Seleção Galesa de Futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
País de Gales
Flag of Wales 2.svg
Alcunhas?  The Dragons
Associação Associação de Futebol do País de Gales
Confederação UEFA (Europa)
Material desportivo?  Alemanha Adidas
Treinador País de Gales Chris Coleman
Capitão Ashley Williams
Mais participações Neville Southall (92)
Atual: Chris Gunter (76)
Melhor artilheiro Ian Rush (28)
Atual: Gareth Bale (26)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

A Seleção Galesa de Futebol representa o País de Gales nas competições de futebol da FIFA. Esta selecção só esteve duas vezes em competições oficiais: participou na Copa do Mundo, em 1958, na qual chegou aos quartos-de-final, e esteve também no Campeonato Europeu de Futebol, em 2016, no qual chegou às semi-finais.

Não existe nas competições olímpicas; nelas, os galeses competem juntamente com os ingleses, escoceses e norte-irlandeses pelo Reino Unido, cuja seleção obteve (como Grã-Bretanha) as medalhas de ouro nos Olímpicos de 1900, nos Jogos Olímpicos de 1908 e nos Jogos Olímpicos de 1912, apesar de formada basicamente por amadores ingleses.

Com a eleição de Londres como sede dos Jogos de 2012, surgiu a cogitação de que a Seleção Britânica voltasse para disputar a competição (não disputa as qualificações desde 1971). As federações de futebol da Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte recusaram ceder seus jogadores, e decidiu-se amigavelmente que a seleção do Reino Unido competirá apenas com ingleses. Entretanto, o técnico da seleção teve liberdade para convocar qualquer jogador britânico, sendo assim jogadores 13 jogadores ingleses e 5 galeses foram convocados, entre eles o astro galês Ryan Giggs.

Copa do Mundo de 1958[editar | editar código-fonte]

A classificação para a Copa do Mundo de 1958 contou com boa dose de sorte: os galeses tinham terminado em segundo lugar em seu grupo na UEFA, o que significava a eliminação. Enquanto isso, a Seleção Israelense aguardava um adversário advindo da África, adversário esse que seria o Sudão.

A Seleção Sudanesa, entretanto, recusou-se a jogar contra Israel, que se classificaria automaticamente à Copa sem disputar um único jogo, algo que a FIFA acabou não permitindo, decidindo que os israelenses decidiriam a vaga contra alguma seleção europeia que terminou em segundo lugar em seu grupo. Por sorteio, os belgas foram os escolhidos, mas recusaram. Um novo sorteio apontou Gales como adversários de Israel nesta repescagem, e, após duas vitórias por 2 a 0, uma fora e outra dentro de casa, os galeses se classificaram para a sua primeira e até hoje única Copa do Mundo - curiosamente, o mundial de 1958 foi o único que contou com as quatro seleções do Reino Unido.

O País de Gales conseguiu eliminar a Hungria, então vice-campeã mundial. Foi eliminado pelo Brasil nas quartas-de-final, tornando-se a primeira seleção a tomar um gol em Copas do menino Pelé, então com apenas 17 anos.

Campeonato Europeu de Futebol de 2016[editar | editar código-fonte]

Passados 58 anos desde a única presença numa Copa do Mundo, o País de Gales voltou a se classificar para uma competição oficial, desta vez para um Campeonato Europeu. Na fase de qualificação, os galeses tinham a Bélgica e a Bósnia-Herzegovina como maiores adversários do seu grupo. Sendo um grupo quase acessível, os galeses terminaram a campanha no segundo lugar do grupo B, classificando-se para a fase final de um Europeu pela primeira vez na história. Sendo assim, o País de Gales enfrentou, na fase de grupos, a Eslováquia, a rival Inglaterra e a Rússia. Num grupo que parecia ser muito complicado de ultrapassar, os galeses não se deixaram subestimar e classificaram-se para os oitavos-de-final, tirando inclusive o primeiro lugar do grupo à Inglaterra, mesmo perdendo contra os mesmos. Os galeses não se satisfizeram apenas com a passagem aos oitavos e acabaram por ir muito mais longe: nos oitavos, eliminaram a Irlanda do Norte com uma vitória por 1-0, e depois, afastaram um dos adversários da fase de qualificação, a Bélgica, agora com nova vitória por 3-1, sendo que o País de Gales nunca perdeu com a Bélgica na fase de qualificação. A "caminhada" surpreendente do País de Gales até à semi-final da prova levou com que os jornais galeses descrevessem a equipa presente em França como "a melhor selecção que o País de Gales alguma vez teve", e até afirmando que "o País de Gales nunca mais iria ter uma equipa com tanta qualidade como aquela". A campanha galesa viria a acabar nas semi-finais, com uma derrota por 2-0 frente ao futuro campeão Portugal.

Desempenho em competições[editar | editar código-fonte]

Desempenho na Copa do Mundo
Ano Fase Posição J V E D GP GC
Suécia 1958 Quartas-de-final 6/16 5 1 3 1 4 4
Total 1/20 5 1 3 1 4 4
Desempenho na Eurocopa
Ano Fase Posição J V E D GP GC
França 2016 Semi-Final 3/24 6 4 0 2 10 6
Total 1/15 6 4 0 2 10 6

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes atuais[editar | editar código-fonte]

  • 1º - Camisa vermelha, calção branco e meias vermelhas;
  • 2º - Camisa preta, calção e meias pretas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeira Combinação

Uniformes dos goleiros[editar | editar código-fonte]

  • Camisa amarela, calção e meias amarelas;
  • Camisa azul, calção e meias azuis;
  • Camisa verde, calção e meias verdes.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2015
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
  • 2014
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
  • 2012-13
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
  • 2011-12
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme

Elenco Atual[editar | editar código-fonte]

Convocados para jogo contra Sérvia pela eliminatórias Copa do Mundo 2018.

Nome Posição Clube
Hennessey Goleiro Inglaterra Crystal Palace
Ward Goleiro Inglaterra Huddersfield Town
Owain Williams Goleiro Escócia Inverness Caledonian Thistle
Gunter Defesa Inglaterra Reading
Ashley Williams Defesa Inglaterra Everton
Taylor Defesa País de Gales Swansea City
Chester Defesa Inglaterra Aston Villa
Matthews Defesa Inglaterra Bristol City
Dummett Defesa Inglaterra Newcastle United
Walsh Defesa Inglaterra Milton Keynes Dons
Ledley Defesa Inglaterra Crystal Palace
Ramsey Médio Inglaterra Arsenal
King Médio Inglaterra Leicester City
Edwards Médio Inglaterra Wolverhampton
Allen Médio Inglaterra Stoke City
Jonathan Williams Médio Inglaterra Ipswich Town
Huws Médio País de Gales Cardiff City
MacDonald Médio Inglaterra Wigan Athletic
Bale Avançado Espanha Real Madrid
Vokes Avançado Inglaterra Burnley
Robson-Kanu Avançado Inglaterra West Bromwich
Cotterill Avançado Inglaterra Birmingham City
Lawrence Avançado Inglaterra Ipswich Town
Chris Coleman Treinador
  1. a b c FIFA.com (novembro de 2015). «Ranking Mundial da FIFA/Coca-Cola». Consultado em 11 de novembro de 2015.