Seara Alimentos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Seara Alimentos
Razão social Seara Alimentos Ltda.
Tipo Subsidiária
Slogan "A qualidade vai te surpreender"
Indústria Alimentícia
Fundação 18 de novembro de 1956 (60 anos) em Seara, Santa Catarina,  Brasil
Sede Itajaí, Santa Catarina,
 Brasil
Proprietário(s) JBS
Pessoas-chave Gilberto Tomazzoni (CEO)
Lucro Aumento R$ 1.880 bilhões (2012)[1]
Faturamento Aumento R$ 15.974 bilhões (2012)[1]
Website oficial www.seara.com.br/seara/

Seara Alimentos é uma empresa brasileira do ramo alimentício fundada em 18 de novembro de 1956 no município de Seara, oeste do estado de Santa Catarina.[2] Foi controlada pelo Grupo Marfrig de 2009 a 2013 e foi comprada pela JBS por R$ 5.5 bilhões em 2013.[3]

Publicidade e patrocínios[editar | editar código-fonte]

A Seara foi uma das patrocinadoras oficiais da Copa do Mundo FIFA de 2010 e da Copa do Mundo FIFA de 2014.[4][5] No futebol, foi ainda patrocinadora oficial do Santos Futebol Clube[6] e do Criciúma Esporte Clube na temporada 2010-2011.[7] Sua atuação se estendeu também nos patrocínios do Grêmio Esportivo Osasco[8] e da Seleção Brasileira de Futebol.[9]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Henrique Gomes Batista (8 de junho de 2013). «JBS compra Seara e briga por liderança em mercado de aves». O Globo. Consultado em 15 de fevereiro de 2017 
  2. Seara. «História da Marca». Consultado em 11 de janeiro de 2013 
  3. http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,compra-da-seara-do-marfrig-pelo-jbs-envolve-cerca-de-r-5-5-bilhoes,155972,0.htm
  4. Fifa (14 de abril de 2010). «Global food supplier Seara signs up as final FIFA World Cup Sponsor» (em inglês). Fifa.com. Consultado em 15 de fevereiro de 2017 
  5. Thiago Terra (10 de outubro de 2010). «Depois da seleção, Seara patrocina Copa da África do Sul e do Brasil». Exame. Consultado em 15 de fevereiro de 2017 
  6. ESPN (2 de abril de 2010). «Santos confirma Seara como patrocinador principal do ano». ESPN. Consultado em 15 de fevereiro de 2017 
  7. Felipe Collins Figueiredo (10 de outubro de 2012). «Seara intensifica reposicionamento de marca». Propmark. Consultado em 15 de fevereiro de 2017 
  8. Guilherme Costa (27 de outubro de 2017). «Seara usa acordos menores para conhecer mercado». Uol. Consultado em 15 de fevereiro de 2017 
  9. Marcel Rizzo (26 de abril de 2011). «CBF fecha 11° patrocínio para seleção brasileira com marca suíça». Ig. Consultado em 15 de fevereiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.