GO!", foi selecionada para fazer parte da trilha sonora do filme de comédia Spy (filme).

99¢ (2015-presente)[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2015, ela contribuiu com a música "Radio" para a trilha sonora do filme Paper Towns (filme). Em novembro, "Can't Get Enough Of Myself" foi lançado como o primeiro single do seu novo álbum 99 ¢. Em fevereiro de 2016, Santigold lançou um vídeo interativo para a música, que permitiu que os espectadores se inserissem no vídeo, promovendo a mensagem da música sobre auto-absorção e promoção na era da mídia social. Em relação à música e ao vídeo, Santigold comentou: "Não temos ilusão de que não vivamos neste mundo onde tudo está empacotado. A vida das pessoas, persona, tudo, é deliberada e mediada. Pode ser escuro, assustador e complicado, e nos assombra, mas também pode ser bobo e divertido e podemos aprender a brincar com ele ". Uma segunda faixa, "Who Be Lovin' Me", que apresentou o iLoveMakonnen, foi disponibilizada em dezembro. 99¢, seu terceiro álbum, foi lançado em fevereiro de 2016. A Mojo escreveu em uma revisão de quatro estrelas que 99¢ tinha "prazer, luz do sol e subversão". Santigold então entrou em uma turnê pelos EUA de março até maio.

Curioso notar que os vocais da cantora Charli XCX estão presentes na composição da faixa "Banshee" do álbum.

Colaborações[editar | editar código-fonte]

Além de seu próprio trabalho, White também colaborou com vários outros artistas. Ela co-escreveu a faixa-título para o álbum de 1999 da GZA, "Beneath the Surface", que apresentou a cantora Res. Ela também co-compôs e produziu a grande maioria das canções do álbum da cantora Res "How I Do", em 2001, e mais tarde apareceu na música "Stay In Line" no álbum de 2002 da GZA, "Legend of the Liquid Sword".

Em 2007, White apareceu na versão de "Preetty Green", do The Jam, em sua primeira performance como Santogold. White co-escreveu para Lily Allen em "Littlest Things", junto de Ronson, e co-compôs para Ashleey Simpson com Kenna, incluindo o single principal "Outta My Head (Ay Ya Ya)". Em 2008, ela gravou uma música com Pharrell Williams da N.E.R.D., e com Julian Casablancas, do The Strokes, para Converse. Santigold explicou que os músicos gravaram a música separadamente, e fizeram "sua própria coisa separada".

No mesmo ano, uma faixa chamada "Brooklyn Go Hard", produzida por Kanye West, continha uma amostra da trilha de Santigold, "Shove It". Apareceu na trilha sonora do Notorious B.I.G. Biografia notória. A música também foi lançada para download via assinatura de (RED) Wire, com uma parte dos lucros voltados para a organização Red de produtos da Bono. "Brooklyn Go Hard" estreou nas Canções Hot R & B / Hip-Hop do Billboard na posição de número 62.

Em 2009, ela cantou na trilha "Whachadoin?" com a M.I.A., o Nick Zinner de Yeah Yeah Yeahs e Spank Rock para o álbum de estréia do DJ collective N.A.S.A., The Spirit of Apollo, bem como na música intitulada "Gifted" com Kanye West e Lykke Li. Ela então colaborou com Basement Jaxx's no seu álbum "Scars", adicionando seus vocais à música "Saga". Imbatível com Drake e Lil Wayne. Também em 2009, seus vocais foram incluídos na trilha do Major Lazer, "Hold the Line". No mesmo ano, ela também produziu várias faixas no álbum de reunião 2010 de Devo, Something for Everybody.

Em 2010, Santigold, ao lado de Switch e Sam Endicott, do The Bravery, ajudou a escrever as músicas de Christina Aguilera "Monday Morning" e "Bobblehead" para o álbum "Bionic". Em 2011, ela apareceu no álbum "Hot Beestie Boys's Hot Sauce Committee, Part II", e foi destaque na faixa "Don't Play No Game That I Can Win". Ela também participou do álbum "Turtleneck & Chain", da Lonely Island, que empresta seus vocais à faixa "After Party". White colaborou com Spank Rock em "Car Song", para o seu álbum "Everything Is Boring and Everyone is a Fucking Liar".

Em 2012, Santigold foi uma dos convidados no álbum de Amadou & Mariam, "Folila", e apareceu na faixa "Dougou Badia". Em 2013, ela apareceu no álbum de estrondo do A$AP Rocky, "Long. Live.", aparecendo na faixa "Hell".

