SEAT

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Seat)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde julho de 2014).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
SEAT
SEAT Logo from 2017.svg
Logotipo da SEAT.
Tipo Subsidiária
Slogan Technology to enjoy (em Inglês)
Tecnologia para desfrutar (em Português)
Indústria Automobilística
Fundação 9 de maio de 1950
Sede Martorell (Barcelona),
Flag of Spain.svg Espanha
Locais Mundial
Pessoas-chave Luca de Meo (Presidente)
Alejandro Mesonero-Romanos
(Diretor de Desenho)
Empregados 12.700 (2015)
Produtos Automóveis
Website oficial SEAT

SEAT (abreaviação de Sociedad Española de Automóviles de Turismo) é uma das principais fabricantes de automóveis da Espanha. A companhia foi fundada em 1950, por iniciativa da estatal Instituto Nacional de Industria (INI) para incentivar a venda de carros na Espanha do pós-guerra.

História[editar | editar código-fonte]

SEAT 1400 de 1953.

O primeiro modelo a ser fabricado foi o SEAT 1400, criado em 1953, que possuia uma ampla gama de versões. Parou de ser fabricado em 1963, com a versão C, e foi substituído pelo SEAT 1500. Depois, surgiria o SEAT 600, com as versões N, D, E, L Especial. Logo em seguido veio o SEAT 800. Sua produção começou em 1957 e terminou no meio de 1973.

Em 1966, surge o SEAT 850, criado na Itália como um "600 melhorado". Na Espanha foi comercializado com uma versão 4 portas até então inédita, primeiro na versão "Corto" e depois na versão "Largo", muito mais espaçoso e conversível. O carro SEAT 124 é trazido da Itália em 1968. Seu motor tinha 1197 cm³, 60 CV e 140 km/h de velocidade máxima.

Foi produzido por 12 anos consecutivos, nas duas versões principais: farol redondo 68-75 e farol quadrado "Pamplona" 75-80. Este modelo serviu de base para modelos como o SEAT 1430, de 1969. Seu motor de 1438 cm³ obtinha 70 CV de potência. Em 1973, a SEAT lança os motores "duas árvores". Tais motores eram de dois modelos: o 1600 e o 1800, e foram lançados para substituir o motor do 1500. Posteriormente chegariam outras versões 2000.

Em 1972, a SEAT lança o modelo SEAT 127 (1972-1984), fabricado em três versões diferentes, sendo que uma delas, o Fura, teve uma versão "Crono". Entretanto, diferente do que era vendido na Itália, a versão 127 contou com um modelo 4 portas para os outros países, desenhado na Espanha e largamente exportado. Em 1974, um ano antes do fim da produção dos 850 e 600, é lançado o SEAT 133. Em 1975 é lançado o SEAT 131 em substituição ao modelo 1430, sendo produzido até 1984.

Quatro anos depois é lançado o Ritmo, que foi substituído em 1982 pelo Ronda. Os modelos 1200 Sport e logo depois Sport 1430 surgiram em 1976; são modelos esportivos baseados no 127 e parte mecânica 124, criados na Espanha pela Inducar. Chega a década de 80, e com ela o Panda, que depois veio com o nome de Marbella.

A SEAT dispõe de fábricas de produção em Barcelona e em Martorell. A fábrica da Martorell foi construída no início da década de 90, sendo inaugurada pelo Rei Juan Carlos I em 1993. Em 2002, saíram das fábricas mais de 450.000 carros. Em 1976, em Landaben, Navarra, começou a produção renovada do 124, em que as ações do Estado foram adquiridas pela SEAT. Hoje, esta fábrica produz carros da Volks, independentes do Grupo SEAT.

Possui empresas de venda e concessionárias em mais de 70 países. O número de empregados é da ordem de 11.615. Dispõe de um centro próprio de desenvolvimento em tecnologia, com 1.250 pessoas empregadas.

A empresa faz seu próprio design, porém ainda pautado nos modelos da Volks. No âmbito de estratégia de marketing e posicionamento da marca, a empresa faz parte do conjunto Audi, ao lado da própria Audi e da Lamborghini, sendo que todas fazem parte do Grupo Volkswagen.

Seus motores são desenvolvidos à parte do seu grupo (VAG) Ex. 1.9TDI 160 cv, não disponível em mais nenhum viatura do grupo VAG.

Brasil[editar | editar código-fonte]

A empresa comercializou os os modelos Ibiza, Cordoba, Vario e Inca, utilizando toda a infraestrutura da rede Volks no Brasil, entre os anos de 1995 e 2002, porém, com o aumento no imposto de importação, a marca não obteve competitividade entre seus concorrentes e a empresa cancelou suas importações. [1]

Modelos[editar | editar código-fonte]

Modelos em produção[editar | editar código-fonte]

Modelos descontinuados[editar | editar código-fonte]

Modelos Protótipos[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]