Saser Kangri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Saser Kangri
Vista dos picos Saser Kangri III (à esq.) e II (centro) a partir do Khardung La.
Saser Kangri está localizado em: Índia
Saser Kangri
Coordenadas 34° 51' 54" N 77° 45' 9" E
Altitude 7 672 m (25 171 pés)
Posição: 35
Proeminência 2 304 m
Listas Ultra
País  Índia
Estado Jammu e Caxemira
Cordilheira Saser Muztagh, Caracórum
Primeira ascensão 5 de junho de 1973 por Dawa Norbu, Da Tenzing, Nima Tenzing, Thondup
Rota mais fácil escalada sobre gelo/rocha

Saser Kangri é uma montanha da cordilheira Saser Muztagh, parte do Caracórum, nos Himalaias. Tem 7672 m de altitude e 2304 m de proeminência topográfica, o que a torna num dos picos ultraproeminentes dos Himalaias Ocidentais. É a mais alta da cordilheira Saser Muztagh. Esta montanha tem quatro picos principais[1][2]
:

  • Saser Kangri I, de 7672;
  • Saser Kangri II, de 7518 m,
  • Saser Kangri III ,de 7495 m,
  • Saser Kangri IV, de 7416 m,

As primeiras tentativas de exploração e escalada ao Saser Kangri foram feitas pelo lado ocidental, a partir do vale de Nubra, que é mais baixo, mais povoado, e portanto mais facilmente acessível que a parte oriental, que está frente ao Planalto Tibetano.

As primeiras explorações europeias incluíram uma visita, em 1909, com o explorador inglês Tom George Longstaff, juntamente com Arthur Neve e A. M. Slingsby. No entanto, chegaram a elas sem conseguir subir, depois de várias tentativas de vários grupos no lado ocidental durante o período 1922-70, já que manifestamente a parte ocidental era surpreendentemente difícil.

Em 1973, finalmente, teve êxito a primeira ascensão ao pico de uma expedição dos membros da Polícia de Fronteira Indo-Tibetana, por uma rota muito diferente. Aproximaram-se do cume a partir de sudeste, através da parte superior do vale do Shyok e do norte do glaciar Shukpa Kunchan, uma viagem longa e difícil. O grupo consistia, entre outros, dos montanhistas Budhiman, Neema Dorjee, Sher Singh, Tajwer Singh, Phurba Sherpa e Chhewang Somanla.[3] Só em 1987 alguns alpinistas conseguiram ascender a este pico a partir do lado ocidental: uma equipa indo-britânica subiu com êxito ao pico em conjunto com a primeira ascensão do Saser Kangri IV.

O Saser Kangri II Oeste foi escalado pela primeira vez em 1984 por uma equipa indo-japonesa, que, à época, supunha que este pico era mais alto que o Saser Kangri II Este e só depois se confirmou que afinal era o mais alto dos dois. O Saser Kangri II Este foi escalado pela primeira vez por Mark Richey, Steve Swenson e Freddie Wilkinson em 24 de agosto de 2011.[4] Até então era o segundo mais alto pico não escalado, após o Gangkhar Puensum.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Jurgalski, Eberhard (8000ers.com) (2011). «High Asia - All mountains and main peaks above 6750 m» (em inglês) 
  2. "The Karakoram, Pakistan Himalaya and India Himalaya" Ultra-Prominence Page. Peaklist.org. Acesso em 20-1-2012.
  3. Chamoli, S.P. (1987). «Saser Kangri III 1986». The Himalayan Club. The Himalayan Journal. 43. Consultado em 14 de abril de 2015 
  4. a b «First Ascent of Saser Kangri II». American Alpine Club. 2011. Consultado em 14 de abril de 2015