Em 2015, Santigold foi destaque na música de iLoveMakonnen, "Forever". Em 2016, apareceu na música da banda de pop rock OneRepublic, "Neighborhood" (listada como NbHD) de seu quarto álbum de estúdio, "Oh My My".

Em 2017, regravou a música "Give It All(With You)", ao lado de Vince Staples. A canção entrou para a trilha sonora de Power Rangers (filme).

Estilo e influências[editar | editar código-fonte]

White tem uma gama vocal de mezzo-soprano, e seu estilo é comparado frequentemente com o de M.I.A. Em resposta à comparação, White declarou que ambas são "mulheres que têm influências semelhantes e que trabalharam com algumas das mesmas pessoas", mas que sua "música é diferente e que ela não foi influenciada pelo que a imprensa estava dizendo" acrescentando:

"Eu não consigo pensar em alguém que seria um melhor ajuste de alguém que eu sou, como... Eu acho que o que é preciso sobre essa comparação é que ela é uma artista que tem muitas influências diferentes... e está juntando as coisas de uma maneira que é inesperada e sem gênero ". Santigold e sua amiga Amanda Blank foram descritas como parte de "uma nova safra de atos jovens, multiculturais e femininos na sequência do MIA causando agitação na Internet e em salas de conferência indie-label."

White também revelou sua apreciação da música com estilo New Wave, dizendo que "My Superman" é uma interpolação de uma música Siouxsie e Banshees, "Red Light". A cantora também afirmou que ela é inspirada por músicas pop dos anos 80, sentindo que "tem uma profundidade", e que ela espera "trazer mais algumas músicas pop boas". As principais influências da cantora são James Brown e Aretha Franklin e citou Devo como sua "banda favorita". White também cresceu ouvindo muito estilos como reggae, jazz, Fela Kuti e música nigeriana. Também é fã do trabalho da cantora islandesa Björk.

Legado[editar | editar código-fonte]

O cantor e compositor australiano Kevin Mitchell, sob o apelido de Bob Evans, afirmou que o trabalho de Santigold foi uma influência para a criação de seu quarto álbum Familiar Stranger. Como parte de seu desempenho para o programa de café da manhã da estação de rádio australiana Triple J, em março de 2013, Mitchell realizou uma interpretação da música "Disparate Youth", de Santigold - o desempenho ocorreu durante a conclusão das atividades "O Week" (semana de orientação para universidades australianas ) nos estúdios ABC em Melbourne, Austrália.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Ainda na turnê do álbum "Master of My Make-Believe", Santigold apresentou-se em dois festivais diferentes realizando assim, três shows com seu grupo musical, no Brasil.

Em 2012, foi headliner do festival Back2Black, na antiga Estação Leopoldina, Rio de Janeiro. O show aconteceu no dia 25 de novembro e fechou a terceira e última noite do festival.

Em 2014, Santigold voltou ao Brasil e foi headliner do Festival Batuque 2014, cujo atrações são todas dedicadas ao gênero musical black music. Fez dois shows em São Paulo nas duas noites do festival, dia 6 e 7 de dezembro, no SESC Santo André.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns
Singles

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Tipo Nomeação Resultado
2008 NME Awards USA Melhor Artista Revelação Venceu
2008 Q Awards Melhor Artista Revelação Indicada
2008 MTV Europe Music Awards Melhor Vídeo ("L.E.S. Artistes") Indicada
2009 BRIT Awards Melhor Artista Solo Feminino Internacional Indicada
2009 ASCAP Pop Music Awards Prêmio "Vanguarda" Venceu

Referências

  1. Jones, Lucy (8 de março de 2012). «Is Santigold's 'genreless' sound the future of pop music?». The Daily Telegraph. Telegraph Media Group 
  2. Hintz, Katie (22 de abril de 2008). «Santogold: A Star Grows in Brooklyn». The Village Voice. Village Voice Media. Consultado em ‎2‎ de ‎janeiro‎ de ‎2013.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. Lymangrover, Jason. «Santogold». AllMusic. Rovi Corporation. Consultado em ‎2‎ de ‎janeiro‎ de ‎2013.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. «Santogold mp3s, Santogold music downloads, Santogold songs from». eMusic.com. Consultado em ‎2‎ de ‎janeiro‎ de ‎2013.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. Sullivan, Caroline. (9 May 2008). CD: Santogold The Guardian. Página visitada em ‎2‎ de ‎janeiro‎ de ‎2013.
  6. Critcheloe, Cody (novembro de 2011). «Black And Gold Santigold». V Magazine. Consultado em ‎2‎ de ‎janeiro‎ de ‎2013..  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Santigold
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.