Seleuco III Cerauno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Seleuco III Cerauno
'
Nascimento 243 a.C.
Desconhecido
Morte 223 a.C.
Desconhecido
Cidadania Império Selêucida
Progenitores
Irmão(s) Antíoco III Magno, Antiochis
Ocupação soberano,

Seleuco III Cerauno (ca. 243 a.C.223 a.C.), cujo nome real era Alexandre, foi um rei selêucida.

Antecessores e família[editar | editar código-fonte]

Seu avô era o rei selêucida Antíoco II Theos, casado com Laódice, filha de Aqueu.[1] O casal teve dois filhos e duas filhas.[1] Os filhos eram Seleuco II Calínico, que sucedeu Antíoco II, e Antíoco Hierax; as filhas se casaram com Mitrídates e Ariathes.[1] Antígono Hierax tentou tomar o poder ainda durante a vida de Seleuco II, provocando uma guerra, onde houve intervenção do Egito.[1] Antígono Hierax morreu no primeiro ano da 138a olimpíada (228 a.C.), e Seleuco II Calínico no ano seguinte.[1]

Seleuco II Calínico tinha dois filhos, Seleuco III Cerauno e Antíoco III Magno.[1]

Reinado[editar | editar código-fonte]

Seleuco III Cerauno sucedeu a seu pai, e adotou o nome de Seleuco (seu nome era Alexandre), sendo chamado de Cerauno (Trovão) pelas suas tropas.[1]

Após três anos de reinado, Seleuco III Cerauno foi atacado à traição e morto, na Frígia, por um gálata de nome Nicanor; isto ocorreu por volta do primeiro ano da 139a olimpíada (224 a.C.). Ele foi sucedido por seu irmão Antíoco III, que começou a reinar no segundo ano da 139a olimpíada (223 a.C.).

Referências

  1. a b c d e f g Eusébio de Cesareia, Crônica, 95, Os reis da Ásia Menor depois da morte de Alexandre, o Grande

Precedido por
Seleuco II Calínico
Rei Selêucida
Dinastia Selêucida
Sucedido por
Antíoco III Magno