Seleção Galesa de Futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
País de Gales
Alcunhas?  The Dragons (Galês: Y Dreigiau, Os Dragões)
Associação Associação de Futebol do País de Gales
Confederação UEFA (Europa)
Material desportivo?  Alemanha Adidas
Treinador País de Gales Rob Page
Capitão Gareth Bale
Mais participações Chris Gunter (96)
Melhor marcador?  Gareth Bale (33)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

A Seleção Galesa de Futebol representa o País de Gales nas competições de futebol da FIFA. Esta selecção só esteve quatro vezes em competições oficiais: participou da Copa do Mundo de 1958 (na qual chegou aos quartos-de-final) e da Copa do Mundo de 2022 (na qual foi eliminada na fase de grupos), e esteve também no Campeonato Europeu de 2016 (no qual chegou às semi-finais) e no Campeonato Europeu de 2020 (no qual foi eliminada nas oitavas de final).

O País de Gales não existe em competições olímpicas; nelas, os galeses competem juntamente com os ingleses, escoceses e norte-irlandeses pelo Reino Unido, cuja seleção obteve (como Grã-Bretanha) as medalhas de ouro nos Olímpicos de 1900, nos Jogos Olímpicos de 1908 e nos Jogos Olímpicos de 1912, apesar de formada basicamente por amadores ingleses.

Com a eleição de Londres como sede dos Jogos de 2012, surgiu a cogitação de que a Seleção Britânica voltasse para disputar a competição (não disputa as qualificações desde 1971). As federações de futebol da Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte recusaram ceder seus jogadores, e decidiu-se amigavelmente que a seleção do Reino Unido competirá apenas com ingleses. Entretanto, o técnico da seleção teve liberdade para convocar qualquer jogador britânico, sendo assim jogadores 13 jogadores ingleses e 5 galeses foram convocados, entre eles o astro galês Ryan Giggs.

Desempenho em competições[editar | editar código-fonte]

Copas do Mundo[editar | editar código-fonte]

Ano Fase Posição J V E D GP GC
19301938 Não era membro FIFA
19501954 Não classificou-se
Suécia 1958 Quartas de final 5/16 5 1 3 1 4 4
19622018 Não classificou-se
Catar 2022 Fase de grupos TBD 3 0 1 2 1 6
Total 2/22 8 1 4 3 5 10

Eurocopas[editar | editar código-fonte]

Ano Fase Posição J V E D GP GC
1960 Não participou
19642012 Não classificou-se
França 2016 Terceiro lugar 3/24 6 4 0 2 10 6
Europa 2020 Oitavas de final 16/24 4 1 1 2 3 6
Total 2/16 10 5 1 4 13 12

Copa do Mundo de 1958[editar | editar código-fonte]

A classificação para a Copa do Mundo de 1958 contou com boa dose de sorte: os galeses tinham terminado em segundo lugar em seu grupo na UEFA, o que significava a eliminação. Enquanto isso, a Seleção Israelense aguardava um adversário advindo da África, adversário esse que seria o Sudão.

A Seleção Sudanesa, entretanto, recusou-se a jogar contra Israel, que se classificaria automaticamente à Copa sem disputar um único jogo, algo que a FIFA acabou não permitindo, decidindo que os israelenses decidiriam a vaga contra alguma seleção europeia que terminou em segundo lugar em seu grupo. Por sorteio, os belgas foram os escolhidos, mas recusaram. Um novo sorteio apontou Gales como adversários de Israel nesta repescagem, e, após duas vitórias por 2 a 0, uma fora e outra dentro de casa, então os galeses se classificaram para a sua primeira Copa do Mundo - curiosamente, o mundial de 1958 foi o único que contou com as quatro seleções do Reino Unido. Após 64 anos, a seleção de futebol do País de Gales conseguiu sua segunda classificação para uma Copa do Mundo: a Copa do Mundo de 2022, a ser disputada no Catar.

O País de Gales conseguiu eliminar a Hungria, então vice-campeã mundial. Foi eliminado pelo Brasil nas quartas-de-final, tornando-se a primeira seleção a tomar um gol em Copas do menino Pelé, então com apenas 17 anos.

