Sebastianópolis do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Sebastianópolis do Sul
Bandeira de Sebastianópolis do Sul
Brasão de Sebastianópolis do Sul
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 28 de Fevereiro
Fundação 20 de janeiro de 1905 (113 anos) (doação das terras)
Gentílico sebastionopolense
Prefeito(a) Manoel Erani Leite Magalhães (PTB)
(2018 – 2020)
Localização
Localização de Sebastianópolis do Sul
Localização de Sebastianópolis do Sul em São Paulo
Sebastianópolis do Sul está localizado em: Brasil
Sebastianópolis do Sul
Localização de Sebastianópolis do Sul no Brasil
20° 39' 18" S 49° 55' 15" O20° 39' 18" S 49° 55' 15" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião São José do Rio Preto IBGE/2008[1]
Microrregião Nhandeara IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Cosmorama, Votuporanga, Nhandeara, Monte Aprazível, Tanabi
Distância até a capital 504 km
Características geográficas
Área 162,9 km² [2]
População 3 031 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 18,61 hab./km²
Altitude 468 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,769 elevado PNUD/2000[4]
PIB R$ 55 175 mil IBGE/2009[5]
PIB per capita R$ 17 746,93 IBGE/2009[5]
Página oficial
Prefeitura sebastianopolisdosul.sp.gov.br

Sebastianópolis do Sul é um município brasileiro do estado de São Paulo. A cidade tem uma população de 3.031 habitantes (IBGE/2010)[2].

Servida pela SP-310, Sebastianópolis do Sul pertence à Microrregião de Nhandeara. Localiza-se à latitude 20º39'18" sul e à longitude 49º55'16" oeste, com uma altitude de 468 metros. Sua área é 162.9 km².

História[editar | editar código-fonte]

O povoado surgiu em 1905, no território do município de Rio Preto (atual São José do Rio Preto). No ano de 1924 é criado o distrito policial com o nome de Sebastianópolis, ainda pertencendo a Rio Preto.

Pela Lei nº 2.008, de 23 de dezembro de 1924[6] é criado o município de Monte Aprazível desmembrado de Rio Preto e o distrito policial de Sebastianópolis passa a integrar esse município.

Pela Lei nº 2.301, de 5 de dezembro de 1928[7][8] o distrito policial de Sebastianópolis foi elevado à condição de distrito de paz do município de Monte Aprazível, mas pela Lei nº 2.841, de 7 de janeiro de 1937[9][10] a sede do distrito de paz foi transferida de Sebastianópolis para o povoado de Palmira que ficava em seu território, e o distrito passou a se chamar General Salgado.

Voltando a condição de povoado no distrito de General Salgado com o Decreto nº 9.775, de 30 de novembro de 1938[11] houve várias mudanças nas divisas dos distritos de Monte Aprazível e Sebastianópolis passa a integrar o território do distrito de Poloni. Pela Lei nº 233, de 24 de dezembro de 1948[12] o distrito de Itaiúba é criado com terras desmembradas do distrito de Poloni e Sebastianópolis passa a integrar o território desse distrito.

Somente pela Lei nº 2.456, de 30 de dezembro de 1953[13] é que Sebastianópolis volta a condição de distrito, mas com o nome de Sebastianópolis do Sul e com território desmembrado do distrito de Itaiúba.

E pela Lei nº 8.092, de 28 de fevereiro de 1964[14] o distrito é elevado a categoria de município, emancipando-se de Monte Aprazível.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010[2]

População total: 3.031

  • Urbana: 2.347
  • Rural: 684
  • Homens: 1.525[15]
  • Mulheres: 1.506

Densidade demográfica (hab./km²): 18,61

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. a b c «Censo Populacional 2010 - IBGE» (PDF). IBGE.gov.br. Consultado em 29 de agosto de 2011 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 30 dez. 2011 
  6. «Lei nº 2.008, de 23/12/1924 - CRIA O MUNICÍPIO DE MONTE APRAZÍVEL NA COMARCA DE RIO PRETO». ALESP 
  7. «Projeto de lei que cria o distrito de paz de Sebastianópolis, com sede na povoação de igual nome, no município e comarca de Monte Aprazível». Acervo ALESP 
  8. «Lei nº 2.301, de 05/12/1928 - CRIA O DISTRITO DE PAZ DE SEBASTIANÓPOLIS, NO MUNICÍPIO E COMARCA DE MONTE APRAZÍVEL». ALESP 
  9. «Projeto de lei que muda a denominação do distrito de paz de sebastianopolis, do muncípio de monte aprazivel, para palmyra, e transferindo a sua sede para a povoação desse nome.». Acervo ALESP 
  10. «Lei nº 2.841, de 07/01/1937 - PASSA A DENOMINAR-SE "GENERAL SALGADO", O DISTRITO DE PAZ DE SEBASTIANÓPOLIS, NO MUNICÍPIO E COMARCA DE MONTE APRAZÍVEL, TENDO COMO SEDE A POVOAÇÃO DE PALMIRA, QUE TAMBÉM ADOTARÁ AQUELA DESIGNAÇÃO». ALESP 
  11. «Decreto nº 9.775, de 30/11/1938 - Fixa o novo quadro de divisão territorial do Estado, que vigorará de 1.º de janeiro de 1939 a 31 de dezembro de 1943, e dá outras providências». ALESP 
  12. «Lei nº 233, de 24/12/1948 - Fixa o Quadro Territorial, Administrativo e Judiciário do Estado, a vigorar no quinquênio 1949-1953». ALESP 
  13. «Lei nº 2.456, de 30/12/1953 - Dispõe sobre o Quadro Territorial, Administrativo e Judiciário do Estado, para o quinquênio 1954/1958 e dá outras providências». ALESP 
  14. «Lei nº 8.092, de 28/02/1964 - Dispõe sobre o Quadro Territorial, Administrativo e Judiciário do Estado». ALESP 
  15. «SIDRA IBGE - Tabela 608 - População residente, por situação do domicílio e sexo». IBGE. Consultado em 29 de agosto de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]