Scott Morrison

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Scott Morrison
Scott Morrison
30.º Primeiro-ministro da Austrália
Período 24 de agosto de 2018
a 23 de maio de 2022
Rainha Isabel II
Antecessor(a) Malcolm Turnbull
Sucessor(a) Anthony Albanese
Líder do Partido Liberal
Período 24 de agosto de 2018
a atualidade
Antecessor(a) Malcolm Turnbull
Ministro da Função Pública
Período 26 de maio de 2019
a 8 de outubro de 2021
Antecessor(a) Mathias Cormann
Tesoureiro da Austrália
Período 21 de setembro de 2015
a 24 de agosto de 2018
Antecessor(a) Joe Hockey
Sucessor(a) Josh Frydenberg
Ministro de Serviços Sociais
Período 23 de dezembro de 2014
a 21 de setembro de 2015
Antecessor(a) Kevin Andrews
Sucessor(a) Christian Potter
Ministro da Imigração e Proteção de Fronteiras
Período 18 de setembro de 2013
a 23 de dezembro de 2014
Antecessor(a) Tony Burke
Sucessor(a) Peter Dutton
Membro do Parlamento australiano por Cook
Período 24 de novembro de 2017
a atualidade
Dados pessoais
Nascimento 13 de maio de 1968 (54 anos)
Sydney, Nova Gales do Sul
 Austrália
Alma mater Universidade de Nova Gales do Sul (BS)
Cônjuge Jenny Warren
Filhos 2
Partido Liberal (Coalizão)
Religião Cristão pentecostal
Profissão Executivo, economista, político

Scott John Morrison (13 de maio de 1968) é um politico australiano que serviu como Primeiro-ministro da Austrália de 2018 a 2022, sendo ainda líder do Partido Liberal desde 24 de agosto de 2018. Ele também é membro da Câmara dos Representantes desde 2007, representando a Divisão de Cook, em Nova Gales do Sul.[1][2]

Morrison nasceu em Waverley, no subúrbio de Sydney, e estudou geografia econômica na Universidade de Nova Gales do Sul. Antes de entrar na política, trabalhou como diretor no Escritório da Nova Zelândia para Turismo e Esporte de 1998 a 2000 e foi diretor da agência governamental Tourism Australia de 2004 a 2006. Ainda foi diretor estadual do Partido Liberal australiano em Nova Gales do Sul de 2000 a 2004. Morrison foi eleito para a Câmara dos Representantes nas eleições de 2007 e começou sua carreira como um político conservador e religioso.[3] Após a vitória da Coalizão nas eleições federais de 2013, Morrison foi apontado como Ministro para Imigração e Proteção das Fronteiras no governo de Tony Abbott.[4] Ele foi um dos responsáveis pela implementação da controversa e popular Operação Sovereign Borders, que buscava deter a imigração ilegal para o país. Em dezembro de 2014, Morrison mudou de pasta e se tornou Ministro de Serviços Sociais.[5] Ele foi então apontado como Tesoureiro em setembro de 2015, quando Malcolm Turnbull substituiu Abbott como primeiro-ministro.[6]

Em agosto de 2018, Peter Dutton desafiou Turnbull pela liderança do Partido Liberal, devido a insatisfação da ala conservadora da coalizão. Turnbull derrotou Dutton na eleição interna da legenda, mas as tensões políticas continuaram. Turnbull, por fim, renunciou e Morrison assumiu a liderança do partido e, consequentemente, se tornou primeiro-ministro.[7] Morrison liderou a sua coalizão a uma vitória contundente na eleição de 2019, garantindo-se no poder por mais três anos.[8]

O seu governo foi criticado pelo seu desinteresse nas questões ambientais e climáticas, preferindo concentrar-se nos interesses das indústrias carvão e mineração.[9] Morrison recebeu críticas de todos os lados do espectro político devido a sua fraca resposta a temporada de incêndios na Austrália de 2019–2020 e a percebida inação de seu governo.[10] Durante a Pandemia de COVID-19, Morrison estabeleceu um cabinete nacional para lidar com a crise e a Austrália foi elogiada em 2020 por ser um dos poucos países ocidentais a suprimir com sucesso o vírus,[11] embora a lentidação das campanhas de vacinação contra a COVID foi criticada.[12] Já a economia do país, que manteve, em 2018 e 2019, a continuidade de um sustentável crescimento, viu uma retração em 2020 e aumento da pressão inflacionária em 2021-22.[13] Na política externa, Morrison supervisionou a assinatura do pacto de segurança AUKUS, mantendo o alinhamento com os Estados Unidos, ao mesmo tempo que causou tensões com a China[14] e até mesmo com a França.[15] Como resposta a invasão da Ucrânia pela Rússia em 2022, Morrison autorizou auxílio logístico e financeiro como parte de um esforço internacional para apoiar o esforço de guerra ucraniano. Internamente, ele recebeu críticas por sua reação obtusa as inundações que aconteceram em Queensland em 2022[16][17][18] e sua falha em lidar com as questões de mudanças climáticas.[19] Morrison acabou sendo derrotado nas eleições federais na Austrália em 2022, renunciando também ao cargo de líder do Partido Liberal logo em seguida.[20]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Morrison nasceu em Waverley, Sydney, Nova Gales do Sul, o mais novo de dois filhos de Marion e John Morrison (falecido em 23 de janeiro de 2020).[21] Seu pai era um policial que serviu no Conselho Municipal de Waverley por 16 anos, inclusive por um breve período como prefeito.[22] O avô materno de Morrison nasceu na Nova Zelândia.[23] Sua avó paterna era sobrinha da famosa poeta australiana Dame Mary Gilmore.[24] Em 2012, no 50º aniversário de sua morte, ele fez uma homenagem a ela no parlamento federal. Morrison é descendente de William Roberts, um condenado por roubar fios e transportado para a Austrália na Primeira Frota em 1788.[25]

