Seis Dias de Paris

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Seis Dias de Paris
Generalidades
Desporto Ciclismo em pista
Criação 1913
Extinção 1989
N.º de Edições 42
Formato Competição desportiva
Disciplinas Ciclismo de pista
Vencedores
Maior campeão Bélgica Émile Aerts (3)
Bélgica Albert Billiet (3)
Bélgica Achiel Bruneel (3)
Países Baixos Gerrit Schulte (3)
Países Baixos Piet van Kempen (3)
França Georges Sérès (3)
Campeão França Charly Mottet
Bélgica Etienne De Wilde


Os Seis Dias de Paris foi uma corrida de seis dias, prova de ciclismo em pista anual, criada por Bob Desmarets.[nota 1] organizada em seis dias, organizada em 1913 e 1914, de 1921 a 1939, de 1946 a 1958, e de 1984 a 1989 (salvo em 1987). Ricamente dotada, era muito popular antes da Segunda Guerra Mundial e era a principal competição deste tipo na França.

Em Janeiro de 1913, Floyd MacFarland, antigo corredor estadounidense mas também director e organizador, tinha organizado a primeira carreira de seis dias a Paris no Velódromo de Inverno com três equipas estadounidenses.

A equipa Léon Hourlier-Léon Comès consegue a segunda prova dos Seis Dias de Paris. Todos os especialistas da competição do Madison Square Garden, de Salt-Lake-City, de Boston, de Melbourne eram batidos por ambos Franceses. Hourlier o « tosquiador » todos os Americanos e os Australianos no posto durante um último « rush » que surpreendeu Goullet e Clark, deixou o loiro Joé Fogler estupefacto, Floyd MacFarland ahuri, e os desportistas franceses na alegria.[1]

A competição manteve-se de 1913 a 1958 no Velódromo de inverno de Paris, igualmente chamado « Vel' de Hiv' » na linguagem popular, Ernest Hemingway.[2] estava entre o público e, a partir daí que, tem sido tomado pelo vírus dos Seis Dias.

La Houppa anima os Seis Dias em 1936 e obteve de retorno o gordo sucesso. Os corredores são eles mesmos em cima dos seus pedais, o acompanham num burburinho indescritível.[3]

A competição foi organizada de 1984 a 1989 ao Palácio omnisports de Paris-Bercy[4].

Palmarés[editar | editar código-fonte]

