Septimôncio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Septimôncio[1] (em latim: Septimontium) foi o nome dado a uma festival pré-urbano celebrado na Roma Antiga pelos montanos (montani), os residentes das sete (sept) comunidades associadas com as colinas (montes) da cidade.[2] O Septimôncio foi celebrado em 11 de dezembro[3] e durou apenas um dia, sendo ele chamado Dia do Septimôncio (dies Septimontium) ou Dias Septimonciais (dies Septimontialis). Não foi um festival público, e sim privado, de acordo com Varrão,[2][4] que viu-o como um análogo urbano da Paganália rural.[5] As colinas incluídas no Septimôncio foram o Vélia, duas divisões do Palatino (Germal e Célio) e três do Esquilino (Ópio, Fagutal e Císpio),[6] bem como o vale de Subura. Ele consistia em uma procissão lustral em torno do Palatino e Esquilino[3] e sacrifícios aos deuses nos respectivos montes.[2]

Tradicionalmente crê-se que etimologicamente o nome do festival provenha de septem (sete), porém tal afirmativa vem sendo questionada. O festival pode, ao invés disso, ter tomado seu nome de saept (dividido), no sentido de "dissociado, cercado com paliçada".[7] Segundo Varrão, Septimôncio foi o nome da cidade antes dela chamar-se Roma, uma afirmação corroborada por João, o Lídio.[3] O relato de Plutarco sobre o festival é obscuro e confunde a natureza do Septimôncio como representado por inscrições, do mesmo modo que Festo com as sete colinas proverbiais de Roma. Neste momento, ele nota, que os romanos abstiveram-se de operar veículos puxados por cavalos.[8]

Referências

  1. «Septimôncio» (em inglês). Aulete. Consultado em 10 de outubro de 2014. 
  2. a b c «Septimontium» (em inglês). Consultado em 10 de outubro de 2014. 
  3. a b c «Septimontium» (em inglês). Consultado em 10 de outubro de 2014. 
  4. Varrão século I a.C., p. VI.24.
  5. Palmer 2009, p. 122-123.
  6. Venning 2011, p. 27.
  7. Raaflaub 2010, p. 136.
  8. Plutarco século I/II, 69.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Palmer, Robert E. A. (2009). The Archaic Community of the Romans. [S.l.]: Cambridge University Press 
  • Raaflaub, Kurt A. (2010). «Between Myth and History: Rome's Rise from Village to Empire (the Eighth Century to 264)». A Companion to the Roman Republic. [S.l.]: Blackwell 
  • Varrão, Marco Terêncio (século I a.C.). De lingua latina. [S.l.: s.n.] 
  • Venning, Timothy (2011). A Chronology of the Roman Empire. [S.l.]: Continuum