Segunda Batalha de Ypres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Segunda Batalha de Ypres
Parte da(o) Frente Ocidental da Primeira Guerra Mundial
Ruins ypres.jpg
As ruínas de Ypres.
Data 19 de outubro a 22 de novembro de 1914
Local Ypres, Bélgica
Desfecho Indecisivo
Combatentes
Reino Unido Reino Unido

Canadian Red Ensign 1921-1957.svg Canadá
 França
 Bélgica

Flag of the German Empire.svg Império Alemão
Principais líderes
Reino Unido Horace Smith-Dorrien[1]
França Henri Gabriel Putz[2]
Bélgica Théophile Figeys
Bélgica Armand De Ceuninck[3]
Flag of the German Empire.svg Albrecht de Württemberg[4]
Forças
8 divisões de infantaria 7 divisões de infantaria
Vítimas
87 223 mortos, feridos ou desaparecidos 35 000 mortos, feridos ou desaparecidos


A Segunda Batalha de Ypres, ou, na sua forma portuguesa, de Ipres,[5] foi uma série de batalhas ocorridas entre 22 de abril e 25 de maio de 1915, em que se enfrentaram as tropas da França, Reino Unido, Austrália e Canadá contra o Império Alemão. Foi a primeira batalha em que foi utilizado gás mortífero para fins militares. As forças alemãs lançaram gás clorídrico asfixiante contra as tropas aliadas, embora este fato não tenha sido decisivo para o resultado da batalha. Também foi a primeira vez em que uma força colonial (canadenses e australianos) enfrentava uma potência européia em solo europeu.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. General Sir Horace Lockwood Smith-Dorrien commanded II Corps, British Expeditionary Force at the beginning of the battle. He was replaced by Lieutenant-General Herbert Charles Onslow Plumer (officially) on 6 May 1915.[1]
  2. Général Putz commanded the Détachement d'Armée de Belgique (formerly the French 8th Army).[2]
  3. Général-Major Armand-Léopold-Théodore de Ceuninck commanded the 6th Division, Belgian Army. [3] [4]
  4. General-Oberst Albrecht Maria Alexander Philipp Joseph of Württemberg commanded the 4th German Army.[5]
  5. Fernandes, Ivo Xavier (1941). Topónimos e Gentílicos I (Porto: Editora Educação Nacional, Lda.). 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Second Battle of Ypres», especificamente desta versão.
  • Chattaway, F.D. (1908). The Action of Chlorine upon Urea Whereby a Dichloro Urea is Produced. Proc. Roy. Soc. London. Ser. A, 81:381-388.[6]
  • — (1916). Captain F.A.C. Scrimger, V.C., M.D. Can. Med. Assoc. J., 6:334-336.[7]
  • Howell, W.B. (1938). Colonel F.A.C. Scrimger, V.C. Can. Med. Assoc. J. 38: 279–281.[8]
  • Legion Magazine online.[9]
  • Love, D. (1996). The Second Battle of Ypres, April 1915. Sabretasche (Vol 26, No 4).[10]
  • Nasmith, G.G. (1917). On the Fringe of the Great Fight. McClelland, Goodchild & Stewart, Toronto.[11]
  • Scott, F.G. (1922). The Great War as I Saw It. Goodchild Publishers, Toronto.[12]
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Segunda Batalha de Ypres
Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.