Morrison cresceu no subúrbio de Bronte.[26] Ele teve uma breve carreira como ator infantil, aparecendo em vários comerciais de televisão e pequenos papéis em shows locais. Alguns relatórios sugeriram que ele era o garoto icônico de Vicks "Love Rub" dos anos 70, mas não foram encontradas imagens para confirmar ou refutar isso; ele afirmou que estava em um comercial diferente da Vicks.[27] Ele freqüentou a Sydney Boys High School antes de concluir o bacharelado em Geografia Econômica Aplicada na Universidade de New South Wales.[28][29] Ele pensou em estudar teologia no Regent College em Vancouver, Canadá, mas optou por ingressar na força de trabalho após concluir sua graduação, em parte devido à desaprovação de seu pai.[27][30]

Referências

  1. «Scott Morrison é o novo primeiro-ministro da Austrália». G1. Consultado em 25 de agosto de 2018 
  2. «Who is Scott Morrison? Evangelical churchgoer behind Australia's tough line on immigration». The Guardian. Consultado em 24 de agosto de 2018 
  3. Massola, James; Bagshaw, Eryk (22 de dezembro de 2017). «'I'm not going to put up with it any more': Morrison vows to defend Christianity in 2018». The Sydney Morning Herald. Consultado em 15 de fevereiro de 2018 
  4. «Tony Abbott's cabinet and outer ministry». The Sydney Morning Herald. AAP. 16 de setembro de 2013. Consultado em 24 de agosto de 2018 
  5. «Dutton to immigration in reshuffle». News.com.au. 21 de dezembro de 2014 
  6. Murphy, Katharine (20 de setembro de 2015). «Malcolm Turnbull unveils his ministry». The Guardian 
  7. «Scott Morrison wins Liberal party leadership spill». Nine News. Consultado em 24 de agosto de 2018 
  8. Belot, Henry (19 de maio de 2019). «Federal election result: Scott Morrison says 'I have always believed in miracles' as Coalition retains power». Australian Broadcasting Corporation 
  9. «Rechauffement climatique indigenes australiens attaquent gouvernement inaction». 20minutes.fr. Consultado em 26 de janeiro de 2021 
  10. Remeikis, Amy (21 de dezembro de 2019). «Scott Morrison's Hawaii horror show: how a PR disaster unfolded». The Guardian. Consultado em 23 de dezembro de 2019. Cópia arquivada em 23 de dezembro de 2019 
  11. «Australia has almost eliminated the coronavirus — by putting faith in science». Washington Post (em inglês). ISSN 0190-8286. Consultado em 16 de julho de 2021. Cópia arquivada em 31 de maio de 2021 
  12. Topsfield, Jewel (30 de maio de 2021). «Why has the vaccine rollout been so slow?». The Sydney Morning Herald 
  13. «'Tough times': Scott Morrison says economy 'obviously' taking a hit from Omicron». The Guardian. Consultado em 21 de maio de 2022 
  14. Hadley, Erin (29 de dezembro de 2021). «Australia-China relations continued to sour in 2021. What can we expect in 2022?». ABC News. Consultado em 30 de dezembro de 2021 
  15. «Aukus: French minister condemns US and Australia 'lies' over security pact». BBC News. 19 de setembro de 2021. Consultado em 20 de setembro de 2021 
  16. Karp, Paul (4 de abril de 2022). «Liberal MP accuses Scott Morrison of 'ruthless bullying' and scheming at the expense of flood victims». The Guardian. Consultado em 7 de abril de 2022 
  17. Haslam, Alex (11 de março de 2022). «Scott Morrison's tone-deaf leadership is the last thing traumatised flood victims need. Here are two ways he can do better». The Conversation. Consultado em 12 de março de 2022 
  18. Henriques-Gomes, Luke (15 de abril de 2022). «Coalition faces criticism for limiting 'top-up' payment to Lismore flood victims only». The Guardian. Consultado em 17 de abril de 2022 
  19. RN Breakfast (8 de novembro de 2021). «Scott Morrison accused of failing to understand the 'urgency' of climate change». ABC News. Consultado em 12 de novembro de 2021 
  20. «Live: Morrison calls Albanese to concede electoral defeat as Labor, independents unseat Coalition». ABC News (em inglês). Consultado em 21 de maio de 2022 
  21. «Scott Morrison's father John dies aged 84» (em inglês). 23 de janeiro de 2020 
  22. «Scott Morrison: So Who the Bloody Hell Are You?: | The Monthly». 11 de abril de 2018 
  23. Citizenship Register - Morinson Consultado em 22 de abril de 2020.
  24. «ParlInfo - Federation Chamber : ADJOURNMENT : Dame Mary Gilmore DBE» 
  25. Foden, Blake (26 de janeiro de 2019). «Scott Morrison speaks of convict ancestry as he welcomes new citizens» (em inglês) 
  26. Snow, Deborah (29 de abril de 2016). «Scott Morrison's relentless rise to power» (em inglês) 
  27. a b «National Film and Sound Archive hunts for Scott 'Love Rub' Morrison» (em inglês). 13 de agosto de 2015 
  28. corporateName=Commonwealth Parliament; address=Parliament House, Canberra. «Hon Scott Morrison MP» (em inglês) 
  29. «Key facts about Scott Morrison, Australia's new prime minister» (em inglês). 24 de agosto de 2018 
  30. «From child actor to prime minister: Who is Scott Morrison?» (em inglês) 

Precedido por
Malcolm Turnbull
Primeiro-ministro da Austrália
2018 — 2022
Sucedido por
Anthony Albanese
Ícone de esboço Este artigo sobre um político da Austrália é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.