Schienenzeppelin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Translation arrow.svg
Este artigo resulta, no todo ou em parte, de uma tradução do artigo «Schienenzeppelin» na Wikipédia em inglês, na versão original. Você pode incluir conceitos culturais lusófonos de fontes em português com referências e inseri-las corretamente no texto ou no rodapé. Também pode continuar traduzindo ou colaborar em outras traduções. (Data da tradução: 7 de abril de 2019)Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Schienenzeppelin
.
O Schienenzeppelin na rampa de acesso Erkrath-Hochdahl
Descrição
Propulsão Motor aeronáutico a pistão movido por hélice
Projetista Franz Kruckenberg
Ano de fabricação 1929 (90 anos)
Locomotivas fabricadas 1
Classificação UIC 2
Tipo de serviço Transporte de passageiros
Características
Bitola Bitola padrão/internacional
1 435 mm (4,71 ft)
Comprimento 25,85 m (84,8 ft)
Altura 2,8 m (9,19 ft)
Peso da locomotiva 20,3 t (44 800 lb)
Tipo de combustível Gasolina
Fabricante do motor BMW
Motor primário Motor aeronáutico BMW VI V12
Número de cilindros 12
Tipo de transmissão Ar comprimido[1]
Performance
Velocidade máxima 230,2 km/h (143 mph)
Potência total 600 hp (608 cv)
Operação
Ferrovias Originais German Imperial Railway Company (Deutsche Reichsbahn)
Local de operação  Alemanha
Ano de desmanche 1939
Situação Desmanchada

O Schienenzeppelin (alemão: [ˈʃiːnənˌtsɛpəliːn]) ou Zeppelim Ferroviário foi uma automotora experimental que se assemelhava a um dirigível Zeppelim em aparência. Ele foi designado e desenvolvido pelo engenheiro aeronáutico Franz Kruckenberg em 1929. A propulsão era realizada por um hélice propulsor localizado na traseira, acelerava a automotora até 230,2 quilômetros por hora (143 milhas por hora) firmando o recorde de velocidade terrestre para um veículo sobre trilhos movido por hélice com motor à combustão. Somente um exemplar foi construído, e posteriormente desmanchado por problemas de segurança em 1939.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Traver Adolphus, David (December 2007). "Schiene Zeppelin". Hemming Motor News.

Leitura recomendada[editar | editar código-fonte]

  • Gottwaldt, Alfred (2006). Der Schienenzeppelin. Franz Kruckenberg und die Reichsbahn-Schnelltriebwagen der Vorkriegszeit 1929–1939. Freiburg: Ek. ISBN 978-3-88255-134-1.
  • Gottwaldt, Alfred (1972). Schienenzeppelin. Franz Kruckenberg und die Reichsbahn-Schnelltriebwagen der Vorkriegszeit 1929–1939. Augsburg: Rösler und Zimmer.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]