Sega CD

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sega CD
Sega CD Logo.jpg
Sega-CD-Model1-Set.jpg
Sega-CD-Model2-Set.jpg
Fabricante Sega
Tipo Console de videogame
Geração 4ª geração
Lançamento Japão 12-Dez de 1991 (JAP)
Estados Unidos Abril de 1993 (EUA)
União EuropeiaAbril de 1993 (EU)
Unidades
vendidas
6 milhões[1]
Mídia CD-ROM
CPU Motorola 68000 @ 12.5 MHz
Capacidade de
armazenamento
Memória interna
Gráficos Sega custom
Controladores Gamepad
Conectividade Mega Drive
Retrocompa-
tibilidade
Mega Drive
Sucessor Sega Saturn

Sega CD (como é conhecido nos EUA e Brasil) ou Mega CD (como é conhecido no Japão e Europa) é um videogame acoplado no Mega Drive e funciona com mídia CD. Foi lançado no Brasil, oficialmente, pela Tec Toy em 1993. Na época havia uma "enxurrada" de jogos em FMV, tais como Night Trap, Road Avenger, entre outros.

O Sega CD era um periférico que se ligava ao Mega Drive e disponibilizava assim a execução de jogos gravados em CD, novidade para a época. Ele foi feito para enfrentar o, também periférico, TurboGrafx-CD, que havia sido lançado em Agosto de 1990 e que tinha o mesmo conceito, rodar jogos a partir de CD-Rom.

O acessório poderia ser usado em conjunto até com o 32x, tendo potência equivalente a um PlayStation ou Sega Saturn. Mas o console nunca decolou, por causa de seu alto preço e jogos já lançados em cartucho. Anos depois, a Sega lançou um aparelho com o hardware do Mega Drive já acoplado com o Sega CD, chamado de Sega CDX, sendo possível jogar os jogos das ambas plataformas, além de seus respectivos acessórios.

Mercado[editar | editar código-fonte]

Não existem números exatos sobre as vendas do console ao redor do mundo, estima-se que tenham sido vendidos entre 5,5 e 7 milhões de aparelhos, mas o número mais aceito é de 6 milhões.

Japão[editar | editar código-fonte]

O Mega CD chegou no Japão em Dezembro de 1991 pelo preço de ¥49.800 (49.800 ienes)[2] , estima-se que tenha alcançado entre 2 e 3 milhões de unidades vendidas.

Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

O Sega CD chegou nos Estados Unidos em Novembro de 1992, mesmo com o nome diferente do japonês, o visual e design se manteve. O preço de lançamento foi na ordem US$299 e acompanhava alguns jogos.[3] Foram vendidos cerca de 50.000 unidades em menos de 1 mês. Em 1994, após lançar um novo modelo do Genesis, a Sega lançou também o segundo modelo do Sega CD. Desta vez o modelo encaixava pela lateral com o novo aparelho. A produção foi oficialmente encerrada ao final de 1995, para dar espaço ao novo console, o Saturn. Estima-se que tenham sido vendidos um total de 2,5 milhões.

Europa[editar | editar código-fonte]

Da mesma maneira que nos Estados Unidos e Japão, também não existem números exatos sobre vendas na Europa, mas a estimativa é que houve cerca de 1 milhão de aparelhos vendidos.

Sega-CD-Model1-Set.jpg
Sega-CD-Model2-Set.jpg
Sega Multi Mega.jpg
Sega CD + Sega Genesis
Sega CD 2 + Sega Genesis 2
Sega CDX (Multi-Mega)
Console-wondermega.jpg
Victor-WonderMega-RG-M2-Console-Set.jpg
Pioneer LaserActive CLD-A100.jpg
Victor Wondermega RG-M1
Victor Wondermega RG-M2
Pioneer LaserActive

Modelos[editar | editar código-fonte]

