Santuário Nossa Senhora da Conceição

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Santuário Nossa Senhora da Conceição foi construída em agradecimento a Deus e em homenagem a Nossa Senhora da Conceição pelo Dom da Vocação de Dom Vital um ilustre filho de Pedras de Fogo.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1842, os capuchinhos italianos inauguram suas missões no nordeste Brasileiro. Frei Serafim de Catânea a iniciou evangelizando a Paraíba.

Em 1852, dez anos após o inicio das missões Frei Serafim centralizou sua ação missionária em São Miguel de Taipu. Nesta época Pedras de Fogo pertencia a freguesia de Nossa Senhora dos Anjos de São Miguel de Taipu. durante as Santas missões em Pedras de Fogo Dom Vital com apenas 8 anos, estreita os laços com Frei Serafim. Sua desenvoltura causava admiração ao missionário Frei Serafim e aos fiéis. A partir desta relação com os missionários capuchinhos, criara em Dom Vital uma consciência missionária.

Em 1854 com apenas 10 anos Dom Vital é matriculado no Colégio Benfica em Recife e logo após é recebido no Seminário de Olinda, pois no Brasil não existia noviciado capuchinho, mas o sonho em ser Padre persistia. Em agradecimento a Deus pela vocação de Dom Vital Frei Serafim resolve construir em Pedras de Fogo, uma Igreja dedicada a Nossa Senhora da Conceição.

Frei Serafim viaja a Itália, na volta traz recursos e o projeto arquitetônico da nova igreja. O Frei Serafim deseja oferecer a Pedras de Fogo um grandioso templo, que marcasse a missão e a vocação de Dom Vital.

Em 1860 depois de uma longa atividade missionária em Pernambuco, se dá em Pedras de Fogo o encerramento das missões, com uma peregrinação de fé e penitência. E no final deste mesmo ano começa a construção da igreja de Pedras de Fogo.

Em 1863 Frei Serafim é forçado a deixar a direção dos trabalhos de construção da Igreja e assume a Prefeitura Capuchinha da Penha, no Recife. Mas confia a um mestre de obras a continuidade dos trabalhos, e varias vezes visita Pedras de Fogo. Em 1865 em Janeiro deste ano, Frei Serafim finalmente inaugura a belíssima Igreja de N. Senhora da Conceição, com uma Solene Procissão de Recife a Pedras de Fogo, levando varias Imagens que trouxe da Europa.

Os capuchinhos consideravam Pedras de Fogo, a terra predileta do Frei Serafim. Agora é a comunidade que lhe dedica especial predileção e agradecimentos pela construção da Igreja Nossa Senhora da Conceição.

Em 08 de Dezembro de 2007 atendendo ao pedido do padre Cícero Alberes o Arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, elevou a Matriz de Pedras de Fogo a dignidade de Santuário.