Scott Columbus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Scott Columbus
Columbus em concerto em 2010
Informação geral
Nome completo Walter Scott Columbus
Nascimento 10 de novembro de 1956
Local de nascimento
Estados Unidos
Morte 4 de abril de 2011 (54 anos)
Gênero(s) Heavy metal, power metal
Ocupação(ões) Músico
Progenitores Mãe: Amelia Columbus
Pai: John A. Columbus
Instrumento(s) Bateria, percussão
Período em atividade 1983–2011
Gravadora(s) Magic Circle
Afiliação(ões) Manowar, Ross The Boss

Scott Columbus (10 de novembro de 19564 de abril de 2011) foi um baterista estadunidense, tendo sido integrante da banda Manowar, na qual entrou no ano de 1983[1] após saída de Donnie Hamzik.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Gravou com os Manowar álbuns como Into Glory Ride, Hail to England, Sign of the Hammer, Fighting the World e Kings of Metal.[1] Teve uma breve saída da banda em 1992, supostamente por questões de saúde do filho, e nesse período a banda gravou The Triumph of Steel com a participação de Rhino, que sempre soube da titularidade de Columbus. A respeito deste episódio, ele declararia mais tarde à revista Classic Rock: "Meu filho nunca esteve doente — deduza disso o que você quiser".[2]

Scott Columbus retornou à banda em 1994, permanencendo até 2008 e gravando os álbuns Louder than Hell[1] , Warriors of the World, Gods of War. Teve, ainda, participação na gravação das músicas de Thunder in the Sky, saindo da banda quando estavam em estúdio.

A sua saída do Manowar deu-se, alegadamente, por desentendimentos com os demais integrantes.[1] Scott tocou depois com Ross The Boss, ex-guitarrista da própria banda.

Morte[editar | editar código-fonte]

Columbus faleceu a 4 de Abril de 2011.[1] A notícia foi colocada inicialmente na página de Ross The Boss no Facebook, e depois na página oficial e no Facebook da sua ex-banda, não tendo sido revelada a causa da morte.[3][4] Em fóruns e blogs, entretanto, fãs comentaram sobre um rumor de que Scott teria, de fato, cometido suicídio, algo que vai contra os ideais de luta e coragem exaltados pelo Manowar, o que explicaria o silêncio da banda sobre a causa da morte.[5][6]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e «Scott Columbus: Ex-baterista dos Manowar faleceu ontem». Palco Principal. Consultado em 5 de Abril de 2011 
  2. Classic Rock, ed. 158, junho de 2011 (pág. 20)
  3. página oficial dos Manowar
  4. Blitz (revista). «Manowar lamentam morte do antigo baterista, Scott Columbus». Consultado em 5 de Abril de 2011 
  5. «Former Manowar drummer Scott Columbus dead at 54» (em inglês). SlayerSaves Forums. 4-2011  Verifique data em: |data= (ajuda)
  6. «Manowar Drummer Scott Columbus Dead At Age 54» (em inglês). Geeks of Doom. 5 de abril de 2011