  • Mega-CD I (Sega CD I na América do norte e no Brasil).
  • Mega-CD II (Sega CD II na América do norte e no Brasil): Modelo desenhado para o Mega Drive 2, mas compatível com o primeiro modelo utilizando um periférico, e redução no custo de fabricação.
  • JVC Wondermega RG M1 (LANÇADO APENAS NO JAPÃO (lançamento em 1 de abril de 1992)): Uma combinação de Mega Drive com Mega-CD. Versão com som superior, compatível com karaokê e com melhor desempenho em vídeo.
  • JVC Wondermega Modelo RG M2 (LANÇADO APENAS NO JAPÃO): Segundo modelo do JVC Wondermega, com mudanças no design e compatibilidade com controle sem fio de fábrica.
  • Sega Multi-Mega (Sega CDX na América do norte e no Brasil): Um CD Player portátil que possui capacidade de rodar tanto jogos de Mega Drive quanto de Sega Cd, além de rodar CDs de áudio e karaokê.
  • Pioneer LaserActive Sega Mega-CD module: Um periférico disponível para o sistema LaserActive.

Especificações técnicas[editar | editar código-fonte]

As especificações são as seguintes:[4]

Motorola 68000

Processador[editar | editar código-fonte]

  • CPU Motorola 68000 com clock de 12,5 MHz. Os jogos para Sega CD utilizam o CPU do Sega CD juntamente com o CPU do Mega Drive/Genesis, que possui o mesmo Motorola 68000, mas com underclock de 7,8 MHz. Para jogos de Mega Drive, o CPU do Sega CD fica em espera.
  • 16 Bits de processamento

Memória[editar | editar código-fonte]

  • RAM principal: 6 Mbits
  • CD-Rom: 128 Kbits
  • Áudio RAM: 512 Kbits para PCM
  • Backup RAM: 64 Kbits
GPU do Sega CD

Gráficos[editar | editar código-fonte]

  • 512 cores disponíveis, sendo 64 simultaneamente
  • Efeitos como Rotating, Scalling e Zoom
  • Reproduz vídeos com até 256 cores (Fato ocorrido apenas com Eternal Champions CD)

Áudio[editar | editar código-fonte]

  • 8 Canais PCM Stereo
  • 6 Canais FM
  • 3 Canais PSG
  • 1 Canal PWM
Placa mãe do Mega CD 2

Mídia[editar | editar código-fonte]

  • CD-Rom 1X (150 kbps)
  • Velocidade de acesso ao CD: 800ms

Entrada e saída[editar | editar código-fonte]

  • Slot para comunicação com o Mega Drive
  • Entrada de linha
  • Saída de linha RCA

BIOS[editar | editar código-fonte]

  • ROM: 1 Mbit


Versões da BIOS
Versão Aparelho
1.02 Pioneer LaserActive Mega LD 1(Japão/América do norte) (baseado na versão 0.98 proto Mega-CD BIOS)
1.00 Mega-CD (Europa/Japão), Sega WonderMega 1 (Ásia) Victor WonderMega RG-M1 (Ásia)
1.04 Pioneer LaserActive Mega LD 2 (América do norte) (basedo na versão 1.10 Sega-CD BIOS)
1.10 Sega CD (América do norte)
2.00 Mega-CD 2 (Europa/Japão), Sega CD 2 (América do norte), Victor WonderMega RG-M2 (Ásia), JVC X'eye (North America)
2.11 Mega-CD 2 (Europa/Japão), Sega CD 2 (América do norte)
2.21 Sega Multi-Mega (Europa), Sega Genesis CDX (América do norte)

Jogos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Blake Snow (4 de maio de 2007). The 10 Worst-Selling Consoles of All Time (em inglês). GamePro.com. Página visitada em 25 de novembro de 2007.
  2. Segagaga Domain - Japanese Mega Drive (em inglês). segagagadomain.com (19 de setembro de 2005). Página visitada em 22 de abril de 2013.
  3. Worst Game Consoles of All Time (em inglês). marco.org (29 de setembro de 2004). Página visitada em 13 de abril de 2013.
  4. Christian Schiller (12 de junho de 1998). Sega CD programming FAQ (em inglês). dnsalias.net. Página visitada em 22 de abril de 2013.