Santo Anastácio (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Santo Anastácio.
Município de Santo Anastácio
Sto Anastácio.JPG

Bandeira de Santo Anastácio
Brasão de Santo Anastácio
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 19 de novembro
Fundação 1925 (92 anos)
Gentílico anastaciano
Prefeito(a) Roberto Volpe (PMDB)
(2017–2020)
Localização
Localização de Santo Anastácio
Localização de Santo Anastácio em São Paulo
Santo Anastácio está localizado em: Brasil
Santo Anastácio
Localização de Santo Anastácio no Brasil
21° 58' 37" S 51° 39' 07" O21° 58' 37" S 51° 39' 07" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Presidente Prudente IBGE/2008[1]
Microrregião Presidente Prudente
Municípios limítrofes Piquerobi, Marabá Paulista, Mirante do Paranapanema, Presidente Bernardes e Ribeirão dos Índios
Distância até a capital 600 km
Características geográficas
Área 552,876 km² [2]
População 20 475 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 37,03 hab./km²
Altitude 436 m
Clima tropical Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,792 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 294 246 634,50 milhões IBGE/2013[5]
PIB per capita R$ 14 371,02 mil IBGE/2013[5]
Página oficial

Santo Anastácio é um município do estado de São Paulo, no Brasil. Faz divisa com os municípios de Piquerobi, Marabá Paulista, Mirante do Paranapanema, Presidente Bernardes e Ribeirão dos Índios. Localiza-se a uma latitude 21º50'18" sul e a uma longitude 51º36'37" oeste, estando a uma altitude de 436 metros. Sua população estimada em 2015 era de 21.044 habitantes. Possui uma área de 552,876 km².

O aniversário do município é comemorado em 19 de novembro.

História[editar | editar código-fonte]

Até o início do século XX, a região ocupada atualmente pela cidade era habitada por índios guaranis caiuás, xavantes e caingangues. A partir dessa época, a expansão da cultura do café pelo oeste do estado de São Paulo trouxe os trilhos das estradas de ferro para a região por que as estradas eram sombrias, como grandes levas de imigrantes portugueses, espanhóis, italianos e japoneses [6].A efetiva intenção de expansionismo da Estrada de Ferro Sorocabana, começou a despertar o interesse de grupos que detinham a posse de terras na região, dentre eles a Companhia dos Fazendeiros de São Paulo, que firmou um contrato com a Sociedade Ramos e Porto & Cia, que tinha como sócios os senhores  Arthur Ramos e Silva (pai), Arthur Ramos e Silva Jr., Dr. Luiz Ramos e Silva e Fabiano Porto, com o objetivo de lotear as glebas rurais, comercializar e colonizar a região.

Para o Posto de Vendas, designou o Dr. Luiz Ramos e Silva e o engenheiro Silvano Wendel, que houvera desenhado a planta de uma nova cidade.

Os primeiros lotes de terras com 50 alqueires, foram adquiridos por Francisco Bravo Del Val e Ângelo Tápias Ortiz, pelo valor de 60.000 reis cada.[7]

O curioso é que cada um que adquiria um lote na zona rural, ganhava gratuitamente um terreno localizado na zona urbana, ou seja, na futura cidade que viria florescer.

Em 9 de setembro de 1917, o Dr. Silvano Wendel, executa o alinhamento das ruas do povoado do Vai e Vem, auxiliado pelo agrimensor Francisco Maldonado.O projeto é feito e a cidade planejada, com ruas e avenidas largas, diferente das demais cidades da Alta Sorocabana.

O povoado local foi elevado à categoria de vila em 1921 por Washington Luís, passando a denominar-se distrito de paz de Santo Anastácio, uma homenagem a Santo Anastácio.

Educação[editar | editar código-fonte]

Santo Anastácio possui 4 escolas da rede municipal, sendo 3 do Ensino Fundamental ciclo I e uma de Educação Infantil:, são elas respectivamente: EMEF Dr. Tertuliano de Arêa Leão (extinta EEPG Dr. Tertuliano de Arêa Leão), EMEF Enrico Bertoni (extinta EEPG Enrico Bertoni), EMEF Profº Alberico da Silva Cesar (extinta EEPG Profº Alberico da Silva Cesar) e EMEIEF Alice Silva Guariento (onde funcionava a extinta EEPG Profº Raymundo Pismel). Também conta com 3 centros de educação infantil (creche-escola) da rede municipal: CEI Eugenia Ayres de Lima, CEI Marisa Amaral Garcia e CEI Raymundo Pismel. Possui também 2 escolas da rede estadual: EE Prof. Oswaldo Ranazzi e EE Alice Maciel Sanches. Por fim, possui também as escolas de rede particular: Centro Educacional SESI, Colégio Fênix, Colégio Maximus e Colégio Atlas.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010

População total: 20475

  • Urbana: 19.044
  • Rural: 1.705
  • Homens: 9.982
  • Mulheres: 10.493

Densidade demográfica (hab./km²): 37,03

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 11,76

Expectativa de vida (anos): 73,58

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 1,95

Taxa de alfabetização: 89,58%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,792

  • IDH-M Renda: 0,725
  • IDH-M Longevidade: 0,854
  • IDH-M Educação: 0,689

(Fonte: IPEADATA)

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. http://www.santoanastacio.sp.gov.br/
  7. «CÂMARA MUNICIPAL DE SANTO ANASTÁCIO». camarasantoanastacio.sp.gov.br. Consultado em 29 de setembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]