Sebastião de Abreu Pereira Cirne Peixoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sebastião de Abreu Pereira Cirne Peixoto ou Sebastião Pereira Cirne de Abreu ou Sebastião Pereira Cirne de Castro (natural de Viana do Castelo[1], morreu em Maio de 1796[2]), moço fidalgo da Casa Real[3], 1º senhor de Vila Nova de Lanheses[4], onde morava e tinha o seu Paço de Lanheses.

Era bacharel formado em Matemática[5], na Universidade de Coimbra (1781-82)[6], e seguiu a carreira de armas. Sendo declarado cadete em 27 de Julho de 1778 e promovido a alferes em 25 de Novembro de 1779, a capitão em 18 de Outubro de 1782 e a major em 4 de Julho de 1786 depois do que passou a "licença de Sua Majestade". É nessa condição que, em 1794, que ocupa o posto de capitão-mor das ordenanças desta mesma localidade de Vila Nova de Lanheses entretanto criado.[7], tal como podia aí exercer o lugar de escrivão para a sua câmara municipal[8][9].

É a ele que é dirigida a carta do decreto transferindo o seu senhorio da vila de Lindoso para a da Freguesia de Lanheses, de que já era padroeiro, criando-a vila com a mercê de Juro Herdade (para si e seus descendentes)[10]. Segue-se depois outra que vinha com a ordem de anexar e Incorporar à vila de Lanheses as Freguesias de São Paio de Mesindo e de São Martinho de Vilamou[11].

Foi igualmente comendador da Ordem de Cristo de Vila Franca (Viana do Castelo)[12][13], de São Fins de Ferreira[14] e de oitavos da Vila de Ferreira (Zêzere)[15][16]. Foi igualmente proprietário do prazo Margaride e do prestimónio de Gontinhães[17].

Em 14 de Dezembro de 1790, recebe um hábito de determinada ordem, possivelmente a Ordem de São Bento de Avis da qual sua família estava muito interligada[18].

Dados genealógicos[editar | editar código-fonte]

Filho de:

Casado com
Teve

Referências

  1. O Chanceler José Ricalde Pereira de Castro (dados genealógicos), pelo Dr. Francisco Cirne de Castro Boletim da Academia Portuguesa de Ex-Libris, nº 48, Abril de 1969
  2. Albano da Silveira Pinto, Resenha das famílias titulares Grandes de Portugal, Empreza Editora de Francisco Arthur da Silva, Lisboa, 1883. Pág. 35.
  3. Alvará. Moço Fidalgo, 17 de Agosto de 1782, Registo Geral de Mercês de D. Maria I, liv.13, f. 213v, Arquivo Nacional da Torre do Tombo
  4. Elevada a vila e senhoria obtido de jure e herdade nos seus descendentes por troca com o senhorio de Lindoso em remuneração do muito e valiosos serviços de José Ricalde Pereira de Castro, seu tio. - Albano Anthero da Silveira Pinto, Augusto Romano Sanches de Baêna e Farinha (Visconde), «Resenha das familías titulares e grandes de Portugal», Volume 1, F.A. da Silva, 1991, pág. 35
  5. Marquês de Ávila e Bolama, "Nova Carta Chorografica de Portugal", composto e impresso na Imprensa Lucas, Lisboa, 1914, pág. 437.
  6. O Chanceler José Ricalde Pereira de Castro (dados genealógicos), pelo Dr. Francisco Cirne de Castro Boletim da Academia Portuguesa de Ex-Libris, nº 48, Abril de 1969
  7. «Ordenanças de Lanheses». O Portal da História 
  8. Apostila. Escrivão da Câmara, 6 de Fevereiro de 1793, Registo Geral de Mercês de D. Maria I, liv.27, f. 309, Arquivo Nacional da Torre do Tombo
  9. Alvará. Escrivão da Câmara, 21 de Novembro de 1794, Registo Geral de Mercês de D. Maria I, liv.27, f. 307, Arquivo Nacional da Torre do Tombo
  10. Carta. Transferindo o Senhorio da vila de Lindoso para a da Freguesia de Lanheses de que é Padroeiro criando-a vila mercê de Juro Herdade, 6 de Agosto de 1793, Registo Geral de Mercês de D. Maria I, liv.14, f. 224, Arquivo Nacional da Torre do Tombo
  11. Apostila. Anexar e Incorporar à vila de Lanheses as Freguesias de S. Paio de Mesindo e de S. Martinho de Vilamou no terço de Viena, 11 de Agosto de 1795, Registo Geral de Mercês de D. Maria I, liv.19, f. 280, Arquivo Nacional da Torre do Tombo
  12. Alvará. Comenda de S. Miguel de Vila Franca da Ordem de Cristo, 13 de Junho de 1793, Registo Geral de Mercês de D. Maria I, liv.14, f. 223v, Cota: PT/TT/RGM/E/119976, Arquivo Nacional da Torre do Tombo
  13. Alvará. Mercê de três vidas na comenda de S. Miguel de Vila Franca da Ordem de Cristo, 13 de Junho de 1793, Registo Geral de Mercês de D. Maria I, liv.14, f. 223v, Cota: PT/TT/RGM/E/119977, Arquivo Nacional da Torre do Tombo
  14. Carta. Comenda de S. Pedro de Fins de Ferreira da Ordem de Cristo, 3 de Agosto de 1792, Registo Geral de Mercês de D. Maria I, liv.22, f. 296v, Arquivo Nacional da Torre do Tombo
  15. Alvará. Mercê de oitavos da vila de Ferreira, 23 de Abril de 1792, Registo Geral de Mercês de D. Maria I, liv.22, f. 296v, Arquivo Nacional da Torre do Tombo
  16. «Freguesia de Ferreira do Zêzere, História». Jf-ferreiradozezere.pt 
  17. Gazeta de Lisboa,por Paul Groussac, Volume 8, nº 112, 11 de Maio de 1816
  18. Carta de Profissão. Hábito, Registo Geral de Mercês de D. Maria I, liv.25, f. 363, código: PT/TT/RGM/E/119975
  19. Governos de Aires de Sá e Melo e Visconde de Vila Nova de Cerveira (1776 – 1801), 1ª DIivisão, 9ª Secção,Inventário de Documentos, Lisboa, Abril 2004, pág. 19 e 20
  20. Albano da Silveira Pinto, Resenha das famílias titulares Grandes de Portugal, Empreza Editora de Francisco Arthur da Silva, Lisboa, 1883. Pág. 35.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Marquês de Ávila e Bolama, Nova Carta Chorográfica de Portugal, composto e impresso na Imprensa Lucas, Lisboa, 1914.
  • José Barbosa Canaes de Figueiredo Castello Branco, Costados das familias illustes de Portugal, Algarves, Ilhas, e Indias, Volume 1, Impressão Regia, 1829, pág. 26
  • Lourenço J. de Almada, A Caminho de Santiago, Lello Editores, Porto, janeiro de 2000.
  • «Viana de Outros Tempos e Sua Gente Através da Memória de Porto Pedroso», Arquivo do Alto Minho, volume IV da 2.ª Série (XIV) Tomo I, Viana do Castelo, 1965, pág. 38-43.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]