Se Liga Bocão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Se Liga Bocão
Informação geral
Formato Programa jornalístico
Gênero policialesco
País de origem  Brasil
Idioma original português
Produção
Apresentador(es) José Eduardo
Localização Salvador, Bahia
Exibição
Emissora de televisão original TV Aratu
TV Itapoan/TV Record Bahia
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 2006—2007 (TV Aratu)
2008 (TV Itapoan)
2009 (TV Record Bahia) – 2014 (TV Record Bahia)
Cronologia
Programas relacionados Balanço Geral
Na Mira

Se Liga Bocão foi um programa jornalístico com o formato de jornalismo local transmitido na Bahia. Foi exibido durante um ano e meio na TV Aratu e seis e meio na TV Record Bahia. Em sua melhor época, chegou a marcar médias acima dos 24 pontos no IBOPE e até 33 pontos de pico.[1] Se Liga Bocão esteve envolvido em uma série de controvérsias[2][3][4] e entrou mais de uma vez na campanha feita por denúncias de telespectadores, "Quem Financia a Baixaria é Contra a Cidadania", ficando entre os cinco mais denunciados por "incitação à violência, desrespeito à pessoa humana e sensacionalismo."[5]

Em setembro de 2014 a TV Record Bahia anunciou o fim do programa após fazer uma pesquisa e uma reunião com o vice-presidente de jornalismo da Rede Record (nacional). A pesquisa indicava que o uso de conteúdo violento estava desgastado e Balanço Geral, na época com o apresentador Raimundo Varela, tinha grande credibilidade do público da Bahia.[6]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

O programa foi criado originalmente em uma versão radiofônica na Itapoan FM, e só depois foi criada a versão televisiva para a TV Aratu. O programa na Itapoan FM segue no ar até hoje.

Referências

  1. Gabriel Vaquer (10 de setembro de 2014). «Record Bahia irá acabar com o programa "Se Liga Bocão"; confira detalhes». natelinha.uol.com.br. Consultado em 19 de setembro de 2016 
  2. «Rede Record de Salvador condenada a entregar fita do programa "Se Liga Bocão", de 2008, em dez dias». direito-legal.jusbrasil.com.br. Consultado em 19 de setembro de 2016 
  3. «Ministério Público coíbe abusos em programas na Bahia». www.intervozes.org.br. 24 de abril de 2009. Consultado em 19 de setembro de 2016 
  4. «A estranha história da desmentida demissão do apresentador do "Se Liga Bocão"». www.politicalivre.com.br. 25 de dezembro de 2007. Consultado em 19 de setembro de 2016 
  5. «O ranking da baixaria na televisão». espaco-vital.jusbrasil.com.br. Consultado em 19 de setembro de 2016 
  6. «Record Bahia confirma fim do programa 'Se Liga, Bocão'; entenda o caso». www.bahianoticias.com.br. 10 de setembro de 2014. Consultado em 19 de setembro de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.