Sara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Sara (desambiguação).
Sara
Sara e Abraão representados em uma pintura

Sara (hebraico: שָׂרָה, hebraico moderno: Sara, tiberiano: Śārā; pronunciado /ˈsɛərə/; latim: Sara; em árabe: سارة) esposa de Abraão e mãe de Isaque como é descrito no Antigo Testamento e no Alcorão. Seu nome original era Sarai. De acordo com Gênesis 17:15, Deus mudou seu nome para Sara como parte de uma aliança com Javé após Agar dar a Abraão seu filho Ismael.

O nome hebraico Sara indica uma mulher de alta posição social e algumas vezes é traduzido como “princesa”.[1] Ele também pode significar “senhora”, ou "dama". Seu nome no original era Sarai, que significa "minha princesa". Seu nome foi modificado quando o de Abrão foi mudado para Abraão, quando foi estabelecida a circuncisão como sinal do Pacto Abraâmico.

Sara na Bíblia[editar | editar código-fonte]

Sara foi esposa de Abraão. Ela era considerada muito bela ao ponto que Abraão temeu que quando eles estivessem próximos aos governantes mais poderosos ela fosse tirada dele e entregue a outro homem. Como estrangeira, Sara esteve sujeita ao rapto contra sua vontade. [2]

Sara também enfrentou a esterilidade, concebendo miraculosamente em avançada idade.[3]

Então caiu Abraão sobre o seu rosto, e riu-se, e disse no seu coração: A um homem de cem anos há de nascer um filho? E dará à luz Sara da idade de noventa anos? Gênesis 17,17.
E disse Deus: Na verdade, Sara, tua mulher, te dará um filho, e chamarás o seu nome Isaque, e com ele estabelecerei a minha aliança, por aliança perpétua para a sua descendência depois dele. Gênesis 17,19

Em Gênesis 20,12. Abraão fala de Sara como sua "irmã, a filha de meu pai, mas não a filha de minha mãe". Porém em Gênesis 11,26 esta escrito "E viveu Terá setenta anos, e gerou a Abrão, a Naor, e a Harã." E em Gênesis 11,27 "E estas são as gerações de Terá: Terá gerou a Abrão, a Noar, e a Harã; E Harã gerou a Ló. Já em Gênesis 11,29 Diz "E tomou a Abrão e Naor mulheres para si: O nome da mulher de Abrão era Sarai, e o nome da mulher de Naor era Milca, filha de Harã, pai de Milca e pai de Iscá.[4]

Sara aparece citada em I São Pedro 3,6 como exemplo de obediência. Entretanto, em nenhum lugar de Gênesis em que Sara chama-o de Senhor, (exceto Gênesis 18,12, mas que não se refere a obediência). Pelo contrário, Abraão é retratado obedecendo as vontades de Sara (Gênesis 16,2-6; 21,12). [4][5]

Referências

  1. Brown-Driver-Briggs Hebrew and English Lexicon. H8283. Sarah
  2. | LISBÔA, Célia Maria Patriarca; COSTA, Rute Ramos da Silva. “Não oprimirás o estrangeiro negro Aportes sobre migração no Ciclo de Abraão e Sara.” Bíblia e Migração: 73.
  3. DIAS, Elizangela Chaves. “Útero estéril e sepultura: a participação de Sara nas promessas feitas a Abraão.” Revista de Cultura Teológica 90 (2017): 69-81.
  4. a b | Sara
  5. SLY, Dorothy I. “1 Peter 3:6b: In light of Philo and Josephus.” Journal of Biblical Literature 110, no. 1 (Spring 1991): 126–29.