Senseo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Senseo
Senseo-Logo.svg
Empresa-mãe Philips e Douwe Egberts
Empresa irmã Saeco e Douwe Egberts
Tipo Máquina de café
Introdução Fevereiro de 2001
Modelos Crema, Latte Duo, Latte Select, Quadrante, Sarista, Twist, Up, Viva Café Philips Senseo Latte Select.jpg
Philips Senseo Latte Select
Website www.senseo.com

Senseo é uma marca de cafeteira elétrica que uitiliza cápsulas de café.[1] A cafeteira elétrica foi desenvolvida pelas empresas holandesas Philips e Douwe Egberts (na época uma subsidiária da Sara Lee).[2] Foi introduzida inicialmente no mercado interno holandês em 2001.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Senseo foi projetado durante um período de cinco anos, de 1996 a 2001 pela empresa WAAC's em Roterdã, que foi contratada pela Douwe Egberts (DE) para desenhar o produto.[2] No ano 2000, a WAAC's desenvolveu um protótipo funcional.[2] No ano seguinte, Douwe Egberts estabeleceu uma joint venture com a Philips, sendo a DE responsável pelo café e a Philips pela produção da cafeteira elétrica.[2] Em fevereiro de 2001, o Senseo foi introduzido pela primeira vez nos Países Baixos.[2] Em 11 de julho do mesmo ano, o seu sistema de sachês foi protegido por patentes concedidas pelo Instituto Europeu de Patentes. A partir de 2002, a máquina de café foi introduzida em outros países.[2]

Funcionamento[editar | editar código-fonte]

A principal peculiaridade do sistema de preparação de café Senseo é a característica camada de espuma que cobre o café.[3] A camada de espuma é formada pela maneira como o café é conduzido sob pressão através do porta-sachê, misturando ar, vapor e café para produzir espuma.

A porta-sachê removível também possibilitou produzir porta-sachês específicos que substituíram o original, permitindo obter café expresso, chocolate quente ou chá com a mesma máquina. O modelo Senseo Latte Select, introduzido em 2008, também permite, graças ao especial reservatório de leite, obter cappuccino, latte macchiato e café latte.[4]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Senseo gunt iederéén een intense padkoffie-ervaring» (em neerlandês). NRC Handelsblad. 17 de abril de 2015. Consultado em 25 de outubro de 2021 
  2. a b c d e f g Het staat in de keuken en het zoemt. Trouw, 18 oktober 2003. Consultado em 6 de janeiro de 2021
  3. «Deze koffiepads zijn lekkerder dan de echte Senseo-pads» (em neerlandês). Algemeen Dagblad. 4 de julho de 2019. Consultado em 28 de outubro de 2021 
  4. «Nieuwe generatie Senseo-koffiemachines gelanceerd» (em neerlandês). Het Laatste Nieuws. 19 de fevereiro de 2008. Consultado em 28 de outubro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Senseo
Ícone de esboço Este artigo sobre eletrônica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.