Ano Ganhador Segundo Terceiro
1913 Austrália Alfred Goullet
Estados Unidos Joe Fogler
França Victor Dupré
França Octave Lapize
Estados Unidos Robert Walthour
Estados Unidos George Wiley
1914 França Léon Hourlier
França Léon Comès
Austrália Alfred Goullet
Austrália Alfred Grenda
França André Perchicot
Suíça Oscar Egg
1915-20 Não-disputados
1921 Suíça Oscar Egg
França Georges Sérès
Bélgica Émile Aerts
Bélgica Alfons Spiessens
França Marcel Dupuy
França Jules Miquel
1922 Bélgica Émile Aerts
França Georges Sérès
Austrália Alfred Grenda
Estados Unidos Reginald McNamara
França Alfred Beyl
França Louis Billard
1923 Países Baixos Piet van Kempen
Suíça Oscar Egg
França Jean Chardon
França Georges Vandenhove
Bélgica Aloïs Persyn
Bélgica Pierre Vandevelde
1924 Bélgica Émile Aerts
França Georges Sérès
França Maurice Brocco
Bélgica César Debaets
Bélgica Charles Deruyter
França Pierre Sergent
1925 Países Baixos Piet van Kempen
França Alfred Beyl
Suíça Oscar Egg
França Lucien Louet
Bélgica Maurice Dewolf
Bélgica Henri Stockelynck
1926 França Charles Lacquehay
França Georges Wambst
França André Marcot
Bélgica Etienne Putzeis
Bélgica Maurice Dewolf
Bélgica Henri Stockelynck
1927 Bélgica Émile Aerts
Austrália Reginald McNamara
França Georges Vandenhove
França René Vandenhove
Bélgica Henri Aerts
Bélgica Natal Duvivier
1928 (abril) França Charles Lacquehay
França Georges Wambst
França Gabriel Marcillac
França Georges Faudet
Países Baixos Piet van Kempen
França André Raynaud
1928 (agosto) França Onésime Boucheron
Itália Alessandro Tonani
França Lucien Choury
França Louis Fabre
Austrália Hubert Opperman
França François Urago
1929 França André Raynaud
França Octave Dayen
Itália Costante Girardengo
Itália Pietro Linari
França Georges Faudet
França Lucien Louet
1930 França Charles Pélissier
França Armand Blanchonnet
Estados Unidos Harry Horan
Alemanha Paul Buschenhagen
França Lucien Choury
França Louis Fabre
1931 Itália Pietro Linari
Itália Alfredo Dinale
Países Baixos Piet van Kempen
Países Baixos Jan Pijnenburg
França Georges Coupry
França Onésime Boucheron
1932 Países Baixos Piet van Kempen
Países Baixos Jan Pijnenburg
Bélgica Adolphe Charlier
Bélgica Roger Deneef
França Georges Wambst
França Paul Broccardo
1933 França Paul Broccardo
França Marcel Guimbretiere
Países Baixos Jan Pijnenburg
Países Baixos Cor Wals
Itália Pietro Linari
Itália Learco Guerra
1934 Países Baixos Jan Pijnenburg
Países Baixos Cor Wals
Bélgica Jean Aerts
Bélgica Adolphe Charlier
Bélgica Albert Buysse
Bélgica Roger Deneef
1935 (março) França Paul Broccardo
França Marcel Guimbretiere
Países Baixos Jan Pijnenburg
Países Baixos Cor Wals
Bélgica Adolphe Charlier
Bélgica Roger Deneef
1935 (novembro) França Maurice Archambaud
França Roger Lapébie
Itália Learco Guerra
Itália Giuseppe Olmo
Bélgica Romain Maes
Bélgica Sylvère Maes
1936 Países Baixos Kees Pellenaars
Alemanha Adolf Schön
França Émile Ignat
França Émile Diot
França Maurice Archambaud
França Roger Lapébie
1937 Países Baixos Cor Wals
Bélgica Albert Billiet
Itália Learco Guerra
Itália Raffaele Di Paco
França Arthur Sérès
França René Bouchard
1938 Bélgica Karel Kaers
Bélgica Albert Billiet
França Émile Ignat
França Émile Diot
Países Baixos Jan Pijnenburg
Países Baixos Cor Wals
1939 Bélgica Albert Buysse
Bélgica Albert Billiet
França René Bouchard
Países Baixos Kees Pellenaars
Países Baixos Dirk Groenewegen
Bélgica Camiel Dekuysscher
1940-45 Não-disputados
1946 Países Baixos Gerrit Schulte
Países Baixos Gerrit Boeyen
França Arthur Sérès
França Guy Lapébie
Bélgica Achiel Bruneel
Bélgica Omer De Bruycker
1947 Bélgica Achiel Bruneel
Bélgica Robert Naeye
Suíça Hans Knecht
Suíça Ferdinand Kübler
França Jacques Girard
França Raymond Louviot
1948 França Arthur Sérès
França Guy Lapébie
Países Baixos Gerrit Schulte
Países Baixos Gerrit Boeyen
Bélgica Albert Bruylandt
Bélgica René Adriaenssens
1949 França Guy Lapébie
Bélgica Achiel Bruneel
Bélgica Albert Bruylandt
Bélgica René Adriaenssens
Bélgica Marcel Kint
Bélgica Rik Van Steenbergen
1950 Países Baixos Gerrit Schulte
Países Baixos Gerrit Peters
França Guy Lapébie
Bélgica Achiel Bruneel
Suíça Hugo Koblet
Suíça Armin von Büren
1951 Bélgica Albert Bruylandt
Bélgica René Adriaenssens
Bélgica Achiel Bruneel
Bélgica Josef De Beuckelaer
França Raymond Goussot
Bélgica Rik Van Steenbergen
1952 Bélgica Achiel Bruneel
Bélgica Rik Van Steenbergen
Países Baixos Gerrit Schulte
Países Baixos Gerrit Peters
Austrália Alfred Strom
Austrália Reginald Arnold
1953 Países Baixos Gerrit Schulte
Países Baixos Gerrit Peters
Bélgica Achiel Bruneel
Bélgica Rik Van Steenbergen
Suíça Oscar Plattner
Alemanha hans Hörmann
1954 França Roger Godeau
França Georges Senfftleben
Luxemburgo Lucien Gillen
Itália Ferdinando Terruzzi
França Émile Carrara
França Dominique Forlini
1955 Austrália Reginald Arnold
Austrália Sydney Patterson
Austrália Russell Mockridge
Países Baixos Gerrit Schulte
Países Baixos Gerrit Peters
Países Baixos Jan Derksen
Bélgica Émile Severeyns
Bélgica Paul Depaepe
Bélgica Leon Van Daele
1956 Suíça Oscar Plattner
Suíça Jean Roth
Suíça Walter Bücher
Bélgica Lucien Acou
Bélgica Leon Van Daele
Bélgica Arsène Rijkaert
França Georges Senfftleben
França Pierre Michel
França Dominique Forlini
1957 França Jacques Anquetil
França André Darrigade
Itália Ferdinando Terruzzi
França Louison Bobet
França Georges Senfftleben
França Dominique Forlini
Países Baixos Willy Vannitsen
Bélgica Leon Van Daele
Bélgica Alfred De Bruyne
1958 França Jacques Anquetil
França André Darrigade
Itália Ferdinando Terruzzi
França Émile Carrara
França Georges Senfftleben
Itália Mino De Rossi
França Pierre Moreno
França Dominique Forlini
França Jean Forestier
1959-83 Não-disputados
1984 (fevereiro) França Bernard Vallet
Dinamarca Gert Frank
Itália Francesco Moser
Alemanha Dietrich Thurau
Bélgica Constant Tourné
Bélgica Etienne De Wilde
1984 (novembro) Países Baixos René Pijnen
Itália Francesco Moser
Dinamarca Gert Frank
França Bernard Vallet
Austrália Danny Clark
Austrália Gary Wiggins
1985 Bélgica Etienne De Wilde
Bélgica Constant Tourné
Reino Unido Anthony Doyle
República da Irlanda Stephen Roche
Dinamarca Gert Frank
França Bernard Vallet
1986 Austrália Danny Clark
França Bernard Vallet
Reino Unido Anthony Doyle
França Charly Mottet
Itália Guido Bontempi
Itália Francesco Moser
1987 Não-disputado
1988 Austrália Danny Clark
Reino Unido Anthony Doyle
Itália Pierangelo Bincoletto
Itália Francesco Moser
França Laurent Biondi
França Bernard Vallet
1989 Bélgica Etienne De Wilde
França Charly Mottet
Suíça Urs Freuler
França Laurent Fignon
Itália Pierangelo Bincoletto
Itália Adriano Baffi
Léon Hourlier e Léon Comès, vencedores dos Seis Dias de Paris 1914
Georges Wambst e Charles Lacquehay após a sua vitória nos 6 dias, Vel'de Hiv' 1926