Campeonato Europeu de Futebol de 2016[editar | editar código-fonte]

Passados 58 anos desde a única presença numa Copa do Mundo, o País de Gales voltou a se classificar para uma competição oficial, desta vez para um Campeonato Europeu. Na fase de qualificação, os galeses tinham a Bélgica e a Bósnia e Herzegovina como maiores adversários do seu grupo. Sendo um grupo quase acessível, os galeses terminaram a campanha no segundo lugar do grupo B, classificando-se para a fase final de um Europeu pela primeira vez na história. Sendo assim, o País de Gales enfrentou, na fase de grupos, a Eslováquia, a rival Inglaterra e a Rússia. Num grupo que parecia ser muito complicado de ultrapassar, os galeses não se deixaram subestimar e classificaram-se para os oitavos-de-final, tirando inclusive o primeiro lugar do grupo à Inglaterra, mesmo perdendo contra os mesmos. Os galeses não se satisfizeram apenas com a passagem aos oitavos e acabaram por ir muito mais longe: nos oitavos, eliminaram a Irlanda do Norte com uma vitória por 1-0, e depois, afastaram um dos adversários da fase de qualificação, a Bélgica, agora com nova vitória por 3-1, sendo que o País de Gales nunca perdeu com a Bélgica na fase de qualificação. A "caminhada" surpreendente do País de Gales até à semi-final da prova levou com que os jornais galeses descrevessem a equipa presente em França como "a melhor selecção que o País de Gales alguma vez teve", e até afirmando que "o País de Gales nunca mais iria ter uma equipa com tanta qualidade como aquela". A campanha galesa viria a acabar nas semi-finais, com uma derrota por 2-0 frente ao futuro campeão Portugal.

Copa do Mundo FIFA de 2022[editar | editar código-fonte]

Para as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, o País de Gales foi sorteado no Grupo E com Bélgica, República Tcheca, Bielorrússia e Estônia, com Page novamente atuando como técnico interino nas partidas de 2021 e 2022. O País de Gales terminou em segundo lugar no Grupo E e avançou para a fase de repescagem de qualificação.

A música Yma o Hyd foi cantada ao vivo por Dafydd Iwan antes do início do penúltimo jogo da campanha de qualificação para a Copa do Mundo da FIFA contra a Áustria, com a vitória do País de Gales por 2–1. Depois de derrotar a Áustria na semifinal do play-off, o País de Gales se classificou para a Copa do Mundo após 64 anos com uma vitória por 1 a 0 sobre a Ucrânia no Cardiff City Stadium em 5 de junho de 2022. Yma o Hyd foi novamente cantado antes do partida e Gareth Bale, o capitão galês também liderou o time galês cantando junto com Iwan após o apito final.

Para a Copa do Mundo de 2022 no Catar, o País de Gales foi sorteado no Grupo B com Inglaterra, Irã e Estados Unidos. O País de Gales estreou com um empate em 1–1 diante dos Estados Unidos, o gol da seleção galesa foi marcado por Gareth Bale de pênalti. Na segunda rodada, acabou sofrendo o revés diante do Irã por 2–0. Na última rodada, ainda com chances de classificação as Oitavas-de-final, acabou perdendo por 3–0 para a Inglaterra, resultado que eliminou Gales do mundial. Na Copa do Mundo de 2022, a participação da seleção galesa contou com a presença em peso de sua torcida, marcando o apoio e amor ao país, além disso, a música Yma o Hyd foi bastante entoada nos jogos.

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Os seguintes 26 jogadores foram convocados para a Copa do Mundo FIFA de 2022 no Qatar.

Atualizado até 10 de Novembro de 2022

Nome Posição Clube
Adam Davies Goleiro Inglaterra Sheffield United
Wayne Hennessey Goleiro Inglaterra Nottingham Forest
Danny Ward Goleiro Inglaterra Leicester
Ben Cabango Zagueiro País de Gales Swansea City
Tom Lockyer Zagueiro Inglaterra Luton Town
Joe Rodon Zagueiro FrançaRennes
Chris Mepham Zagueiro Inglaterra Bournemouth
Ethan Ampadu Zagueiro Itália Spezia
Chris Gunter Lateral-direito Inglaterra A.F.C. Wimbledon
Connor Roberts Lateral-direito Inglaterra Burnley
Neco Williams Lateral-direito Inglaterra Nottingham Forest
Ben Davies Lateral-esquerdo Inglaterra Tottenham
Matt Smith Volante Inglaterra Milton Keynes Dons
Joe Allen Meio-campo País de Gales Swansea City
Dylan Levitt Meio-campo Escócia Dundee United
Joe Morrell Meio-campo Inglaterra Portsmouth
Jonny Williams Meio-campo Inglaterra Swindon Town
Aaron Ramsey Meia-atacante França Nice
Rubin Colwill Meia-atacante País de Gales Cardiff City
Sorba Thomas Ponta Inglaterra Huddersfield Town
Harry Wilson Ponta Inglaterra Fulham
Daniel James Ponta Inglaterra Fulham
Gareth Bale Atacante Estados Unidos Los Angeles Galaxy
Brennan Johnson Atacante Inglaterra Nottingham Forest
Mark Harris Centroavante País de Gales Cardiff City
Kieffer Moore Centroavante Inglaterra Bournemouth
Rob Page Treinador

Referências

  1. a b c «Ranking Mundial da FIFA/Coca-Cola» (em inglês). FIFA.com. 25 de agosto de 2022. Consultado em 27 de setembro de 2022