School of Oriental and African Studies (SOAS)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Escola de Estudos Orientais e Africanos
School of Oriental and African Studies (SOAS), University of London.
Lema Scientia sit potentia (em latim)
Conhecimento é poder
Fundação 1916
Tipo de instituição Pública
Localização Londres (em inglês: London, AFI[ˈlʌndən]) é a capital da Inglaterra,
Reino Unido Reino Unido
Campus Urbano: Russell Square & Vernon Square.
Cores da escola Amarelo     
Mascote Camelo árabe e elefante asiático.
Página oficial SOAS.ac.uk

A Escola de Estudos Orientais e Africanos,[1] muitas vezes chamada simplesmente de sua sigla SOAS, é uma escola constituinte da Universidade de Londres localizada no coração de Londres[2] especializada em artes, humanidades, idiomas, culturas, direito e ciências sociais em relacionamento com a Ásia, África e Oriente Médio.[3] O SOAS oferece cerca de trezentas variações de bacharelado (licenças) e mais de setenta cursos de mestrado. Doutorados também são oferecidos em todas as faculdades do estabelecimento.[4][5][6][7]

O estudo de Política e Estudos Internacionais da SOAS.

Russell Square Câmpus[editar | editar código-fonte]

Vernon Square Câmpus[editar | editar código-fonte]

Ex-alunos notáveis[editar | editar código-fonte]

Realeza[editar | editar código-fonte]

Governo e política[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «SOAS faces 'viability problems' amid pandemic crisis, director warns». Times Higher Education (THE) (em inglês). 6 de maio de 2020. Consultado em 30 de maio de 2020 
  2. «SOAS University of London to slash budgets and cut staff amid coronavirus crisis». The National (em inglês). Consultado em 30 de maio de 2020 
  3. editor, Richard Adams education (29 de maio de 2020). «Soas survived the end of empire but can it recover this time?». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  4. Studies, International Institute for Asian (1998). Guide to Asian Studies in Europe (em inglês). [S.l.]: Psychology Press 
  5. Kishida, Yuka Hiruma (3 de outubro de 2019). Kenkoku University and the Experience of Pan-Asianism: Education in the Japanese Empire (em inglês). [S.l.]: Bloomsbury Publishing 
  6. Company, The Asahi Shimbun (26 de fevereiro de 2015). Media, Propaganda and Politics in 20th-Century Japan (em inglês). [S.l.]: Bloomsbury Publishing 
  7. Studies, University of London School of Oriental and African (2003). SOAS Since the Sixties (em inglês). [S.l.]: School of African and Oriental Studies, University of London 
  8. Cywinski, Sara (21 de março de 2011). Kate: Style Princess (em inglês). [S.l.]: Kings Road Publishing 
  9. Blümel, Roland; Dürmeyer, Karin (24 de abril de 2018). Porträts mutiger Frauen: In Aquarellen und Worten (em alemão). [S.l.]: BoD – Books on Demand 
  10. «Albert II inquiet pour sa petite-fille». Édition digitale de Mons (em francês). 18 de novembro de 2018. Consultado em 30 de maio de 2020 
  11. «Anthony Brooke» (em inglês). 6 de março de 2011. ISSN 0307-1235 
  12. Theses and Dissertations Accepted for Higher Degrees (em inglês). [S.l.]: University of London. 1970 
  13. Hanlon, Joseph (27 de agosto de 2015). A Decade of Mozambique: Politics, Economy and Society 2004-2013 (em inglês). [S.l.]: BRILL 
  14. Hermann, Rainer (16 de junho de 2014). Where is Turkey Headed?: Culture Battles in Turkey (em inglês). [S.l.]: Blue Dome Press 
  15. Sfeir, Antoine C. (22 de março de 2018). Histoire de la Birmanie: Des rois de Pagan à Aung San Suu Kyi (em francês). [S.l.]: Editions Tallandier 
  16. Bagshaw, Ant; McVitty, Debbie (14 de agosto de 2019). Influencing Higher Education Policy: A Professional Guide to Making an Impact (em inglês). [S.l.]: Routledge 
  17. Sellstrom, Tor; Sellström, Tor (1999). Sweden and National Liberation in Southern Africa: Solidarity and assistance, 1970-1994 (em inglês). [S.l.]: Nordic Africa Institute 
  18. Schofield, Camilla (3 de outubro de 2013). Enoch Powell and the Making of Postcolonial Britain (em inglês). [S.l.]: Cambridge University Press 
  19. Kidwai, Rasheed (2011). Sonia: A Biography (em inglês). [S.l.]: Penguin Books India 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]