Os Seis Dias de Paris na literatura[editar | editar código-fonte]

  • Paul Morand vive a carreira desde o estande de um corredor em « A noite dos Seis-Dias », nova da selecção Aberta a noite.
  • Em Paris é uma festa, Ernest Hemingway, que tem vivido algumas loucas noites ao Vel' de Hiv', evoca a « luz fumadora » dos Seis-Dias de Paris.

Os Seis Dias de Paris ao cinema[editar | editar código-fonte]

Em 1925, René Sti gira A Incógnita dos Seis Dias.[5], com Tania Fédor, Michel Simon e Maurice Brocco no uma das cenas giras durante os Seis Dias de Paris, no sábado 6 de março de 1925,[6] um filme inédito. Devido a diferenças entre René Sti e a sociedade de distribuição, este filme não foi exibido em sala[7]

Bob Desmarets intérprete do seu próprio papel, de director do Vel' de Hiv, em Le Roi des resquilleurs filme francês realizado por Pierre Colombier, exibido em 1930.[8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Paul Morand, « A noite das Seis-Dias », Aberto a noite, Paris, Gallimard 1922.
  • Dominique Grandfils "Em tempos do Vel' de Hiv'", Gremese, 2014.
  • Sébastien Penuisic, baixo a direcção de Luc Capdevila, Os Seis Dias ao Vel'de Hiv' (1913-1939) : um desporto-espectáculo-évènement parisiense, memória de domínio em história, Universidade de Rennes 2, 2001, 230 páginas.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Director do Velódromo de Inverno (Vel' de Hiv') e pai de Sophie Desmarets

Referências

  1. La Vie au grand du 15 de juin 1917 disponível em Gallica
  2. A Moveable Feast (Paris é uma festa)
  3. "L'Instantané" de juin 1936 disponível em Gallica
  4. Dominique Turgis (28 de novembro de 2009). «O malentendido dos Seis Dias de Bercy». cyclismag.com 
  5. Seis Dias de Paris (em inglês) no IMDb
  6. «Comoedia» disponível em Gallica de 7 de março de 1926}}
  7. Jean-Pierre Prault, Maurice Brocco, de Fismes em Nova York
  8. »Apostas Tarde» de 19 de julho de 1930 disponível em Gallica

Ligações externas[editar | editar código-fonte]