Sekhemkhet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Relevo de Sekhemkhet em Uadi Maghara. O faraó é representado duas vezes, usando a coroa do Baixo (à esquerda) e do Alto Egito (à direita). No canto direito, a representação de Hórus e o cartucho com seu nome.

Sekhemkhet (também como Sechemchet) foi um faraó egípcio da Terceira dinastia durante o Antigo Império. Segundo a cronologia do Papiro de Turim, seu reinado se situa entre cerca de 2648 a.C. a 2640 a.C.[1] Ele também é conhecido sob o seu nome de nascimento, Djoser-tety e sob a sua forma helenizada Tyreis (na versão do historiador helenístico Mâneton; derivada de Teti na lista real de Abidos).

Ele foi provavelmente o irmão ou filho mais velho do rei Djoser, o construtor da primeira pirâmide egípcia. Pouco se sabe sobre o rei, já que ele governou por apenas alguns anos. No entanto, ele erigiu uma pirâmide de degraus em Saqqara, próxima à de seu antecessor, descoberta em 1951 pelo arqueólogo Zakaria Goneim.[2] Talvez percebendo a fragilidade técnica da construção, deixou a pirâmide de Djoser inacabada.[3] No entanto, a construção de sua própria pirâmide parece ter sido mais ambiciosa, possivelmente obra também do arquiteto da pirâmide de Djoser, Imhotep, dado que consta seu nome em uma inscrição na base.[4]

Consta também como evidência de seu reinado uma inscrição bem conhecida em Uadi Maghara (na Península do Sinai).[5]

Placa de marfim encontrada na pirâmide de Sekhemkhet, constando seu outro nome, Djeserty.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Alan H. Gardiner: The Royal Canon of Turin, Griffith Institute, Oxford 1997, ISBN 0-900416-48-3, Vol. 2. Transcrição online: [1].
  2. Saqqara.nl
  3. Johnson, Paul. Egito Antigo. Rio de Janeiro: Ediouro, 2009, p. 81.
  4. MALEK, Jaromir. The Old Kingdom (c. 2686-2160 BC). In: SHAW, Ian (org.). The Oxford History of Ancient Egypt. Oxford: Oxford University Press, 2002, p. 92.
  5. GIVEON, R. A second relief of Sekhemkhet in Sinaï. Bulletin of the American Schools of Oriental Research, n°216, 1974, p. 17-20.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • BAUD, M. Djéser et la IIIe dynastie, Paris, 2002 (Les grands pharaons).
  • LAUER, J.-P. Au sujet du nom gravé sur la plaquette d’ivoire de la pyramide de l’Horus Sekhem-khet. Bulletin de l'Institut Français d'Archéologie Orientale, t. 61, 1962, p. 25-28.
  • LAUER, J.-P. Recherche et découverte du tombeau sud de l’Horus Sekhem-Khet dans son complexe funéraire à Saqqarah. Revue d’Égyptologie, t. 20, 1968, p. 97-107.
Precedido por
Djoser
Faraó
III Dinastia
Sucedido por
Khaba
Ícone de esboço Este artigo sobre um Faraó é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.