Escolas palatinas (militar)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Scholae Palatinae)
Ir para: navegação, pesquisa
O imperador bizantino Justiniano I (r. 527–565) e sua corte: Os soldados à esquerda, com os torques de ouro típicos de guardas bizantinos, são escolas.
Mosaico na Basílica de São Vital, em Ravena

Escolas palatinas (em latim: Scholae Palatinae; em grego: Σχολαὶ; transl.: Skholaí) era o nome de uma tagma (guarda militar de elite dos impérios Romano e Bizantino). Sua origem geralmente é creditada ao imperador romano Constantino (r. 306–337), que a teria implementado como substituto para a cavalaria pessoal do Augusto, o braço montado da guarda pretoriana. As escolas sobreviveram pelo resto do período romano e bizantino até desaparecerem no fim do século XI, durante o reinado de Aleixo I Comneno (r. 1081–1118).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Haldon, John F. (1999). Warfare, state and society in the Byzantine world, 565-1204. Londres e Nova Iorque: Routledge. ISBN 1857284941 
  • Southern, Pat; Dixon, Karen R. (1996). The Late Roman Army. Londres e Nova Iorque: Routledge. ISBN 071347047X 
  • Jones, Arnold Hugh Martin (1986). The Later Roman Empire, 284-602: A Social Economic and Administrative Survey. Baltimore, Marilândia: Johns Hopkins University Press. ISBN 080183354X 
  • Treadgold, Warren T. (1980). «Notes on the Numbers and Organisation of the Ninth-Century Byzantine Army». Oxford. Greek, Roman and Byzantine Studies. 21 
  • Treadgold, Warren T. (1995). Byzantium and Its Army, 284-1081. Stanford, Califórnia: Stanford University Press. ISBN 0804731632